conecte-se conosco


Cidades & Geral

Feira do Centro oferece um alimento vindo do Oriente e que caiu nas graças do brasileiro

Publicado

É possível viajar no tempo quando se estuda as origens de muitos alimentos que vão à mesa do consumidor.

Hoje, muitas famílias brasileiras levam à mesa alimentos que há 5 mil anos já eram consumidos por civilizações antigas, como a Suméria, ou pelo rei Sargão da Arcádia, há mais ou menos 2.300 anos antes de Cristo. Não é difícil imaginar o rei Nabucodonosor (o babilônico que ficou temporariamente louco, como castigo divino, em razão de seu egoísmo) banqueteando-se com um belo cozido de cenoura com carneiro assado.

Não fugindo à regra de quase todas as hortaliças, a cenoura é altamente benéfica à saúde humana.

A propósito (histórias e devaneios à parte), a cenoura é um desses alimentos com origem nos tempos mais remotos que está sempre presente da Feira do Centro em fartura e qualidade, no setor de hortifrutis.

Longo caminho

Registros históricos indicam que a cenoura tem suas origens no Oriente, provavelmente na antiga Mesopotâmia, na Babilônia e, talvez, até numa vasta porção continental desde o Afeganistão até a Índia. Naquele tempo – num período que remonta a 5 mil anos, até o início da era Cristã – as raízes de cenoura das variedades orientais eram roxas, vermelhas ou amarelas.

Leia mais:  Feira do Centro oferece um riquíssimo alimento conhecido pelo homem há 6 mil anos

Da sua região de origem, a cenoura espalhou-se pelo Oriente Médio, passando a ser largamente consumida. Trilhou caminhos pela Arábia e pelo norte da África até chegar à península Ibérica, por volta do século X.

Benefícios no Brasil

A cenoura chegou ao Brasil pelas mãos dos portugueses e suas primeiras plantações datam do século XIX. Apresenta bom desenvolvimento sob clima ameno, por isso começou a ser produzida em solo brasileiro nas áreas mais frescas, como em São Paulo, Minas Gerais e Paraná.

Não fugindo à regra de quase todas as hortaliças, a cenoura é altamente benéfica à saúde humana. É rica em sais minerais (ferro e cálcio), vitaminas K, A, C, E, do complexo B e tem poucas calorias. Ajuda na saúde dos olhos, pele e até do cérebro, além de ter influência positiva no colesterol.

A hortaliça é versátil e vai bem em lanches, saladas, caldos, cremes e até mesmo em pratos doces. Na sequência, link com nada menos que 70 receitas com cenoura.

70 receitas com cenoura para aprender a usar esse vegetal

Leia mais:  Estrada entre Arenápolis e Nortelândia será duplicada; Licitação já lançada pelo Governo
publicidade

Cidades & Geral

Feira do Centro oferece um riquíssimo alimento conhecido pelo homem há 6 mil anos

Publicado

Entre tantos produtos de destaque da Feira do Produtor do Centro, o leite natural é um deles. Este produto de origem animal e seus derivados, integram um grupo de alimentos essenciais na alimentação. É rico em cálcio e proteínas e, também, é importante fonte de fósforo, potássio, sódio e vitaminas.

O leite faz parte da alimentação das pessoas já na infância, compondo a dieta humana há 6.000 anos, desde o período Neolítico (idade da pedra polida), quando o homem se sedentarizou.

Segundo especialistas em nutrição, o consumo de leite é importante em todas as idades, pois contém cálcio, com alta biodisponibilidade. Faz bem aos ossos e ao coração, previne a depressão e auxilia no crescimento, ajuda na formação da massa muscular e contribui para perda de peso nos casos em que a balança aponta excesso.

Valdeci, com a esposa Cleide: Tradição na produção e comercialização de leite natural e derivados.

Seu consumo adequado ao longo da vida permite manter a densidade óssea, protegendo contra doenças como a osteoporose. De quebra, contribui para a qualidade do sono, controla a diabetes, hidrata o organismo, melhora a pressão arterial e regula a flora intestinal.

Leia mais:  Feira do Centro oferece um riquíssimo alimento conhecido pelo homem há 6 mil anos

Não é verdade que o leite de vaca contém hormônios injetados no animal. O leite natural é, isso sim, um alimento completo, absolutamente saudável e muito bem aceito pelas crianças.

É ingrediente fundamental da gastronomia, compondo diversas receitas. Veja no link: https://www.receitasnestle.com.br/blog-post/receitas-com-leite.

Onde

Na Feira do Centro, o leite natural e seus derivados são destaque Box-81, de Valdeci Ferraz Aquino e família. Com propriedade no Acampamento (Linha 12), Valdeci, preside a Associação dos Feirantes e é o gestor do mercado público. Em seu box, ele comercializa, além do leite natural, derivados como queijos, doce pastoso, doce em cubos, nata e a tradicional ‘cachorrada’, um delicioso doce semelhante à ambrosia, porém sem ovos.

O leite natural e os queijos também podem ser encontrados nos boxes 5-A (Pedro José de Freitas), 6-A (Neide Cristina), 9-A (Flávio e Sandra Freitas), 10-A (Sônia Freitas) e 51-A (Fábio Hipólito), todos com propriedades no Córrego das Pedras. Nos boxes 20-A e 51-A, Osvaldir Bandiera e Edson Cabral de Souza também oferecem leite e queijos vindos do Acampamento e da Gleba Bandeirantes.

Leia mais:  Aeroporto Regional: “Previ isso ano passado”, disse Mendes, sobre falta empreiteiras no MT

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana