TANGARÁ DA SERRA

Cidades & Geral

Feira do Centro oferece os benefícios de hortaliça da época, com origem na Ásia Menor

Publicado em

Quarta-feira é dia de Feira em Tangará da Serra. E o principal mercado público da cidade abre seus portões novamente amanhã (quarta, 03) para receber o consumidor tangaraense e regional para oferecer uma grande variedade de alimentos vindos da agricultura familiar.

“No setor de hortifrutis, a Feira do Produtor do Centro tem ótimas opções de alimentos frescos, da época, com muita qualidade e bons preços”, diz o presidente da Associação dos Feirantes e gestor da Feira, Valdeci Ferraz Aquino. Ele aponta a couve-flor como uma dessas opções.

Hortaliça da mesma família do brócolis, a couve-flor é uma hortaliça originária da Ásia Menor, região da Turquia, entre os mares Negro e Mediterrâneo. Veio para o Brasil na época do descobrimento da América (Séc. XVI), após ser adotada na culinária europeia. Ela pode ser usada cozida, frita e até assada, em saladas, purês, bolinhos, sopas e em acompanhamentos de carnes e massas. (Veja 74 receitas com couve-flor em link ao final do texto)

Na Feira do Centro, pode ser encontrada no setor de Hortifruti, especialmente nos boxes 11-A, de Antônio de Freitas (Córrego das Pedras – na foto, à esquerda), e 20-A, de Osvaldir Bandiera (Comunidade Acampamento).

Leia mais:  Censo 2022: Após dois anos de adiamento, IBGE inicia pesquisas em Tangará e em todo o Brasil

Benefícios da couve-flor

A couve-flor ajuda a emagrecer, pois é rica em fibras e tem poucas calorias, contribuindo para a saciedade sem aumentar muito as calorias da dieta.

Devido ao seu teor de fibras, melhora o trânsito intestinal. Ajuda a prevenir o câncer, por ser rica em antioxidantes, como vitamina C e sulforafano, que protegem as células.

Favorece a saúde dos músculos por conter potássio, melhora a pele e fortalece o sistema imunológico devido ao seu alto teor de antioxidantes. Ajuda no tratamento da gastrite por conter sulforafano. Por ser fonte de vitamina K e potássio, mantém a saúde dos ossos.

(*) Veja 74 receitas com couve-flor no link a seguir:

74 receitas com couve-flor que foram feitas para te surpreender

Comentários Facebook
Advertisement

Cidades & Geral

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília em visita à CNA, Senar e IPA

Published

on

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram nesta quarta-feira (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia mais:  Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília em visita à CNA, Senar e IPA

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana