conecte-se conosco


Empresas & Produtos

Molduraria TGA: Tangará e região ganham empresa de molduras e quadros decorativos

Publicado

Quando se fala em ‘conjunto da obra’ se faz referência à totalidade conceitual e estética de algo a ser apreciado. Uma obra de arte se apresenta incompleta se não contar com uma boa moldura.

Usada primariamente para proteger obras de arte e objetos afetivos, a moldura tem a função extra de ajudar a compor o ambiente. Por isso, deve ser escolhida de acordo com o objeto a ser emoldurado e o local a ser decorado.

Em Tangará da Serra, o local certo para buscar molduras e quadros decorativos (já com imagens/gravuras) é a Molduraria TGA, inaugurada nesta quinta-feira (18.11), na rua José Alves de Souza (Rua 18), nº 129-N – Centro, cruzamento com rua Antônio Hortolani, próximo ao Sebrae.

Veja galeria de fotos da inauguração:

Imagens da inauguração da Molduraria TGA, quinta-feira (18.11), em Tangará da Serra

A Molduraria TGA é uma empresa nova, que vem para preencher uma lacuna no mercado, com foco em quadros decorativos, obras de arte, decoração e presentes. “Imagens, retratos, pinturas, tudo sempre foi muito valorizado. Mas, hoje isso está mais intenso, facilitado pela tecnologia. As pessoas fazem as suas próprias imagens, registram acontecimentos de suas vidas pessoais, de fatos importantes, de viagens, de paisagens, de cenas do cotidiano, enfim. E estes registros, que valem mais que palavras, são enriquecidos com molduras adequadas”, observa o proprietário da empresa, Reginaldo Vedoja.

Leia mais:  Frigoríficos de Tangará da Serra e Barra do Bugres são habilitados para exportar carnes para a China

Os tipos de molduras variam de clássicas a retrô, de modernas a coloridas e, claro, as discretas. “As molduras sempre estarão presentes nas decorações dos ambientes, nos  requintados e nos formais, nos descolados e nos domésticos”, diz o empresário. Ele acrescenta que o adereço – além de obras, quadros e retratos, também forma belos conjuntos com espelhos.

Contato

Para maiores informações sobre os serviços da Molduraria TGA, o contato é pelo telefone (65) 3326-3850; WhatsApp +55 65 9 9682-5007 e e-mail [email protected] A empresa também está no Facebook e no Instagram (Molduraria TGA).

publicidade

Empresas & Produtos

Cultivo de mudas de árvores nativas para reflorestamento é aposta de fazenda no MT

Publicado

A Fazenda Brilhante, em Tangará da Serra, Mato Grosso, aposta na preservação ambiental como fonte de matéria-prima para cultivar o viveiro de mudas de árvores nativas.

A propriedade com 2.400 hectares, toda preservada, dispõe de uma área excedente de 1.500 hectares que se encontra disponível para arrendamento em compensação florestal aos proprietários rurais da região do bioma do cerrado.

(Assista vídeo ao final do texto)

“As mudas cultivadas em seu habitat natural se desenvolvem melhor e dão frutos de melhor qualidade. Uma muda na vegetação nativa reúne mais de cem fungos diferentes que ficam em simbiose, protegendo-se um ao outro. E o resultado, são mudas mais saudáveis que irão se adaptar melhor ao replantio. Isso só é possível, ao cultivar o viveiro em meio a natureza”, explica o engenheiro agrônomo e proprietário da fazenda, Luís Fernando Castellotti.

A maior parte da vegetação nativa da fazenda é de cerrado, mas a região abrange também uma área de transição de biomas com a floresta amazônica. O viveiro tem mais de 20 mil mudas de mais de 70 espécies de árvores nativas, entre elas as frutíferas de pitomba, caju, graviola, jaboticaba e mangaba. Para disponibilizar comercialmente as mudas, são atendidas todas as exigências dos órgãos ambientais e Ministério da Agricultura.

Leia mais:  Carvalima celebra 32 anos de fundação: “Sua confiança é nosso maior presente”

A grande demanda surge de propriedades que precisam reflorestar para cumprir as exigências da Secretaria de Estado de Meio Ambiente. Luís Fernando Castellotti reside em São Paulo e mantém a área preservada há mais de 20 anos e também disponibiliza a propriedade para gerar créditos de compensação florestal, na modalidade de arrendamento, para outros produtores rurais que plantam suas lavouras e precisam cumprir com a exigências legais de preservação ambiental.

Além dos produtores rurais, as indústrias de biodiesel produzidos a partir do milho, de etanol e de calcário são os principais compradores do viveiro.

Natureza

A riqueza natural da propriedade inclui a nascente do Rio Formoso. O rio nasce na região de vegetação nativa, nas cabeceiras da Bacia do Prata, na Serra do Parecis, desaguando no Rio Sepotuba até chegar ao Rio Paraguai que abastece o Pantanal, a maior planície alagada do mundo tombada pela Unesco como patrimônio natural da humanidade.

A mata ciliar 100% preservada na nascente do Formoso, em um ponto de difícil acesso para a visitação, favorece a beleza impressionante da água limpa, cristalina e azul. A fonte brota entre as pedras, ganha corpo e forma uma grande piscina de água natural até a força da corredeira avançar mata adentro.  É uma das belezas naturais mais encantadoras de Mato Grosso.

Leia mais:  Movimentação do segmento de terraplanagem mostra aquecimento da construção civil em Tangará e região

Contatos

Luís Fernando Castellotti, engenheiro agrônomo e proprietário da fazenda: (11) 9 9970-7194

Filomeno, gerente da fazenda: (65) 9 9896-8254

Jornalista Daniela Santos (65) 9 8404-0541

(Por: Daniela Santos/Comunica Produção de Conteúdo)

Na sequência vídeo Comunica Produção de Conteúdo:

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana