conecte-se conosco


Cidades & Geral

Nova diretoria da Associação dos Feirantes discutirá com Executivo regularização da Feira

Publicado

O presidente eleito da Associação dos Feirantes de Tangará da Serra, Valdeci Ferraz Aquino, informou que a questão da regularização imobiliária da Feira do Produtor, no Centro, será tema de reunião entre a entidade e o Executivo Municipal.

A regularização do imóvel será a prioridade inicial da nova diretoria da Associação, que elegeu Valdeci como presidente nas eleições realizadas no último domingo (30), no próprio ambiente da Feira. O novo mandatário da entidade já integrava a diretoria anterior, no posto de vice-presidente.

Valdeci: “Vamos expor na reunião o que precisamos para regularizar a documentação do imóvel”.

De acordo com Valdeci, a Associação buscará apoio do Executivo, na medida em que a Feira é uma estrutura de interesse público. “O prefeito (Vander Masson) sabe que precisamos de amparo nessa questão. Vamos expor o que precisamos para regularizar a documentação do imóvel”, disse, em contato com a redação do EB.

A irregularidade na matrícula do imóvel da Feira impediu, mês passado, que fosse assinado convênio com a União. O convênio disponibilizaria recursos na ordem de R$ 600 mil, através de emenda de bancada de Mato Grosso na Câmara Federal, para custear obras de reformas na estrutura física.

Leia mais:  Responsável por lixo jogado no Queima Pé é identificado, multado e denunciado no MP

Situação

Em recente diálogo com o EB, o secretário municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Rogério Café, explicou que a questão da Feira está em análise pela Procuradoria do Município, que articula uma reunião conciliatória com os herdeiros da área.

O imóvel tem origem na extinta colonizadora SITA (Sociedade Imobiliária Tupã para Agricultura), que deu início ao povoamento da cidade, ainda na década de 1960.

A redação apurou, também, que a área da Feira suprimiu um trecho da Avenida Brasília e ainda estaria com indenização pendente junto aos antigos proprietários, o que motivou demanda judicial destes contra o município.

Outras áreas, como a do Posto Central, do antigo prédio da prefeitura e da Praça dos Pioneiros também estão com problema semelhante.

Trabalho

Agora como presidente da Associação dos Feirantes, Valdeci Ferraz Aquino projeta ações de marketing para uma maior divulgação dos produtos oferecidos nas feiras do Centro e da Vila Alta. Também pretende viabilizar a pintura da estrutura e a reforma do piso e a reorganizar os estacionamentos no entorno da Feira.

Leia mais:  CIRCUMITUS: PF realiza operação contra desvio de recursos públicos em Campo Novo do Parecis

Antes de ser eleito como presidente, Valdeci liderou conversações com o banco Sicredi para implantação da tecnologia PIX na Feira do Produtor. A nova tecnologia permite praticidade e segurança, tanto para o feirante como para o consumidor, na comercialização dos produtos oferecidos na feira.

publicidade

Cidades & Geral

Centro de Eventos: Ajustes no projeto e divergência forçaram paralização; Obras prosseguem

Publicado

A paralisação verificada esta semana nas obras do Centro de Eventos, em Tangará da Serra, foram motivadas por ajustes no projeto e divergência funcional. Uma equipe de técnicos, com um engenheiro, esteve ontem na cidade para regularizar as duas situações e dar prosseguimento às obras.

Segundo o secretário municipal de Turismo, Wellington Rondon, a equipe informou que a cobertura será toda pré-moldada, com fabricação das estruturas em Cuiabá. “Houve ajustes no projeto e começaram a fabricação”, disse o secretário, conforme as informações que recebeu.

Equipe da empreiteira responsável pelas obras avalia adequações no projeto do Centro de Eventos (Foto: SEDEC/SEADTUR).

Outro problema que forçou a paralisação temporária das obras – segundo informações repassadas pelo secretário de Indústria e Comércio do município, Silvio Sommavilla – diz respeito a divergências funcionais com um colaborador, que acabou sendo substituído pela empreiteira.

Obra

O Centro de Eventos de Tangará da Serra está sendo construído pelo Governo do Estado de Mato Grosso, através da SEDEC/SEADTUR, com recursos do Programa de Desenvolvimento Sustentável de Turismo (PRODESTUR), via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Leia mais:  Região terá calor acima dos 40°C; Meteorologia prevê chuvas volumosas até dezembro

Novela

Com projeto concebido e aprovado em 2012 e obras iniciadas em 2016, o Centro de Eventos de Tangará da Serra teve suas obras paralisadas por diversas vezes, seja por ineficiência e atrasos nos repasses do governo à empresa responsável, seja por problemas técnicos das empreiteiras.

Desta vez, a paralisação foi motivada por necessidade de ajustes no projeto, mas terão continuidade.

Estrutura

O Centro de Eventos representará uma nova fase para Tangará e região no turismo de negócios. Os grandes eventos voltados a qualquer setor (agropecuária, indústria, tecnologia, serviços, educação, meio ambiente, etc.) proporcionarão fluxos importantes de visitação aos pontos turísticos existentes no município.

Com uma área física projetada de 3,8 mil metros quadrados e capacidade para comportar até oito eventos simultâneos, o Centro de Eventos terá estrutura interna com ilhas de WC, cozinha, varanda de serviços, depósitos, dependência administrativa, área para carga e descarga e espaço para câmara fria. Haverá, também, uma área externa de 9 mil metros quadrados para eventos como o Carnaval e outros de grande porte. O estacionamento contará com cerca de 450 vagas.

Leia mais:  Depois de prender 14, PM localiza veículo com defensivos roubados em Tangará da Serra

A gestão do espaço e a captação de eventos deverá ser de responsabilidade um ‘convention bureau’, espécie de autarquia formada por representantes do trade turístico e do poder público.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana