conecte-se conosco


Cidades & Geral

Governo avalia situações de Diamantino e outros 11 municípios afetados pelas fortes chuvas

Publicado

Equipes integradas do Governo de Mato Grosso percorrem os municípios mato-grossenses afetados pelas fortes chuvas deste início de ano para avaliar possíveis danos e auxiliar as famílias. Uma das medidas é a homologação de situação de emergência, que permite acesso a recursos federais pelos municípios. Além disso, são distribuídos alimentos, colchões, cobertores e medicamentos.

Relatório da Defesa Civil confirma que, além de Diamantino e outros 11 municípios – Água Boa, Confresa, Gaúcha do Norte, Luciara, Nova Bandeirantes, Paranatinga, Porto Alegre do Norte, Santa Terezinha, São Félix do Araguaia, Vila Bela da Santíssima Trindade e Vila Rica – já decretaram situação de emergência.

Em Diamantino, doações serão entregues na próxima segunda-feira (28.02), com o apoio de servidores da prefeitura e da Setasc.

Os Planos de Respostas e de Trabalho, produzidos pelos agentes da Defesa Civil de Mato Grosso, já foram registrados no sistema para análise do Governo Federal com o intuito de assegurar recursos financeiros para essas localidades. O dinheiro deve ser utilizado pelas prefeituras para a recuperação de pontes e estradas.

Leia mais:  Tangará da Serra celebra 46 anos nesta sexta com ao menos quatro grandes demandas

Em Diamantino (a 208 km a médio-norte de Cuiabá), um dos municípios mais atingidos (foto topo) pelas fortes chuvas que caíram, entre janeiro e fevereiro deste ano, cerca de 80 famílias ficaram desalojadas e outras 5 desabrigadas por causa dos alagamentos. Coube à Defesa Civil Estadual encaminhá-las para o Centro Comunitário e hotéis na cidade.

Também foi feita a aquisição de colchões para entregar às famílias, com investimento de R$ 17 mil do governo estadual. A doação será entregue na próxima segunda-feira (28.02), com o apoio de servidores da prefeitura e da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

As famílias das comunidades rurais de Vila Bela da Santíssima Trindade (a 527 km a oeste da Capital) que ficaram isoladas devido ao bloqueio das estradas cobertas pelas águas já estão recebendo o mesmo auxílio. Os técnicos destacam que durante o atendimento, não foi registrado nenhum caso grave de pessoas feridas ou de óbitos e apenas registro de danos materiais, como móveis e eletrodomésticos.

Somando as entregas para Diamantino e Vila Bela, serão doadas 400 cestas básicas por meio do Programa Ser Família Solidário e entregues 400 cobertores a partir do Ser Família Aconchego, ambos coordenados pela primeira-dama Virginia Mendes. O monitoramento aos municípios continua, assim como as ações de assistência às famílias durante todo período de chuvas intensas em Mato Grosso.

Leia mais:  Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

(Redação EB, com Secom-MT)

publicidade

Cidades & Geral

Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

Publicado

Uma forte e extensa massa de ar frio atinge o Brasil a partir de domingo (15) causando acentuada queda de temperatura em diversas regiões. A partir do dia (16), a massa de ar frio se desloca rapidamente pelo Sul avançando para áreas das regiões Centro-Oeste e Sudeste e, durante à noite, chega aos estados de Rondônia e Acre, causando o segundo episódio de friagem.

Em Mato Grosso, o frio poderá ser recorde a partir da noite de quarta-feira (18), com mínimas de 7°C na capital, Cuiabá, e de 5° C em Tangará da Serra. Na quinta-feira, os termômetros poderão apontar 4°C na cidade da Serra de Tapirapuã (Veja imagem abaixo).

A friagem deverá persistir por até uma semana, segundo previsões nos principais sites especializados em meteorologia do país, como o Clima Tempo, o Cptec/Inpe e o Inmet.

A figura a seguir, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), apresenta a previsão de temperatura mínima no início da manhã dos dias 18 e 19 (quarta-feira e quinta-feira).
Tons em azul e roxo indicam áreas com previsão de temperatura mínima menor que 12°C. Destaque para áreas das Serras Gaúcha e Catarinense e no Planalto Sul do Paraná, sudeste de Minas Gerais e Serra da Mantiqueira onde as temperaturas deverão ser negativas.

Leia mais:  Tangará da Serra celebra 46 anos nesta sexta com ao menos quatro grandes demandas

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana