conecte-se conosco


Infraestrutura & Logística

Infraestrutura aeroportuária: Governo lança licitação para ampliação do aeroporto de Cáceres

Publicado

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística publicou, nesta terça-feira (11.02), a licitação para reforma e ampliação do Aeroporto Nelson Martins Dantas, em Cáceres. Orçada em R$ 6.692.193,34, está prevista a realização de obras para construção do terminal de passageiros e também fornecimento e instalação de materiais, equipamentos e sistemas de auxílio à navegação.

A primeira licitação lançada pela Sinfra-MT em 2022 será realizada na modalidade de Regime Diferenciado de Contratação (RDC), do tipo menor preço e em dois lotes: um para as obras do terminal (Lado Terra) e outra para a aquisição de equipamentos e sistemas (Lado Ar).

Entre os equipamentos previstos para serem adquiridos, estão sinalização horizontal, balizamento luminoso, sinalização vertical, farol de aeródromo, biruta iluminada, PAPI (sistema de auxilio visual à navegação) e iluminação do pátio de aeronaves. A reforma do terminal inclui serviços de drenagem, construção de estacionamento de veículos e sinalização.

A reforma do Aeroporto, que foi inaugurado em 1997, irá fomentar a aviação regional em Cáceres, com a possibilidade de receber voos comerciais, inclusive no período noturno.

Leia mais:  Suspensão de liminar restaura processos para reativação das navegações na hidrovia Paraguai/Paraná

O Governo de Mato Grosso também está formalizando um convênio com a Prefeitura de Cáceres, para a execução de microrrevestimento asfáltico das pistas de pouso, decolagem, de táxi e do pátio de estacionamento do aeroporto. Para a realização dessa obra, a Sinfra-MT deverá repassar R$ 400 mil para o município.

Programa Mais MT Aeródromos

Lançado em agosto de 2021, o Programa Mais MT Aeródromos prevê investimentos de quase R$ 100 milhões em 28 aeródromos de Mato Grosso.

Desde então, a Sinfra-MT já celebrou oito termos de cooperação com as prefeituras, sendo quatro para encontrar um local para instalação de um novo sítio aeroportuário, nos municípios de Alto Araguaia, Itiquira, Nova Canaã do Norte e em Poconé, sendo este último, para um aeroporto na região de Porto Jofre, como forma de fomentar o turismo.

Outros quatro termos foram celebrados com Diamantino, São Félix do Araguaia, Vila Rica e Primavera do Leste, para elaboração de projetos para melhorias nos aeródromos dos municípios.

Além de Cáceres, mais seis cidades devem firmar convênios com a Sinfra-MT para realização de obras de melhoria na infraestrutura. O Estado deverá repassar R$ 43 milhões para Água Boa, Canarana, Confresa, Matupá, Porto Alegre do Norte e Brasnorte. Entre os serviços previstos nos convênios estão construção de cerca patrimonial, pavimentação de pistas e aquisição de equipamentos.

Leia mais:  Mauro Mendes promete retomada das operações do Porto de Cáceres no primeiro semestre

Nos próximos dias, a Sinfra-MT também deve lançar licitação para ampliação e pavimentação da pista do aeroporto de Juara e, no começo deste ano, o Ministério da Infraestrutura autorizou a realização do processo licitatório para recuperação da pista e aquisição de equipamentos para o Aeroporto de Tangará da Serra.

(Fonte: SINFRA-MT)

publicidade

Infraestrutura & Logística

MT-240: rescisão com empreiteira é publicada pelo governo no diário oficial do estado

Publicado

O governo estadual – através da Secretaria de Estado de infraestrutura (SINFRA-MT) – formalizou o rompimento do contrato com a Construtora Centro Leste S/A, que era responsável pelas obras de pavimentação da rodovia MT-240, entre Tangará da Serra e Santo Afonso.

O rompimento foi oficializado na edição de ontem (quinta, 20), com publicação do extrato de rescisão unilateral do contrato 023/2021/06/01/SINFRA no Diário Oficial do Estado (imagem acima).

Segundo Edilson Sampaio, que coordena as obras pela Associação dos Produtores da MT-240, o contrato foi rescindido por problemas técnicos na execução dos trabalhos. “Houve duas notificações para que a empresa regularizasse suas operações, mas o governo e a associação optaram pela substituição. Temos uma responsabilidade muito grande com os produtores e os cidadãos que vivem naquela região”, esclareceu.

Anseio antigo

Sampaio destaca que a pavimentação da MT-240 é um anseio antigo dos municípios de Tangará da Serra e Santo Afonso. “A produção agropecuária daquela região tem apresentado índice elevado de crescimento. São mais de 15 mil hectares cultivados de soja e milho, mais a pecuária de corte, e a tendência é de um crescimento ainda maior… Então, a responsabilidade é muito grande e por isso foi tomada esta providência”, disse.

Edílson: “A responsabilidade é muito grande e por isso foi tomada esta providência”.

Edilson citou, ainda, que a região também conta com o assentamento Nossa Senhora Aparecida, que reúne cerca de 70 famílias de pequenos agricultores que produzem hortifrutigranjeiros, lavoura branca, além de frangos, leite e pequenos animais.

Leia mais:  Mauro Mendes promete retomada das operações do Porto de Cáceres no primeiro semestre

Consórcio

A rescisão do contrato com a Centro Leste, na prática, já ocorreu em dezembro. Com isto, a SINFRA-MT prepara a documentação do consórcio ENPA/LCM, que deverá assumir nos próximos dias as obras de pavimentação da MT-240. A nova empresa é a terceira colocada no certame licitatório realizado pelo Estado para execução dos trabalhos.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana