conecte-se conosco


Cidades & Geral

Nesta quarta, Feira do Centro oferece o saudável e brasileiríssimo feijão de corda

Publicado

A Feira do Produtor do Centro abre nesta quarta-feira, das 06h00 ao meio-dia, para oferecer ao público consumidor de Tangará da Serra e região o melhor da agricultura familiar.

Em meio à enorme variedade de alimentos do maior mercado público do estado, o feijão de corda chama atenção pela excelente qualidade e inúmeros benefícios à saúde.

“É um alimento bem brasileiro e muito saudável. O consumidor deve aproveitar este alimento que oferecemos aqui, em vários boxes do setor de hortifrutis”, recomenda Valdeci Ferraz Aquino, presidente da Associação dos Feirantes e gestor da Feira do Centro.

Vendido na Feira do Centro ainda nas vagens ou já debulhado, em pequenos sacos, o feijão de corda ou feijão fradinho é uma leguminosa muito conhecida na culinária brasileira, proveniente da região do sertão do Brasil, mais precisamente na região do Cerrado.

É também conhecido popularmente por feijão-caupi, feijão-miúdo, feijão-frade ou feijão-macáçar. A cor dos seus grãos pode variar, desde o branco até o bege claro.

O feijão de corda é apreciado cozido em bom tempero, com linguiça e/ou bacon e, também, em farofas, ao velho estilo ‘baião de dois’.

Leia mais:  Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

Benefícios

O feijão de corda é um legume com poucas calorias e baixo índice glicêmico, pouquíssima gordura e rico em nutrientes como proteínas, minerais, vitaminas e fibras. Além disso, é fonte de fósforo, cálcio, ferro, potássio e vitaminas A, C e K.

É um grande aliado da saúde. Ajuda a emagrecer, reduz o colesterol e melhora a pressão arterial. Fortalece ossos e dentes, combate anemia e controla diabetes. Também ajuda no funcionamento do intestino, diminui e previne gases e prisão de ventre. De quebra, relaxa, acalma e é bom para a saúde da pele, dos olhos e do sistema nervoso.

publicidade

Cidades & Geral

Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

Publicado

Uma forte e extensa massa de ar frio atinge o Brasil a partir de domingo (15) causando acentuada queda de temperatura em diversas regiões. A partir do dia (16), a massa de ar frio se desloca rapidamente pelo Sul avançando para áreas das regiões Centro-Oeste e Sudeste e, durante à noite, chega aos estados de Rondônia e Acre, causando o segundo episódio de friagem.

Em Mato Grosso, o frio poderá ser recorde a partir da noite de quarta-feira (18), com mínimas de 7°C na capital, Cuiabá, e de 5° C em Tangará da Serra. Na quinta-feira, os termômetros poderão apontar 4°C na cidade da Serra de Tapirapuã (Veja imagem abaixo).

A friagem deverá persistir por até uma semana, segundo previsões nos principais sites especializados em meteorologia do país, como o Clima Tempo, o Cptec/Inpe e o Inmet.

A figura a seguir, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), apresenta a previsão de temperatura mínima no início da manhã dos dias 18 e 19 (quarta-feira e quinta-feira).
Tons em azul e roxo indicam áreas com previsão de temperatura mínima menor que 12°C. Destaque para áreas das Serras Gaúcha e Catarinense e no Planalto Sul do Paraná, sudeste de Minas Gerais e Serra da Mantiqueira onde as temperaturas deverão ser negativas.

Leia mais:  Governador autoriza licitação do primeiro lote de pavimentação da MT-358, no Chapadão

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana