conecte-se conosco


Agronegócio & Produção

Momento Agrícola: ‘Arroba e Prosa’, tecnologia da Embrapa, rebanho e entrevistas são destaques

Publicado

Questões relacionadas à pecuária são os destaques da primeira edição do Momento Agrícola neste mês de outubro.

De autoria do produtor rural, agrônomo e consultor Ricardo Arioli, o programa é veiculado aos sábados pela Rede de Rádios do Agro e repercutido em forma de notícias e com o link do Soundcloud pelo Enfoque Business, também aos finais de semana.

Arroba e Prosa

O Momento Agrícola deste sábado (02.10) começa tratando de um evento promovido pela Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat). E entidade realiza no próximo dia 5 de outubro, a partir das 20 horas (horário de Brasília), a transmissão da 3ª edição do ‘Arroba e Prosa’.

O tema da palestra será “Perspectivas do Agronegócio na Pós Pandemia” e trará Roberto Rodrigues, um dos principais nomes do agronegócio brasileiro, como palestrante.

O evento busca aproximar o espectador de assuntos de interesse não só de pecuaristas, mas da população em geral, porém com foco em temas relacionados à atividade pecuária.

Além de Roberto Rodrigues, participam o diretor financeiro da Acrimat, José João Bernardes; o presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Celso Nogueira; e a jornalista Dejane Arnhold.  O jornalista Luiz Patroni será o mediador do evento, que será transmitido pelo Facebook, Instagram e Youtube da Acrimat.

Leia mais:  Em Tangará: Senar-MT promove Dias de Campo sobre leite, frutas, hortaliças e flores

Monitoramento por satélite

Outro tema explorado pelo Momento Agrícola diz respeito a mais uma tecnologia da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.

Mapas de densidade Kernel mostrando a intensificação dos sistemas de produção na cadeia da soja em Mato Grosso, entre os anos-safra 2012/2013 e 2018/2019.

Pesquisadores da Embrapa e parceiros desenvolveram uma metodologia para o monitoramento por satélite, de forma remota e automática, da expansão das áreas com sistemas integrados de produção agropecuária. O mapeamento e os dados gerados possibilitam obter, anualmente, indicadores quantitativos sobre a adoção desses sistemas e, consequentemente, monitorar a expansão da intensificação sustentável no País.

A metodologia técnico-científica já permite detectar áreas com duplo cultivo (soja e milho ou algodão em sucessão, por exemplo) e com integração lavoura-pecuária (ILP).

IBGE e o rebanho bovino

Outro assunto importante relacionado à pecuária abordado no programa é o levantamento do rebanho bovino brasileiro divulgado essa semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Mato Grosso tem o maior rebanho do Brasil, com 32,7 milhões de cabeças e alta de 2,3% ante 2019.

Em 2020, o rebanho bovino nacional cresceu 1,5%, chegando a 218,2 milhões de cabeças, maior efetivo desde 2016. O Centro-Oeste respondeu por 34,6% do total (75,4 milhões). A maior alta foi na região Norte: 5,5%, ou mais 2,7 milhões de cabeças, somando 52,4 milhões. Mato Grosso segue líder, com 32,7 milhões de cabeças e alta de 2,3% ante 2019. Entre os municípios, São Félix do Xingú (PA), manteve a liderança com 2,4 milhões de cabeças e alta de 5,4%, no ano. São informações da Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM) 2020.

Leia mais:  Em Tangará: Senar-MT promove Dias de Campo sobre leite, frutas, hortaliças e flores

Ricardo Arioli faz, na sequência, uma análise pontual sobre o mercado global da carne. Vale a pena ouvir no link da SoundCloud ao final do texto.

Outros

Além das notícias comentadas, o Momento Agrícola traz as tradicionais entrevistas. No segundo bloco, o tema é “Os aumentos nos preços dos insumos agrícolas”, com Marcos Araújo, da Agrinvest;

No terceiro e no quarto blocos, os temas abordados são “As pautas Encalacradas do Agro no Congresso Nacional”, com Nilson Leitão, e “O uso de Drones na aplicação de defensivos: O Que Vem por aí”, com Hilário Thevenet.

Para ouvir o Momento Agrícola na íntegra, clique no áudio SoundCloud abaixo:

publicidade

Agronegócio & Produção

Em Tangará: Senar-MT promove Dias de Campo sobre leite, frutas, hortaliças e flores

Publicado

A Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), em parceira com o Sindicato Rural, realizará a partir desta sexta-feira (01.07), quatro Dias de Campo em Tangará da Serra.

Ao todo serão realizados 100 dias de campo em todo o estado. Os encontros iniciaram e junho e seguem até o dia 14 de julho, com o objetivo de divulgar os resultados já obtidos nas propriedades e reunir os produtores rurais atendidos. Por dia, até nove eventos serão realizados de forma simultânea pelo estado abrangendo as mais diversas cadeias produtivas atendidas pela ATeG em Mato Grosso. Dentre elas estão pecuária de leite, pecuária de corte, olericultura, piscicultura, fruticultura, floricultura, ovinocultura, apicultura etc.

Em Tangará da Serra, de acordo com o Supervisor da ATeG Senar, Thiago Salapata, os Dias de Campo iniciam nesta sexta-feira, dia 1º de julho, com “Bovinocultura de leite” e segue no sábado, 2, com ‘Floricultura’. Na segunda e terça-feira, dias 4 e 5, serão realizados os outros dois eventos, tratando sobre ‘Olericultura’ e ‘Fruticultura’.

Leia mais:  Em Tangará: Senar-MT promove Dias de Campo sobre leite, frutas, hortaliças e flores

“Tangará da Serra contém essas quatro cadeias já sendo assistidas pela Assistência Técnica e será presenteada com esses Dias de Campo”, afirma,

ao destacar que em todos os dias, além de temas específicos relacionados a cadeia, falarão também sobre primeiros socorros na zona rural.

“Em todos os Dias de Campo temos uma estação específica, que são os primeiros socorros, que a gente viu a necessidade no campo, pois muitas vezes os cuidados iniciais que possam ser feitos, aumentam as chances de a pessoa chegar com vida até o socorro médico ou evita um agravamento maior por causa de algum acidente com animais peçonhentos, algum envenenamento na propriedade que possa ocorrer, por exemplo”.

As atividades serão realizadas em propriedades rurais atendidas pela Assistência Técnica e Gerencial. A participação é aberta ao público e destinado a todos os produtores rurais – mesmo que não sejam atendidos pela ATeG – profissionais da área, parceiros e estudantes. Os interessados devem procurar o Sindicato Rural.

  • Data: 01/07 (sexta-feira):
Leia mais:  Em Tangará: Senar-MT promove Dias de Campo sobre leite, frutas, hortaliças e flores

DIA DE CAMPO “BOVINOCULTURA DE LEITE”

Horário: das 7h30 às 11h30

Local: Sítio São Gabriel/ Gleba São Paulo

 

  • Data: 02/07 (sábado)

DIA DE CAMPO FLORICULTURA

Horário: das 7h30 às 11h30

Local: Chácara Imperial/ Comunidade São José

 

  • Data: 04/07 (segunda-feira)

DIA DE CAMPO OLERICULTURA

Horário: das 7h30 às 11h30

Local: Chácara Santo Expedito/ Comunidade São José

 

  • Data: 05/07 (terça-feira)

DIA DE CAMPO FRUTICULTURA

Horário: das 7h30 às 11h30

Local: Sítio Dois Irmãos/ Comunidade Córrego das Pedras

 

(Fonte: Sindicato Rural de Tangará da Serra e Diário da Serra)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana