conecte-se conosco


Agronegócio & Produção

Momento Agrícola: Os canais de Suez e do Panamá, a BR-163 e entrevistas são os destaques

Publicado

A obstrução do Canal de Suez pelo navio Ever Given foi o primeiro tema abordado no Momento Agrícola na edição desta semana. Carregado com 18.300 contêineres, o gigantesco cargueiro foi desencalhado na última segunda-feira (29), depois de seis dias de obstrução do canal.

Ricardo Arioli destaca a importância do Canal de Suez. Afinal, é por aquele atalho entre a Europa e a Ásia, passando pelos mares Mediterrâneo e Vermelho, que passam volumes consideráveis de produtos e mercadorias de todo tipo.

Fluxo aquaviário: Com bloqueio do Ever Given, outros 367 navios tiveram rota interrompida.

Em 2020, 7% dos navios que passaram pelo Canal de Suez foram navios-tanque. O tráfego de Suez também aponta para 27% de granéis e 26% de contêineres.

Ainda em 2020, também passaram pelo canal 5,9 milhões de toneladas de soja, 53 milhões de toneladas de milho e outros cereais, além de 21 milhões de fertilizantes.

Ricardo Arioli traz um rico comentário a respeito do Canal de Suez, logo no início do programa. Ele aproveita o gancho e fala também sobre o Canal do Panamá. Vale a pena ouvir.

Duplicação da BR-163

A retomada das obras de duplicação da BR-163 em Mato Grosso é outra importante abordagem do Momento Agrícola. A concessionária Rota do Oeste protocolou na última quarta-feira (31), junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a minuta do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que propõe as ações necessárias para o saneamento das inexecuções contratuais de duplicação do trecho sob concessão da BR-163 em Mato Grosso.

Rota do Oeste apresenta o cronograma para duplicação de 336 km que restam do contrato original.

A formalização antecipa ao prazo de 30 dias concedido pela Diretoria Colegiada do órgão e publicado em 24 de março no Diário Oficial da União (DOU). Na sequência, o órgão federal fará a apreciação do conteúdo.

Leia mais:  Momento Agrícola: Desburocratização de financiamentos, startups, pandemia na Índia, soja e milho são destaques

No documento protocolado, a Rota do Oeste apresenta o cronograma para duplicação de 336 km que restam do contrato original a ser realizada nos próximos cinco anos, com a garantia da manutenção do patamar tarifário atual.

Ainda em sua proposta, a CRO se compromete a atuar em simultâneas frentes de trabalho, com foco nos pontos mais críticos: a rodovia dos Imigrantes (que contorna Cuiabá e Várzea Grande) e a região norte de Mato Grosso.

A Rota do Oeste ressalta, ainda, que parte das tratativas com o Poder Concedente é o pagamento integral das penalidades imputadas à Concessionária, com a possibilidade de reversão das mesmas em benefícios aos usuários da rodovia.

Conexão MT-PA

Sobre o assunto ‘Logística’, o Momento Agrícola também destaca a aprovação, pela ANTT, na última terça-feira (30). da publicação do edital de concessão referente ao sistema rodoviário composto pelas BR-163/230/MT/PA.

O leilão está previsto para ocorrer em 8 de julho de 2021, às 14h (horário de Brasília), na B3, em São Paulo (SP). De acordo com o planejamento, a rodovia deve iniciar em Sinop (479 km de Cuiabá) e seguir até Itaituba, no Pará.

Leia mais:  Mercados de algodão e milho, oportunidade na crise e ‘politicagem’ na pandemia são destaques no Momento Agrícola

O sistema rodoviário da BR-163/230/MT/PA compreende um total de 1.009,52 km de extensão, integrando o Centro-Oeste e Norte do Brasil. O trecho é considerado fundamental para o escoamento da produção da parte paraense da Região Norte e Norte da Região Centro-Oeste, além da ligação a terminais portuários do Arco Norte (Rio Tapajós) e ao terminal ferroviário de Rondonópolis (219 km de Cuiabá).

De acordo com os estudos, o trecho rodoviário é elemento fundamental para o desenvolvimento da região, viabilizando o escoamento de áreas produtor

Entrevistas

As entrevistas produzidas pelo Momento Agrícola e apresentadas nos três blocos seguintes abordam três temas de grande importância para o Agro.

Na primeira delas, o novo presidente da ABRASS, Gladir Tomazelli, discorre sobre “As Dores do Mercado de Sementes de Soja”. Na sequência, o tema é “A Indústria de Alimentos e a Pandemia”, com João Dornellas, presidente da ABIA. No último bloco, “O Mercado do Boi Gordo em 2021” é o tema abordado com Michel Torteli, da FINPEC.

Para ouvir o Momento Agrícola na íntegra, clique no link abaixo:

publicidade

Agronegócio & Produção

Momento Agrícola: Reflexão, perdas com chuva e seca, projeções e entrevistas são destaques

Publicado

Os recorrentes problemas com o escoamento da safra de soja no período chuvoso em Mato Grosso, as perdas em lavouras por causas climáticas, as projeções de boas colheitas e entrevistas são os destaques do Momento Agrícola deste sábado (15).

De autoria do produtor rural, agrônomo e consultor Ricardo Arioli, o programa é veiculado aos sábados pela rede de rádios do Agro e repercutido em forma de notícias e com o link do Soundcloud pelo Enfoque Business, também aos finais de semana.

Reflexão

Os problemas na colheita da soja em Mato Grosso renderam uma reflexão pelo Momento Agrícola. As situações negativas ocorrem em duas frentes: na colheita e no transporte da safra.

Dificuldades no transporte da safra durante período chuvoso é tema de reflexão.

O excesso de chuvas é o pivô destes problemas. Em primeiro lugar, as precipitações impedem que as máquinas adentrem nas lavouras para colher. Em segundo lugar, as chuvas danificam as estradas, dificultando o escoamento da produção.

Neste contexto, Ricardo Arioli faz um duro questionamento sobre a aplicação do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), cujos recursos são destinados, em parte, para manutenção das estradas.

Leia mais:  Momento Agrícola: O freio na Ferrogrão, prejuízo com chuvas, contratos e entrevistas são os destaques

Ainda quanto ao Fethab, Ricardo Arioli comenta sobre a atuação das entidades representativas do produtor rural em questões como esta. Vale a pena ouvir a abordagem, logo no início do primeiro bloco.

Perdas

Se em Mato Grosso os problemas são as chuvas em excesso, no Sul do Brasil a situação é inversa, com a estiagem causando perdas significativas nas áreas produtoras.

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, já determinou uma força tarefa para avaliar todas as situações e disponibilizar mecanismos, como o seguro agrícola e outras opções.

Este é outro tema abordado no Momento Agrícola, ainda no primeiro bloco.

Outras

O Momento Agrícola comenta outras notícias relevantes no ambiente do Agro. Um deles é que, apesar dos problemas climáticos, as previsões da CONAB e do USDA são de colheitas no Brasil bem acima do esperado pelo mercado.

Outro assunto abordado refere-se aos preços da arroba bovina negociados em São Paulo, que estão se mantendo acima dos R$ 330 desde o início do ano, motivados pela retomada das importações da China.

Leia mais:  Momento Agrícola: Impasse entre Brasil e EUA, biocombustíveis, agricultura digital são destaques da semana

Outras atrações do Momento Agrícola são as entrevistas. No segundo bloco, Arioli conversa com Odilon Lemos, da Embrapa, sobre “Oportunidades em Soja Não Transgênica”. No terceiro e no quarto blocos, respectivamente, os assuntos abordados são “Oportunidades em Feijões e Pulses”, com Marcelo Lüders, do IBRAFE; e “Quebramento e Apodrecimento de Vagens na Soja do MT”, com Leandro Zancanaro,

Para ouvir o Momento Agrícola na íntegra, clique abaixo:

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana