conecte-se conosco


Cidades & Geral

Por mudança de sistema, serviços oferecidos pela Jucemat ficarão indisponíveis até a próxima quarta-feira

Publicado

A Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat) informa que até 30 de setembro (quarta-feira) estarão indisponíveis todos os serviços oferecidos pela Junta, entre eles a abertura de empresas, alteração cadastral, licenciamento e emissão de certidão.

Durante ao período haverá a migração do banco de dados da Jucemat, com o objetivo de possibilitar uma maior capacidade de armazenamento de informações, e suporte aos serviços digitais ofertados. A migração já ocorre desde as 18h da última sexta-feira (25) e seguirá até às 8h do dia 30, no horário de Mato Grosso.

Também não estará funcionando o principal canal de atendimento da autarquia, que é o chat on-line pelo site da Jucemat. A ferramenta é utilizada para atendimento direto ao cidadão, contadores e empresários. No período também não haverá análise de processos abertos, nem a possibilidade de protocolização de novos pedidos.

Com a indisponibilidade do banco de dados, a Secretaria de Estrado de Fazenda (Sefaz) informa que o seu sistema integrado à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), também estará inoperante no período. Com isso não será possível realizar aberturas de novas inscrições estaduais e inclusão ou alteração de dados no cadastro de contribuintes.

Leia mais:  Clubes de Serviço: Rotary de Tangará da Serra iniciam nesta quinta-feira as trocas de diretorias

Aqueles que desejarem abrir uma empresa no estado e, por consequência, uma inscrição estadual deverão fazer a solicitação após o dia 30 de setembro. O mesmo se aplica aos que precisarem promover ajustes em seus cadastros.

A integração do banco de dados da Sefaz à Redesim teve início em 2015 com o objetivo de possibilitar uma única porta de entrada para o cadastro e alteração do contribuinte, pessoa jurídica, evitando divergências cadastrais.

publicidade

Cidades & Geral

Feira do Centro oferece duas atrações típicas do Brasil e valiosas para a saúde e a culinária

Publicado

Domingo, como reza a tradição, é dia de Feira em Tangará da Serra. E dois produtos muito atrativos na Feira do Produtor do Centro são as castanhas de caju e do Pará. As duas são alimentos saudáveis e compõem receitas extraordinárias, como nos links ao final do texto.

A castanha-do-pará é rica em proteínas, fibras, selênio, magnésio, fósforo, zinco e vitaminas do complexo B e vitamina E. Também fornece antioxidantes ao organismo, promovendo a diminuição do colesterol total. Melhora o sistema imunológico e ajuda a prevenir alguns tipos de câncer, como de mama, próstata e cólon.

Contribui para a saúde do cérebro e mantém o cabelo e as unhas saudáveis. Reduz a pressão alta, ajuda a regular a tireoide e é excelente fonte de energia.

Já a castanha-de-caju vem do fruto do cajueiro e é rica em antioxidantes, gorduras boas e minerais. Ajuda a prevenir o desenvolvimento de doenças do coração e anemia, além de melhorar a saúde da pele, unhas e cabelo. Segundo especialistas, consumir cerca de 30 gramas de castanha de caju por dia é uma alternativa para complementar os nutrientes consumidos diariamente.

Leia mais:  Crédito de R$ 200 mil para serviços cartorários viabilizará escrituração de área do aeroporto

Castanhas nos boxes

A castanha-do-pará oferecida na Feira do Centro é proveniente da região de Juína e de outras cidades e localidades da região norte do estado. Já a castanha de caju vem, principalmente, da região Nordeste do Brasil.

São comercializadas em vários boxes do setor de hortifruti, em especial nos boxes 16-C, de Elieder Santos; 21-A, de Francisco da Silva; 23-A, de Eliane Resende; e 42-A, de Elton Pereira.

Veja, a seguir, receitas com as duas castanhas:

https://www.receiteria.com.br/receitas-com-castanha-do-para/

https://www.receiteria.com.br/receitas-com-castanha-de-caju/

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana