conecte-se conosco


Cidades & Geral

Imagens: Calor e ausência de chuvas pressionam abastecimento em Tangará da Serra

Publicado

As altas temperaturas e a ausência de chuvas em bom volume insistem em se manter sobre a região de Tangará da Serra. Nestas condições, o que se percebe é a baixa rápida dos níveis de água bruta para abastecimento urbano, o que reforça a necessidade de economia por parte da população.

(Veja vídeos a seguir)

Vídeos e imagens produzidos pelo Enfoque Business, do último sábado, mostram que os níveis das três represas da Estação de Captação, Tratamento e Distribuição (ETA Queima Pé) estão muito baixos, apesar do reforço recebido na represa Sitna com a transposição do rio Russo. “Estamos na expectativa das chuvas”, disse o diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), Heliton de Oliveira.

A meteorologia mostra, por enquanto, uma situação de desalento. As previsões de chuvas para esta semana são muito tímidas, praticamente nulas. Em contrapartida, as temperaturas máximas girarão em torno dos 40 graus celsius, com sol inclemente.

As mínimas, verificadas sempre nas madrugadas, não baixam dos 22ºC. A umidade relativa do ar segue em baixa, entre 11% e 42%.

Leia mais:  Clubes de Serviço: Rotary de Tangará da Serra iniciam nesta quinta-feira as trocas de diretorias

Situações climáticas semelhantes são vivenciadas em Barra do Bugres e Campo Novo do Parecis e, também, em Cuiabá. Na capital, a previsão é de calorão de 42ºC ao longo da semana.

 

 

publicidade

Cidades & Geral

Feira do Centro oferece duas atrações típicas do Brasil e valiosas para a saúde e a culinária

Publicado

Domingo, como reza a tradição, é dia de Feira em Tangará da Serra. E dois produtos muito atrativos na Feira do Produtor do Centro são as castanhas de caju e do Pará. As duas são alimentos saudáveis e compõem receitas extraordinárias, como nos links ao final do texto.

A castanha-do-pará é rica em proteínas, fibras, selênio, magnésio, fósforo, zinco e vitaminas do complexo B e vitamina E. Também fornece antioxidantes ao organismo, promovendo a diminuição do colesterol total. Melhora o sistema imunológico e ajuda a prevenir alguns tipos de câncer, como de mama, próstata e cólon.

Contribui para a saúde do cérebro e mantém o cabelo e as unhas saudáveis. Reduz a pressão alta, ajuda a regular a tireoide e é excelente fonte de energia.

Já a castanha-de-caju vem do fruto do cajueiro e é rica em antioxidantes, gorduras boas e minerais. Ajuda a prevenir o desenvolvimento de doenças do coração e anemia, além de melhorar a saúde da pele, unhas e cabelo. Segundo especialistas, consumir cerca de 30 gramas de castanha de caju por dia é uma alternativa para complementar os nutrientes consumidos diariamente.

Leia mais:  Crédito de R$ 200 mil para serviços cartorários viabilizará escrituração de área do aeroporto

Castanhas nos boxes

A castanha-do-pará oferecida na Feira do Centro é proveniente da região de Juína e de outras cidades e localidades da região norte do estado. Já a castanha de caju vem, principalmente, da região Nordeste do Brasil.

São comercializadas em vários boxes do setor de hortifruti, em especial nos boxes 16-C, de Elieder Santos; 21-A, de Francisco da Silva; 23-A, de Eliane Resende; e 42-A, de Elton Pereira.

Veja, a seguir, receitas com as duas castanhas:

https://www.receiteria.com.br/receitas-com-castanha-do-para/

https://www.receiteria.com.br/receitas-com-castanha-de-caju/

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana