conecte-se conosco


Cidades & Geral

LUTO: Renan Coelho será velado a partir das 13hs, na escola José Nodari; Sepultamento será amanhã, às 09hs

Publicado

O corpo do repórter Renan Coelho (foto), falecido na madrugada desta segunda-feira (01/03), será velado a partir das 13hs de hoje, no ginásio da escola José Nodari, em Tangará da Serra, segundo confirmou agora a pouco a direção da TV Cidade Verde.

A emissora também informou que o sepultamento se dará amanhã, às 09hs, no Cemitério Jardim da Paz. No velório, o horário da noite será reservado exclusivamente à família.

Renan Coelho, de 54 anos, faleceu em decorrência de complicações nos rins advindas possivelmente de um quadro anterior de Covid-19, o que exigiu sessões de hemodiálise. Ele estava internado há cerca de uma semana, num hospital particular da cidade. Na última quinta-feira, seu quadro de saúde se agravou e, debilitado, não resistiu e veio a falecer na madrugada dessa segunda-feira.

Renan era um dos mais experientes profissionais da imprensa de Tangará da Serra. Atuou como repórter e apresentar na extinta TV Terra, no SBT, Rede TV e Band. Atualmente, era repórter na TV Cidade Verde.

Leia mais:  Tangará da Serra celebra 46 anos nesta sexta com ao menos quatro grandes demandas

Agora pela manhã, o Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso emitiu nota de pesar, conforme a seguir:

O Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor-MT), através do Núcleo de Tangará da Serra, lamenta o falecimento do profissional Renan Coelho, repórter da TV Cidade Verde, de Tangará da Serra, ocorrido nesta madrugada (01/03/2021).

Profissional exemplar e pai de família, Renan era muito estimado entre os colegas de Imprensa e gozava de grande prestígio junto à comunidade tangaraense em virtude de sua personalidade e postura profissional.

À família enlutada, aos colegas e amigos, o Sindjor-MT deixa suas condolências pela irreparável perda.

publicidade

Cidades & Geral

Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

Publicado

Uma forte e extensa massa de ar frio atinge o Brasil a partir de domingo (15) causando acentuada queda de temperatura em diversas regiões. A partir do dia (16), a massa de ar frio se desloca rapidamente pelo Sul avançando para áreas das regiões Centro-Oeste e Sudeste e, durante à noite, chega aos estados de Rondônia e Acre, causando o segundo episódio de friagem.

Em Mato Grosso, o frio poderá ser recorde a partir da noite de quarta-feira (18), com mínimas de 7°C na capital, Cuiabá, e de 5° C em Tangará da Serra. Na quinta-feira, os termômetros poderão apontar 4°C na cidade da Serra de Tapirapuã (Veja imagem abaixo).

A friagem deverá persistir por até uma semana, segundo previsões nos principais sites especializados em meteorologia do país, como o Clima Tempo, o Cptec/Inpe e o Inmet.

A figura a seguir, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), apresenta a previsão de temperatura mínima no início da manhã dos dias 18 e 19 (quarta-feira e quinta-feira).
Tons em azul e roxo indicam áreas com previsão de temperatura mínima menor que 12°C. Destaque para áreas das Serras Gaúcha e Catarinense e no Planalto Sul do Paraná, sudeste de Minas Gerais e Serra da Mantiqueira onde as temperaturas deverão ser negativas.

Leia mais:  Governador autoriza licitação do primeiro lote de pavimentação da MT-358, no Chapadão

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana