conecte-se conosco


Cidades & Geral

Presidente da Famato, Normando Corral recebe comenda por contribuição a Tangará da Serra

Publicado

O prefeito de Tangará da Serra, Vander Masson, entregou nesta segunda-feira, 01, no Paço Municipal, a Comenda da Ordem do Brasão ao presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (FAMATO), Normando Corral. A insígnia é um ato em reconhecimento a contribuição do produtor rural ao município, especialmente com o pleito que culminou com a implantação de um Centro de Excelência em Integração Lavoura Pecuária e Floresta (ILPF).

O prefeito destacou que a Comenda, criada em 1977, na gestão da ex-prefeita Thaís Barbosa, sendo a mais antiga e mais importante condecoração do Município, reconhece o trabalho e a contribuição de Normando Corral a Tangará da Serra. “Estamos hoje aqui homenageando uma pessoa que possui grande contribuição para nosso município e para a região, com forte ligação na área da agricultura e da pecuária, um líder do setor e que desenvolve ações que refletem na nossa comunidade, uma delas é esse Centro de Excelência que Tangará está ganhando, graças ao trabalho, às articulações do Normando”, destacou o prefeito.

Normando (dir), com o prefeito Vander e a primeira-dama Silvana Masson.

Emocionado, Normando agradeceu pelo reconhecimento e destacou que o ILPF trará inúmeros benefícios não apenas para Tangará da Serra e para a região, mas para todo o estado e o Brasil. “Sou tangaraense por adoção, a cidade me adotou e faço as coisas tentando retribuir Tangará da Serra. Esse Centro de Excelência contribui não apenas para a agricultura da região, mas para o Brasil, já que ele proporcionará conhecimento sobre algumas cadeias produtivas, principalmente nos sistema de produção, que é o ILPF, contribuindo com todos os SENARs do Brasil. Para nós é uma alegria muito grande fazer isso aqui em Tangará, o local perfeito para se fazer, pela sua diversidade e pelo suporte que pode oferecer”, falou.

Leia mais:  Aeroporto Regional: “Previ isso ano passado”, disse Mendes, sobre falta empreiteiras no MT

Sílvio Sommavilla, secretário municipal de Indústria, Comércio e Serviços, destaca que esse é o primeiro passo de uma grande parceria, que trará inúmeros benefícios para Tangará da Serra. “Esse Centro de Excelência colocará Tangará da Serra no cenário nacional, como um polo de criação de ideias, de geração de conhecimento. O trabalho desenvolvido pelo Normando Corral, cidadão tangaraense de grande contribuição, gerará resultados e é por isso que decidimos homenageá-lo com essa importante condecoração”, disse.

Centro de Excelência

O Centro de Excelência foi planejado com tecnologias inovadoras sustentáveis e executado com mão de obra local, o que contribuirá com o desenvolvimento socioeconômico da região. Ao todo serão 3.486,43 metros quadrados de área construída com 3.950,41 metros quadrados de área coberta. A obra está orçada em R$10.413.457,70 e será executada pela construtora Monteiro de Brasília (DF), que venceu a licitação.

No local, a formação profissional rural será ampliada com a oferta de cursos técnicos de nível médio e nível superior de tecnologia, nas modalidades à distância e presencial. Também serão ofertados cursos de formação inicial continuada. Jovens e adultos do campo e da cidade terão a oportunidade de participar das qualificações, que possibilitarão a entrada imediata no mercado de trabalho.

Leia mais:  Feira do Centro oferece um riquíssimo alimento conhecido pelo homem há 6 mil anos

Biografia

Normando Corral é engenheiro agrônomo, formado em Lavras (MG). Nasceu em Rinópolis (SP). Estabeleceu-se em Tangará da Serra (MT) em 1982. Atua como produtor rural em agricultura e pecuária. Em 2005 elegeu-se presidente do Sindicato Rural do município. Foi presidente da Associação dos Fornecedores de Cana do Vale do Rio Paraguai (Assovale). Está presidente do Sistema Famato desde janeiro de 2017, que engloba o Senar, Imea e o mais novo instituto AgriHub. Seu mandato vai até 2022. Anteriormente, quando era vice-presidente, por diversas vezes assumiu a presidência do Sistema nas gestões lideradas por Homero Pereira e Rui Prado. Presidiu o Fórum Agro MT de 2017 a 2021.

(Assessoria Prefeitura)

publicidade

Cidades & Geral

Feira do Centro oferece um riquíssimo alimento conhecido pelo homem há 6 mil anos

Publicado

Entre tantos produtos de destaque da Feira do Produtor do Centro, o leite natural é um deles. Este produto de origem animal e seus derivados, integram um grupo de alimentos essenciais na alimentação. É rico em cálcio e proteínas e, também, é importante fonte de fósforo, potássio, sódio e vitaminas.

O leite faz parte da alimentação das pessoas já na infância, compondo a dieta humana há 6.000 anos, desde o período Neolítico (idade da pedra polida), quando o homem se sedentarizou.

Segundo especialistas em nutrição, o consumo de leite é importante em todas as idades, pois contém cálcio, com alta biodisponibilidade. Faz bem aos ossos e ao coração, previne a depressão e auxilia no crescimento, ajuda na formação da massa muscular e contribui para perda de peso nos casos em que a balança aponta excesso.

Valdeci, com a esposa Cleide: Tradição na produção e comercialização de leite natural e derivados.

Seu consumo adequado ao longo da vida permite manter a densidade óssea, protegendo contra doenças como a osteoporose. De quebra, contribui para a qualidade do sono, controla a diabetes, hidrata o organismo, melhora a pressão arterial e regula a flora intestinal.

Leia mais:  Aeroporto Regional: “Previ isso ano passado”, disse Mendes, sobre falta empreiteiras no MT

Não é verdade que o leite de vaca contém hormônios injetados no animal. O leite natural é, isso sim, um alimento completo, absolutamente saudável e muito bem aceito pelas crianças.

É ingrediente fundamental da gastronomia, compondo diversas receitas. Veja no link: https://www.receitasnestle.com.br/blog-post/receitas-com-leite.

Onde

Na Feira do Centro, o leite natural e seus derivados são destaque Box-81, de Valdeci Ferraz Aquino e família. Com propriedade no Acampamento (Linha 12), Valdeci, preside a Associação dos Feirantes e é o gestor do mercado público. Em seu box, ele comercializa, além do leite natural, derivados como queijos, doce pastoso, doce em cubos, nata e a tradicional ‘cachorrada’, um delicioso doce semelhante à ambrosia, porém sem ovos.

O leite natural e os queijos também podem ser encontrados nos boxes 5-A (Pedro José de Freitas), 6-A (Neide Cristina), 9-A (Flávio e Sandra Freitas), 10-A (Sônia Freitas) e 51-A (Fábio Hipólito), todos com propriedades no Córrego das Pedras. Nos boxes 20-A e 51-A, Osvaldir Bandiera e Edson Cabral de Souza também oferecem leite e queijos vindos do Acampamento e da Gleba Bandeirantes.

Leia mais:  Estrada entre Arenápolis e Nortelândia será duplicada; Licitação já lançada pelo Governo

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana