conecte-se conosco


Cidades & Geral

Quarta de Feira: A versátil banana-da-terra é opção de energia e saúde na mesa do consumidor

Publicado

Quarta é dia de dar uma passada na Feira do Produtor do Centro, em Tangará da Serra, pela manhã, a partir das 06h00. É dia de comprar hortifrutis, carnes e embutidos, frango e peixes, leite e derivados, pães e doces, temperos e conservas…

“Temos tudo para que no restante da semana o consumidor tenha uma mesa farta e saudável”, observa o presidente da Associação dos Feirantes (ASFET), Valdeci Ferraz Aquino. Ele cita que, entre os variados destaques da Feira do Centro, a banana-da-terra é um fruto que chama atenção. “Pode ser encontrada em vários boxes do setor de hortifrutis”, completa o gestor da Feira do Centro

Origens e benefícios

Fruta pode ser encontrada em vários boxes do setor de hortifrutis.

Originária da Ásia e introduzida no Brasil ainda no século XVI pelos colonizadores portugueses, o fruto oferece diversos benefícios para a saúde. Deve ser consumida cozida, frita ou assada, em diversas receitas doces e salgadas.

No entanto, vale ressaltar que seu consumo in natura não é recomendado em razão do excesso de amido.

A banana-da-terra não deve ser consumida ‘in natura’, mas assada, cozida ou frita.

A banana-da-terra é rica em fibras alimentares, que auxiliam no equilíbrio intestinal, e tem ação prebiótica, pois é substrato para as bactérias benéficas presentes no intestino. Tem efeitos antioxidantes e apresenta alto teor de potássio, um mineral importante para a recuperação muscular.

Leia mais:  Prefeito de Tangará defende isenção da tarifa de pedágio para moradores de São Joaquim

Tem altos índices de vitaminas do complexo B, logo, é energética. Também ajuda na imunidade por ser abundante em vitamina C, ao mesmo tempo em que tem baixo teor de sódio.

Para completar, o fruto contém zinco, magnésio e triptofano, um aminoácido que auxilia a produção de serotonina e, portanto, traz benefícios ao equilíbrio mental.

publicidade

Cidades & Geral

Dia de Feira: Rica em água e complexo B, melancia é boa pedida para qualquer hora

Publicado

Quarta-feira, como de costume, é dia de feira em Tangará da Serra. A Feira do Produtor do Centro começa a atender a partir das 06h00, oferecendo o melhor da agricultura familiar.

No setor de hortifrutis, a Feira oferece grande variedade e fartura, com qualidade reconhecida e preços populares.

Nesta época do ano, a melancia é um dos destaques na Feira do Centro. Fruta rasteira em razão do seu peso e tamanho, a melancia é originária da África e é da mesma família do pepino, da abóbora e do melão.

Além do alto teor de água, a melancia contém açúcar, vitaminas do complexo B e sais minerais.

A polpa vermelha, doce, com alto de teor de água, é uma divertida e aprazível alternativa alimentar, ao natural ou na forma de suco, para qualquer hora do dia. Vai bem no café da manhã, no almoço, no lanche da tarde, ou à noite. “Difícil encontrar alguém que não goste de melancia”, observa o presidente da Associação dos Feirantes, Valdeci Ferraz Aquino.

Leia mais:  Região terá calor acima dos 40°C; Meteorologia prevê chuvas volumosas até dezembro

Além do alto teor de água, a melancia contém açúcar, vitaminas do complexo B e sais minerais, como cálcio, fósforo e ferro.

Quem vende?

É fácil encontrar a melancia na Feira do Centro. No interior do maior mercado público de Mato Grosso, com uma rápida olhada é possível detectar a presença do grande fruto.

No box 59-C, do Roberto, a fruta ofertada é produzida na região do Joaquim do Boche. Já no box 53-C, Luiz Carlos oferece frutos que vem do Rio grande do Sul. Nos boxes 19 e 20-C, Leonilda oferece melancia vinda de São Paulo, Goiás e Tocantins, enquanto Dª Zeti, que é da região do Vale do Sol, comercializa o alimento no box 30-A.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana