conecte-se conosco


Cidades & Geral

Queda acentuada da umidade do ar indica estiagem severa; Tangará já prevê racionamento

Publicado

A chegada do clima seco neste mês de maio, com ocorrência de friagens e sensível declínio da umidade relativa do ar indica que a estiagem deste ano de 2021 será severa em Mato Grosso.

Em Tangará da Serra, este indicativo já faz o poder público planejar o enfrentamento à estiagem. Depois da última chuva registrada na região, no final de abril, os índices de umidade relativa do ar despencaram para pouco mais de 30% nas horas mais quentes dos dias.

A friagem que ocorreu semana passada, entre quinta-feira e sábado, contribuiu para o ressecamento e fez a umidade relativa ficar entre 32% e 64% na última segunda-feira e ontem (terça, 11).

Temperatura voltou a cair nesta quarta-feira, com garoa pela manhã.

Nesta quarta-feira, os termômetros voltaram a cair (26°C por volta das 10h00 e mínimas devendo cair aos 17°C à noite), com ocorrência de garoa pela manhã e vento frio, que leva ao agravamento da secura.

Segundo os principais sites de meteorologia, não há previsão de chuvas ao menos até o próximo dia 23. Com isso, a tendência é o encolhimento gradual das reservas aquíferas que sustentam o abastecimento da cidade.

Leia mais:  Covid-19: Ensino híbrido é suspenso em Tangará da Serra e nos municípios com risco muito alto

Consultado pelo EB na manhã desta quarta (12), o diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), Heliton de Oliveira, confirmou que a autarquia já prevê uma estiagem severa para os  próximos meses. “Já estamos trabalhando num plano de racionamento”, informou, sem, no entanto, mencionar qualquer data.

Ano passado, vale recordar, o racionamento iniciou na primeira semana de agosto e se prolongou até o final de novembro.

publicidade

Cidades & Geral

Porto Estrela: Assinada a ordem de serviço para construção de ponte sobre o Jauquara

Publicado

A ordem de serviço para as obras de uma ponte de concreto sobre o rio Jauquara, na comunidade Vão Grande, em Porto Estrela, foi assinada ontem (terça, 18) pelo prefeito Eugênio Pelachim (PSC – foto topo). As obras serão realizadas pela empresa CIBE Pré-Moldados, Concretos e Minerais, vencedora do certame licitatório realizado em dezembro do ano passado.

A construção da ponte será viabilizada através de convênio do governo de Mato Grosso, que repassou para a conta da prefeitura de Porto Estrela o valor de R$ 2.507.757,40. O município fará uma contrapartida de 51.178,77. No total, a obra custará R$ 2.558.936,17.

“Desde que assumi o meu primeiro mandato como prefeito de Porto Estrela, tenho trabalhado muito para resolver esse problema da Comunidade Vão Grande e hoje estamos vendo esse sonho se tornando uma realidade”, disse agradecendo a parceria do governador Mauro Mendes e do vice-governador Otaviano Pivetta.

Passarela sobre o rio foi rompida no início do mês, com fortes chuvas e a alta do nível das águas do Jauquara.

A ponte de concreto, que terá uma extensão de 71,1 metros e largura de 4,5 metros – proporcionará a ligação do município com as comunidades de Vaca Morta, Baixio e Vão Grande. “Nesta época de chuva, aquela comunidade sofre muito, pois o rio enche e a passarela não suporta o volume das águas e se rompe”, observou Pelachim, destacando que, com a ponte de concreto, o problema estará solucionado. “Sabemos da importância desta obra para a comunidade e estamos felizes em atender aquelas famílias”, completou.

Leia mais:  Justiça suspende sessão de certame e adia regularização de transporte coletivo intermunicipal

Eugênio Pelachim destacou, ainda, que a viabilização das obras da ponte sobre o rio Jauquara também tiveram a intermediação do deputado estadual Dilmar Dal Bosco e do senador Jaime Campos, ambos do DEM, além do apoio da Câmara Municipal, através da vereadora Sula (PSC).

(Com informações de Assessoria)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana