conecte-se conosco

Cidades & Geral

Polícia segue investigando assassinato de jornalista em Peixoto de Azevedo; Em nota, Sindjor se manifesta

Publicado

Seguem as investigações em torno do crime de homicídio que vitimou o jornalista Edney Menezes (44), na noite do último domingo, em Peixoto de Azevedo. A polícia não revela qualquer informação sobre o caso para não prejudicar os trabalhos de apuração da motivação e dos autores do ataque.

Edney estava em seu carro, no cruzamento da rua Getúlio Vargas com a Avenida Itamar Dias, no centro de Peixoto de Azevedo. Uma dupla numa motocicleta se aproximou de Edney pela avenida, na contramão de direção, parando ao lado do carro, de onde foram feitos ao menos quatro disparos, três deles atingindo a cabeça da vítima, que veio a óbito no local.

Repórter de TV, Edney atuava na campanha do candidato Maurício Ferreira (PSDB), reeleito para a prefeitura de Peixoto de Azevedo.

Assim que o jornalista parou o veículo na rua Getúlio Vargas, um homem desce do carro e entra num imóvel localizado na esquina. Edney parece aguardar o retorno do passageiro quando os assassinos fazem a abordagem, de moto, com o carona efetuando os disparos.

Leia mais:  Samae: Represa é esvaziada para limpeza; Certame para captação de água no Sepotuba inicia ainda esta semana

A ação foi captada por uma câmera instalada num prédio na esquina onde aconteceu o crime. Os assassinos fugiram em rumo ignorado.

Edney era natural do Pará e atuou como repórter na TV Miragem, afiliada da TV Record, mas trabalhou na campanha eleitoral de Maurício Ferreira (PSDB), que foi reeleito ao cargo de prefeito nas eleições disputadas neste domingo.

Em nota, o Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso lamentou o ocorrido e externou sua preocupação contra mais um ato de violência contra membros da imprensa no estado.

Na sequência, a íntegra da nota.

N O T A    P Ú B L I C A

O Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor MT) recebe com extrema preocupação a notícia do assassinato do jornalista Edney Menezes, 44 anos, ocorrida ontem (domingo, 15 de novembro) no município de Peixoto de Azevedo. Ao mesmo tempo, o Sindicato manifesta toda a solidariedade aos amigos, familiares e colegas de profissão do jornalista.

O Sindjor já contatou as autoridades policiais e acompanha a apuração do caso para descobrir a motivação e os culpados pelo assassinato.

O Sindjor afirma sua veemente defesa da liberdade de expressão e do trabalho profissional da imprensa, princípios democráticos que vêm sendo tão atacados nos últimos tempos no Brasil.

Novas informações serão divulgadas pelo Sindicato dos Jornalistas até o final do dia.

Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor) – Gestão “Em defesa [email protected] jornalista”

Leia mais:  Quarto mandato: Ex-prefeito de Nortelândia, Neurilan Fraga é reeleito presidente da AMM
publicidade

Cidades & Geral

Semec esclarece que aulas da rede municipal de ensino não terão retorno na segunda

Publicado

Mesmo com autorização de retorno constando em decreto (177/2021) a partir de segunda-feira (19), as aulas da rede pública municipal não retomarão suas atividades presenciais imediatamente.

Comunicado divulgado no início da tarde pela assessoria da prefeitura informa que o retorno das aulas acontecerá de acordo com o cronograma (datas e formato) estabelecido pela Secretaria Municipal de Educação (Semec).

(*) Ao final do texto, íntegra do comunicado da Semec.

Segundo esclarece o secretário municipal de Educação, Vagner Constantino Guimarães, não há como retomar integralmente as atividades presenciais na rede escolar municipal porque não há recursos humanos suficientes para tal. “Precisamos, antes, fazer o processo seletivo para contratação de profissionais”, disse.

O processo seletivo programado pela Semec foi suspenso a pedido do ministério público para readequações relacionadas à pandemia Covid-19 e, por isso, terá de ser refeito, o que levará cerca de 30 dias. “Não há condições de retornar na segunda-feira. Não temos profissionais para isso”, disse Constantino.

O secretário admite, porém, que deverá haver o retorno das atividades presenciais em alguns setores e turmas, como na educação infantil e parcialmente, nas primeiras séries do ensino fundamental. “Sabemos das necessidades que envolvem o aspecto social, a merenda escolar, e estamos definindo isso”, considerou.

Leia mais:  Prefeitura anuncia medidas para disponibilização de vagas para sepultamento no Cemitério Municipal

 

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana