conecte-se conosco


Cidades & Geral

Feira do Centro agora dispõe de sinal Wi-Fi aberto; Veja lista de documentos perdidos

Publicado

A Feira do Produtor do Centro, em Tangará da Serra, dispõe de mais um serviço ao consumidor e ao feirante. É o sinal aberto de internet (Wi-Fi) disponibilizado através de quatro roteadores distribuídos estrategicamente para cobrir toda a área útil do mercado público.

(Veja vídeo ao final do texto)

Segundo o presidente da Associação dos Feirantes de Tangará da Serra (Asfet), Valdeci Ferraz Aquino, o serviço oferecido facilitará as atividades, em especial as operações realizadas via Pix e cartão. “É mais um serviço que a Feira do Centro oferece, para acompanhar o avanço das tecnologias que o próprio mercado exige”, disse.

A Feira do Produtor do Centro atende nesta quarta-feira, desde às 06h00, até o meio-dia. O atendimento acontece também aos domingos, no mesmo horário.

Documentos perdidos à disposição

A Asfet informa que foram encontrados documentos na área da Feira do Produtor do Centro. Eles podem ser retirados pelos seus titulares, mediante identificação, junto à administração do complexo.

Nomes dos titulares da documentação encontrada: Gervásio Ferreira, Marcos Vinícius Antônio, Maria Alice Leite da Silva, Viviane Cardoso da Silva, Zeni de Souza Amorim, Wanderson Almeida Ramos, e documentos de veículo da empresa Sales e Santos Ltda-ME.

Leia mais:  Buritis II: Já em comercialização, 2ª etapa do loteamento estará concluída até final deste ano de 2020

publicidade

Cidades & Geral

Brasnorte: Ação na Justiça requer devolução de área e indenização de R$ 10 milhões da JBS

Publicado

O não cumprimento de um acordo entre uma indústria frigorífica e o município de Brasnorte (600 km de Cuiabá) está resultando numa batalha judicial. O município de Brasnorte entrou com uma ação contra a JBS para revogação de doação com pedido de reversão do imóvel.

O motivo seria o não cumprimento de atividade econômica de um frigorífico instalado pela empresa, que estaria operando com apenas 10% da capacidade, frustrando as expectativas do município de fomento à economia quando da doação da área.

Segundo o prefeito de Brasnorte, Edelo Marcelo Ferrari, a verdadeira intenção do pedido é que o frigorífico cumpra sua finalidade.

A ação inclui, ainda, multa de R$ 500 mil reais e R$ 10 milhões em indenizações por danos morais.

Segundo o prefeito de Brasnorte, Edelo Marcelo Ferrari (DEM), a verdadeira intenção do pedido é que o frigorífico cumpra sua finalidade, que é de realizar os abates previstos, gerar emprego e trazer renda para o município. “Nós também temos muito dinheiro investido naquela área, tendo em vista que o município fez toda a terraplanagem além da doação do terreno. Então, mais do que justo seria funcionar e isso não está acontecendo”, explica Ferrari.

Leia mais:  IBGE: Tangará da Serra segue com três distritos; Deciolândia não figura como localidade distrital

Desapontamento

Para o presidente do Sindicato Rural de Brasnorte, Cleber José dos Santos Silva, a classe produtora está muito desapontada com a subutilização da planta instalada no município e concorda com a ação imposta pela prefeitura para o cumprimento do TAC. “Hoje nós temos uma pecuária maior e mais forte, fartura de pasto – com a integração de agricultura e pecuária, temos mais de 400 mil cabeças de gado e condições para instalar grandes frigoríficos e confinamentos porque temos uma abundância de grãos dentro do nosso município. Então nós cobramos que haja a responsabilidade do frigorífico de cumprir com este compromisso que ele tem com nosso município ou então deixar a oportunidade para que outras empresas possam explorar o potencial que temos aqui em Brasnorte”, esclareceu Cleber.

(Fonte: Agronews; foto: prefeitura de Brasnorte)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana