conecte-se conosco


Agronegócio & Produção

Momento Agrícola: ILPF, arroz de terras altas, cortes na Embrapa e mercado da carne suína são destaques

Publicado

O Momento Agrícola deste final de semana traz muitas informações sobre produção de soja, mercado mundial da carne suína e a parceria que está sendo firmada entre Embrapa e Universidade de Nottingham, do Reino Unido, para pesquisas sobre o sistema de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) e a diminuição do estresse por seca no arroz de terras altas.

Veiculado pela rede de rádios do Agro, o programa é produzido e apresentado pelo engenheiro agrônomo, produtor rural e consultor Ricardo Arioli, que também é presidente da Comissão de Cereais, Fibras e Oleaginosas da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

O Enfoque Business repercute o conteúdo do programa aos finais de semana.

(Ouça a íntegra do programa no link ao final do texto)

Sobre a parceria Embrapa e Universidade de Nottingham, o objetivo é disseminar o conhecimento brasileiro sobre o sistema ILPF, que poderá, entre outras tantas vantagens, representar ganhos para o cultivo do arroz de terras altas.

Ricardo Arioli lembra que a crise do arroz evidencia a importância do cereal, que é o segundo mais consumido no mundo (atrás apenas do milho), servindo de base alimentar para 2,4 bilhões de pessoas.

O aumento da população mundial e a escassez de água em várias regiões do planeta aponta para a diminuição da produção do tradicional arroz irrigado (alagado) e a ampliação das lavouras de arroz de terras altas (ou de sequeiro), o que pode significar uma nova tendência para a região Centro Oeste do Brasil, em especial o Mato Grosso.

Leia mais:  Momento Agrícola: Questões de carbono nos EUA e na UE, tributos e diálogos são destaques

Nesta edição do programa, Arioli destaca que o arroz de sequeiro pode chegar a uma produtividade de até 100 sacas/hectares. Por enquanto, o problema da cultura ainda é o custo da energia elétrica no uso de pivôs para irrigação, mas a solução pode estar na energia solar.

Cortes na Embrapa

O Momento Agrícola expõe a preocupação do setor produtivo com os cortes de R$ 116 milhões no orçamento da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.

O orçamento inicial da Embrapa para este ano é de R$ 277,5 milhões, mas será reduzido a R$ 156 milhões com os cortes anunciados pelo governo, o que comprometerá sensivelmente o custeio de despesas básicas como recursos humanos, energia e insumos.

A maior preocupação, porém, é o freio que os cortes representarão para as pesquisas, desenvolvimento e transferência de tecnologias, além da modernização da infraestrutura.

No programa, Arioli faz uma abordagem pontual sobre essa questão.

Carne suína

A Alemanha detectou um caso de peste africana em seu rebanho de suínos. Esta é uma situação que certamente trará reflexos importantes no mercado mundial de carne suína, considerando que a Alemanha é um dos principais produtores mundiais da proteína e vinha atendendo 14% da demanda da China, o maior consumidor do mundo.

Leia mais:  Momento Agrícola: Questões de carbono nos EUA e na UE, tributos e diálogos são destaques

Com a detecção do foco, países como Brasil, Argentina, Coréia do Sul, Japão e a própria China suspenderam suas importações de carne suína da Alemanha.

A situação é bem avaliada por Ricardo Arioli. Segundo ele, esta nova conjuntura significa que os chineses vasculharão o mercado mundial em busca por carne suína, recorrendo a países como Estados Unidos, Espanha, Dinamarca e Holanda, além do próprio Brasil, cuja produção vem crescendo significativamente.

Com o câmbio favorável (real desvalorizado frente ao dólar), o Brasil apresentará  preços mais competitivos para negócios com os chineses. Porém, será preciso ampliar o número de frigoríficos habilitados – que hoje são 16 – no Brasil.

Outras

Outros assuntos abordados por Ricardo Arioli no Momento Agrícola é a sua participação na reunião da Brado, empresa mantida pela Rumo S.A. e especializada em logística de transportes, principalmente envolvendo contêineres. A reunião acontecerá na próxima sexta-feira (25) e Arioli trará a público os resultados do encontro.

O programa também traz uma abordagem sobre o relatório de soja do IMEA, com Marcel Durigon, e a audiência pública sobre o Código Florestal no STF, com Rodrigo Justus, da CNA.

(Ouça a íntegra do programa no link a seguir)

publicidade

Agronegócio & Produção

Momento Agrícola: Questões de carbono nos EUA e na UE, tributos e diálogos são destaques

Publicado

A decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos que limita o poder da Agência de Proteção Ambiental daquele país, a divergência na União Europeia sobre carros a combustão, entrevistas e outros assuntos relevantes para o Agro são os destaques da primeira edição do Momento Agrícola deste mês de julho.

De autoria do produtor rural, agrônomo e consultor Ricardo Arioli, o programa é veiculado aos sábados pela rede de rádios do Agro e repercutido em forma de notícias e com podcast Soundcloud pelo Enfoque Business, também aos finais de semana.

Menos poder

A   primeira edição do Momento Agrícola neste segundo semestre do ano traz à baila uma decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos que limita o poder da Agência de Proteção Ambiental americana (EPA, na sigla em inglês) de regular as emissões de carbono das usinas de energia termelétricas do país.

Por seis votos a três, a corte definiu, em sua sessão na última quinta-feira (30), que nenhuma agência federal americana deve ter escopo de ação que não seja o explicitamente concedido por lei aprovada no Congresso. A decisão foi relacionada ao caso Virgínia Ocidental contra EPA.

Leia mais:  Momento Agrícola: Questões de carbono nos EUA e na UE, tributos e diálogos são destaques

Para o ministro-chefe da Corte, John Roberts, “limitar as emissões de dióxido de carbono em um nível que forçará uma transição energética é uma solução sensata, mas uma decisão de tal magnitude cabe ao Congresso”, escreveu, na decisão, que é considerada uma grande derrota para o presidente Joe Biden, que tentava retomar a agenda climática que havia sido suspensa durante o governo de Donald Trump.

UE e a Combustão

Ricardo Arioli comenta, também, sobre uma divergência na Comunidade Europeia envolvendo a redução de gases de efeito estufa.

A Alemanha discordou da aprovação, pela União Europeia, do projeto de proibir a venda de motores a combustão a partir de 2035 nos países do bloco.

O ministro das Finanças da Alemanha, Christian Lindner, afirmou durante em recente conferência (21 de junho) “que continuaria a haver nichos para motores a combustão” e que a proibição “estava errada”, daí a discordância do governo alemão.

Numa análise bastante sensata, os alemães entendem que acelerar a transição para carros elétricos pode criar problemas e obstáculos como montar uma rede de recarga rápida e ultrarrápida o mais pulverizada possível, levando à ampliação da demanda por metais para as baterias de íons de lítio e à oscilação (para cima) do preço das próprias baterias.

Leia mais:  Momento Agrícola: Questões de carbono nos EUA e na UE, tributos e diálogos são destaques

Outras

O Momento Agrícola traz considerações sobre questões estratégicas no Brasil, como a necessidade de importação de óleo diesel pelo País em razão de sua insuficiência nos processos de refino de petróleo. Há, neste particular, a possibilidade de importação direta de diesel por grandes produtores, o que resultaria em menor carga tributária, já que a operação aconteceria em drawback.

Ainda sobre combustíveis, Ricardo Arioli comenta sobre o ICMS dos combustíveis, que tem rendido muita polêmica entre os governadores dos estados.

Nos blocos seguintes, Arioli traz diálogos sobre “O Plano Safra 22-23”, com Antônio da Luz, da Farsul; “O Baixo Carbono da nossa Agropecuária”, com Roberto Giolo, da Embrapa; e “Nosso Agro e a Política”, com Anderson Galvão.

Para ouvir na íntegra o Momento Agrícola deste sábado, clique no podcast abaixo:

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana