conecte-se conosco

Saúde Pública

1º Lote da vacina chega em Mato Grosso às 16h35, com primeira dose aplicada ainda hoje

Publicado

O primeiro lote da vacina Coronavac chegará no Estado às 16h35, em um voo da empresa Latam. Serão 65,7 mil doses, que irão contemplar 32,5 mil pessoas, já que o lote é para as duas doses.

Assim que a vacina chegar, ela será escoltada por agentes da Polícia Federal até o Centro de Distribuição do Governo do Estado. A previsão é que entre a chegada da vacina e a entrega para a Secretaria de Estado de Saúde decorra um prazo de duas horas.

Quando a vacina chegar no Centro de Distribuição será feita a separação do medicamento para o envio aos municípios, que começará nas primeiras horas desta terça-feira (19).

Todo o processo irá obedecer o grupo prioritário estipulado pelo Ministério da Saúde. Além disso, a secretaria também deverá analisar a quantidade de vacinas pelo número de pessoas desse grupo, já que o total enviado nesse momento para o Estado não é suficiente para atender toda a demanda.

“Esses dados estão todos sendo levados em consideração pelos nossos técnicos para que possamos fazer o encaminhamento da vacina. O procedimento será tanto por via área como terrestre, para agilizar a entrega”, explicou o secretário Gilberto Figueiredo, que participou, na manhã desta segunda-feira (18), em Guarulhos (SP), do ato do Ministério da Saúde, de entrega simbólica da medicação aos estados.

Leia mais:  Progresso é a primeira localidade do interior a registrar contaminação; Número cresce 122% em 06 dias em Tangará

Campanha Nacional

Cumprindo com o que determinou o Ministério da Saúde, o Governo de Mato Grosso aplicará  a primeira vacina em um mato-grossense ainda nesta segunda-feira (18). O local e horário deverão ser informados no início da tarde de hoje.

(Secom-MT)

publicidade

Saúde Pública

Vacinas: Mendes e outros oito governadores querem ajuda americana para compra direta

Publicado

O governador Mauro Mendes pediu o auxílio do embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, para que Mato Grosso e os oito estados que compõem a Amazônia Legal possam fazer a aquisição direta de vacinas contra a covid-19.

O pedido foi feito na manhã desta sexta-feira (05.03), durante reunião do Consórcio Interestadual da Amazônia Legal com o embaixador. Também endossaram a solicitação os governadores Gladson Cameli (Acre), Waldez Góez (Amapá), Wilson Lima (Amazonas), Flávio Dino (Maranhão), Helder Barbalho (Pará), Marcos Rocha (Rondônia), Antonio Denarium (Roraima) e Mauro Carlesse (Tocantins).

“Nós vimos com muita boa vontade quando vosso presidente anunciou que até maio pretende atingir a vacinação de grande parte de sua população. Vocês têm grandes laboratórios, grande capacidade de produzir. Queremos pedir a sua ajuda, enquanto embaixador, junto ao governo americano, para que ele possa negociar conosco, com o Consórcio da Amazônia Legal – que presta serviços importantes na área ambiental ao planeta – uma quantidade expressiva de vacinas que nós queremos comprar. E aí o governo americano, atingindo a meta de vacinação, possa nos auxiliar a comprar essas vacinas para atender a parte dos brasileiros que vivem aqui na Amazônia Legal”, solicitou Mauro Mendes.

Pedido foi feito diretamente ao embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman.

O chefe do Executivo de Mato Grosso ressaltou que os estados que compõem o consórcio fazem um grande trabalho para a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável não só do Brasil, mas de todo o mundo – bandeira que tem sido defendida pelo atual presidente americano, Joe Biden.

Leia mais:  Equipe da FAMVAG assume sexta-feira no Hospital Municipal; Juiz declara unidade apta a receber pacientes com Covid-19

“O senhor deixou muito claro que vai ter um diálogo com o Governo Federal, mas também com os governos estaduais. Os 9 estados amazônicos têm o maior ativo ambiental desse país e um dos maiores ativos ambientais do planeta. A floresta amazônica que nós temos aqui é um patrimônio do nosso país e presta grandes serviço ao planeta e a toda a humanidade. Nós queríamos pedir um gesto de boa vontade dos EUA nessa questão da pandemia”, destacou.

O embaixador Todd Chapman respondeu que irá auxiliar os estados a estreitar o relacionamento com o governo americano para possibilitar essas aquisições.

“Nós estamos completamente abertos para oferecer as melhores vacinas do mundo, com as melhores tecnologias que existe. Queremos trabalhar com vocês e cumprir com as normas legais do país. Entendo que essa é a prioridade número 1 dos governadores é a saúde de sua gente”, declarou.

Desde o ano passado, o governador Mauro Mendes tem buscado comprar vacinas de forma direta para Mato Grosso, tendo conversado com os institutos e empresas que fabricam imunizantes em todo o mundo, mas por enquanto só há negociação com governos federais. Nesta semana, o gestor visitou a fábrica da vacina russa Sputnik V.

Leia mais:  COVID-19: País encosta nos 16 mil casos e soma 800 óbitos; Em MT, número de infectados cresce 15%

O gestor também tem buscado as vias diplomáticas, mantendo conversas com a embaixada da China e com o Instituto Sociocultural Brasil-China (Ibrachina).

(Assessoria SES-MT)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana