conecte-se conosco


Cidades & Geral

Feira do Centro oferece um rico legume que realça o sabor em molhos, saladas e assados

Publicado

Ele vai bem em pratos quentes, em carnes de paneja, molhos e refogados, em assados e, também, em saladas e outros pratos frios. Também pode figurar como ‘ator principal’ quando é recheado e levado ao forno, na panela ou na brasa. Este é o pimentão, que pode ser encontrado em fartura e qualidade na Feira do Produtor do Centro, em Tangará da Serra.

“Esta é outra atração da nossa agricultura familiar aqui na Feira do Centro”, diz o presidente da Associação dos Feirantes, Valdeci Ferraz Aquino, em frente ao box 17-D, de Neuza e Adeonir Dallaroza, que produzem o legume no Distrito de Progresso, assim como outros vários feirantes do setor de hortifrutis da Feira Central.

O box dos Dallaroza (foto abaixo) recebeu, no domingo, a visita do parente Rogério Antônio Bertoncello, morador do estado de São Paulo. O visitante, vale destacar, se disse impressionado com a fartura, variedade e movimentação do maior mercado público de Tangará da Serra. “Bonito de ver”, comentou.

Leia mais:  Sinal 5G começará a funcionar em Brasília na quarta-feira; No MT, prazo é para setembro

Legume oriundo da América Central, o pimentão é vistoso, graúdo e cheiroso. Pode ser encontrado nas cores verde, amarela e vermelha, dependendo do seu estágio de maturação. É aí, no ponto de maturação, que variam os seus benefícios.

Benefícios em escala

Quando verde, o pimentão é rico em vitamina E, carotenoides e betacaroteno, que ajudam o organismo na prevenção de cataratas e câncer de próstata, de pulmão, de intestino e de garganta. Além desses benefícios, é fonte de vitaminas do complexo B, minerais (potássio, fósforo, magnésio e cálcio), ácidos graxos insaturados e bioflavonoides, componentes com propriedades antioxidantes.

Quando o pimentão atinge a cor amarela, contém muita vitamina C. Apenas 100 gramas dele correspondem a 200% da quantidade mínima de ingestão diária recomendada desta vitamina. Possui ação expectorante, descongestionante, antibacteriana, indutor de termogênese (transforma parte das calorias dos alimentos em calor), agindo como uma ‘aspirina’ natural. Também trabalha na dissolução de coágulos sanguíneos.

Já o pimentão vermelho é rico em antioxidantes – como o licopeno – que contribuem para a redução de problemas cardiovasculares. Também rico em vitaminas C e E, o vermelho é o tipo de pimentão que apresenta maiores valores de ácido ascórbico e betacaroteno. Seu consumo é indicado para pessoas com diabetes por suas propriedades hipoglicêmicas, e também para aliviar os sintomas de quem sofre de psoríase.

Leia mais:  Feira do Centro oferece duas atrações típicas do Brasil e valiosas para a saúde e a culinária

No link a seguir, mais de 100 receitas com pimentão:

https://www.receiteria.com.br/receitas-com-pimentao/

publicidade

Cidades & Geral

Sinal 5G começará a funcionar em Brasília na quarta-feira; No MT, prazo é para setembro

Publicado

Brasília será a primeira capital do país a ter a rede 5G em funcionamento na telefonia móvel. Segundo o conselheiro e vice-presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Moisés Moreira, o sinal será liberado em Brasília nesta quarta-feira (6).

Em participação no evento Teletime Inc, em São Paulo, o grupo técnico da Anatel encarregado de avaliar a desocupação da faixa de 3,5 gigahertz (GHz) aprovou a ativação do sinal 5G na capital federal no fim da tarde de hoje (4). Segundo Moreira, as próximas capitais a terem a tecnologia liberada serão Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo, sem data prevista por enquanto.

Moreira preside o grupo da Anatel responsável pela liberação das frequências 3,5 GHz, por onde transitará o sinal da telefonia 5G. Atualmente, essa faixa ainda está ocupada por empresas de antena parabólica que operam com a tecnologia Banda C e estão atrasadas com a migração para outra frequência, chamada de Banda Ku.

Originalmente, o edital do leilão do 5G, realizado em novembro do ano passado, previa que todas as capitais deveriam ser atendidas pela telefonia 5G até 31 de julho. No entanto, problemas com a escassez de chips e com atrasos na produção e na importação de equipamentos eletrônicos relacionados à pandemia de covid-19 provocaram atrasos no cronograma.

Leia mais:  Sinal 5G começará a funcionar em Brasília na quarta-feira; No MT, prazo é para setembro

O prazo para o funcionamento do 5G em todas as capitais passou para 29 de setembro. Segundo Moreira, o lançamento da rede 5G em Brasília servirá como teste, com a Anatel e as operadoras instalando filtros anti-interferência. Também está prevista a distribuição de decodificadores da Banda Ku à população de baixa renda que usa antenas parabólicas antigas que operam na Banda C.

(Agência Brasil)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana