conecte-se conosco

Infraestrutura & Logística

Parceria completará 40 km de asfalto na MT-339; Governo autoriza obras nas MTs 240, 235 e 246

Publicado

A rodovia MT-339 fechará este ano com um trecho pavimentado de 40 quilômetros, desde o entroncamento com a MT-358, em Tangará da Serra, até pouco além do rio Tarumã, na divisa com Barra do Bugres.

A informação foi confirmada pelo Enfoque Business com o gerente operacional das obras, Edilson Sampaio, que atua pela Associação dos Produtores da MT-339, entidade responsável pela execução dos trabalhos em convênio com o governo do Estado.

Obras na MT-339 previstas para este ano incluem construção de ponte sobre o rio Tarumã.

Segundo Sampaio, o primeiro trecho já está em execução e compreende desde a 358 até quatro quilômetros além da Curva da Calcário, num total de 20 quilômetros. “Para esse ano temos acordado com o governo a pavimentação de mais 20 quilômetros, totalizando 40 quilômetros, e a construção da ponte do rio Tarumã”, confirmou.

MTs 240, 235 e 245

O governo estadual assinou, na semana que passou, em evento no Palácio Paiaguás, ordens de serviço para obras de pavimentação e recuperação de trechos em três estradas da região. As obras atenderão os municípios de Tangará da Serra, Santo Afonso, Denise, Nova Maringá, Campo Novo do Parecis e Sapezal.

Leia mais:  MT-240: Sinfra e municípios promovem parceria para pavimentação da estrada Tangará-Santo Afonso

A MT-240 receberá pavimentação entre Tangará da Serra e Santo Afonso, num trecho de 37,6 quilômetros. A mesma rodovia receberá obras no trecho de 36,4 quilômetros entre Denise e Nova Marilândia.

Outra rodovia da região – a MT-235 – receberá obras de restauração em 27,4 quilômetros de pavimento entre Campo Novo do Parecis e Sapezal.

O governador Mauro Mendes também assinou ordem de serviço para a construção de duas pontes na MT’ 246, sobre os córregos Goiabeira e Tucanguira.

As obras, de acordo com o Governo do Estado, terão início, ou reinício (no caso daquelas paralisadas em razão do período chuvoso) ainda neste mês.

Projeto

O Governo de Mato Grosso anunciou, também, a contratação de serviços de elaboração e revisão de estudos, projetos básicos e executivos para 1.057,78 quilômetros de novas pavimentações e 51 pontes de concreto.

As ordens de serviço para o início dos projetos serão emitidas no mês de março e as obras serão executadas diretamente em 34 municípios, mas vão atender a todas as regiões de Mato Grosso.

Leia mais:  Mato Grosso: Obras em ferrovias deverão somar R$ 11 bilhões em investimentos privados

Os projetos serão elaboradores em sete lotes, com investimento total de R$ 14,195 milhões, a fim de serem lançados para a licitação já no próximo ano (2022), inclusive, com o respectivo início das obras, conforme o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira.

Num dos lotes, de nº 2, o governo prevê a revisão de projetos de pavimentação de 100,09 quilômetros de trechos das rodovias MT-339/246, além de mais sete pontes nessas rodovias. As obras serão executadas nas cidades de Barra do Bugres, Lambari d’Oeste, Nova Olímpia, Rio Branco, Salto do Céu e Tangará da Serra.

publicidade

Infraestrutura & Logística

Ministério da Infraestrutura autoriza licitação de obras do aeroporto de Tangará da Serra

Publicado

A Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) do Ministério da Infraestrutura autorizou o início do processo licitatório para obras de reforma e ampliação do aeroporto regional de Tangará da Serra/MT. Por meio do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC), serão destinados R$ 4 milhões. O valor total da obra é de R$ 10 milhões, sendo 60% a contrapartida do estado.

O projeto elaborado pelo governo estadual contempla o recapeamento de toda pista de pouso e decolagem, mantendo sua dimensão em 1.500 x 30 m, a construção de novo pátio de aeronaves com mais de 15 mil metros quadrados e nova taxiway, ambos já com estrutura de pavimento para jatos de maior porte. Estão previstas ainda obras de drenagem, além de sinalização horizontal, sinalização vertical, balizamento luminoso, iluminação do pátio, biruta iluminada, PAPI e farol rotativo.

O diretor de investimentos da SAC, Eduardo Bernardi, ressaltou a importância do investimento para a região: “Tangará da Serra é importante polo regional agroindustrial. Essa etapa de obras permitirá ao município ampliar os voos comerciais com aeronaves de maior porte, como o ATR 72, trazendo mais desenvolvimento à região”, disse.

Leia mais:  Estradas: Trecho Barra do Bugres/Jangada concluído; BR-163 com trabalhos de recapeamento

O prefeito municipal, Vander Masson, destacou que a obra é um anseio antigo de Tangará da Serra e que representa um grande avanço, pois reafirma o Município como um polo regional. “O Município recebeu essa autorização de licitação com grande alegria. Essas obras tornarão nosso aeroporto moderno e com capacidade elevada para receber voos. Um aeroporto é símbolo de fortalecimento econômico e atrairá para a nossa cidade mais investimentos. Agora vamos aguardar o início da licitação, que é feita pelo Estado”, disse.

A previsão é de que o edital do processo licitatório seja publicado pelo Governo do Estado de Mato Grosso em até 45 dias.

Com Assessoria Especial de Comunicação do Ministério da Infraestrutura

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana