TANGARÁ DA SERRA

Economia & Mercado

Primeira parcela da compensação da Lei Kandir sai neste ano; Tangará receberá R$ 2,5 mi

Publicado em

A Câmara dos Deputados aprovou, em 14 de dezembro de 2020, o Projeto de Lei Complementar (PLP) 133/2020, que compensa perdas com a desoneração de produtos destinados à exportação (Lei Kandir). O texto estabelece que a União realize transferências a Estados, Municípios e Distrito Federal no valor de R$ 58 bilhões ao longo de 18 anos. A proposta vai à sanção presidencial.

O texto, aprovado no Senado em novembro de 2020, foi apresentado pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT), por iniciativa do Executivo. O projeto é um espelho do acordo celebrado entre os Entes nos autos da Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO) 25 homologado pelo Supremo Tribunal Federal em 20 de maio de 2020. Estados e Municípios receberão, até 2037, R$ 58 bilhões.

A matéria foi aprovada por 408 votos favoráveis e 9 contrários. Com isso, os entes receberão o primeiro repasse – no montante de R$ 4 bilhões – ainda neste ano, sendo R$ 1 bilhão para os Municípios. De 2020 a 2030, serão entregues, a cada exercício, R$ 4 bilhões, e de 2031 a 2037, esse montante será reduzido progressivamente em R$ 500 milhões a cada exercício.  Da parcela devida a cada Estado, a União entregará, diretamente, 75% ao próprio Estado e 25% aos seus Municípios.

Região

Neste primeiro repasse, Tangará da Serra fará jus a R$ 2.564.181,56. Na região polarizada por Tangará, o município de Campo Novo do Parecis terá o maior repasse – R$ 3.576.486,41 -, seguido de perto por Sapezal, que receberá R$ 3.431.184,47.

Barra do Bugres receberá um repasse de R$ 1.192.573,10, enquanto Nova Olímpia terá em sua conta o valor de R$ 724.305,28.

Em Mato Grosso, o destaque é o campeão de produção, Sorriso, que receberá nada menos que R$ 6.241.934,43. Outro município do eixo da BR-163, Lucas do Rio Verde, receberá R$ 4.343.826,65.

Comentários Facebook
Advertisement

Economia & Mercado

Dia dos Pais: Comércio da região terá horário especial no sábado; Oito entre 10 pretendem comprar

Published

on

O Comércio de Tangará da Serra terá horário especial de atendimento neste sábado em razão do Dia dos Pais, que será celebrado no próximo domingo (14.08). A confirmação é das duas entidades locais representativas do setor, a Associação Comercial e Empresarial (Acits) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Nas demais cidades da região – como Barra do Bugres, Nova Olímpia e Campo Novo do Parecis – os comércios também atenderão até às 18h00, aproveitando o otimismo verificado pelo público consumidor.

De acordo com a Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), o Dia dos Pais de 2022 deve levar mais de 100 milhões de pessoas às compras, gerando uma movimentar superior a R$ 24 bilhões no comércio em todo o País.

Pesquisa

O Dia dos Pais é considerada a quarta data comercial do ano. De acordo com a Acits, o clima é de otimismo. “Muitos clientes estão antecipando as compras”, disse o presidente da entidade, Junior Rocha, que aposta em crescimento médio de 12% em relação à mesma data do ano passado.

Já a CDL de Tangará da Serra realizou pesquisa, apontando que 81,2% dos entrevistados pretendem comprar presentes em função da data.

Desse grupo, um percentual de 55,6% planeja desembolsar entre R$100,00 e R$300,00, e os outros 40,7% pretendem investir até R$100,00. A forma de pagamento que deve ser mais usada é dinheiro (30%), seguido de cartão de crédito (27%).

Ainda de acordo com a pesquisa da CDL-TGA, a venda no Dia dos Pais deve apresentar um crescimento de 18,2% em relação ao ano de 2021. Dos 127 consumidores consultados entre os dias 01 a 06 de agosto de 2022, 42% lembraram de vestuário e acessórios, enquanto 23% pensaram em perfumes. Outros itens representam a intenção de 19% dos consumidores questionados.

O levantamento também apurou as preferências dos pais em presentes. Destes, 15% responderam que preferem ganhar um almoço ou jantar pago. Os que gostariam de ganhar um celular ou calçados somam 14%. Na sequência, os itens desejados são: eletrônicos (11%), perfumaria (9%), relógios (9%), roupas (9%), viagens (6%), artigos esportivos (4%) e bebidas alcoólicas (2,6%).

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana