conecte-se conosco


Cidades & Geral

Feira do Centro aceita encomendas para Natal e Ano Novo; Dias 24 e 31 haverá feiras extras

Publicado

Nesta reta final do ano de 2021, a Feira do Produtor do Centro abre um leque de opções ao consumidor local e regional. Os produtos vindos da agricultura familiar, diretamente do cinturão verde de Tangará da Serra, incluem encomendas de carnes e outros produtos para as festividades de final de ano.

No setor de carnes e embutidos, as opções são as mais variadas. Mas os destaques são as encomendas de leitões e carneiros para Natal e Ano Novo. “Temos leitões/leitoas e carneiros a partir de 12 quilos, com preços muito competitivos”, diz o presidente da Associação dos Feirantes de Tangará da Serra (Asfet), Valdeci Ferraz Aquino.

Encomendas podem ser feitas diretamente nos boxes nos setores de carnes e embutidos e nos demais boxes com indicações.

Valdeci destaca que também podem ser feitas encomendas de doces, pães, derivados de leite e de carnes.

As encomendas podem ser feitas diretamente nos boxes nos setores  de carnes e embutidos e nos demais boxes com indicações. Os leitões/leitoas podem ser encomendados a preços a partir de R$ 20,00/quilo, enquanto os carneiros têm preços em torno dos R$ 35,00/quilo.

Leia mais:  Polícia Militar flagra derrame de dinheiro falso nos comércios de Tangará e Barra do Bugres

Dias 24 e 31

Os consumidores de Tangará da Serra e região anexa terão dois dias extras de feira nas semanas do Natal e de virada de ano. Segundo a Asfet, o principal mercado público de Mato Grosso atenderá excepcionalmente nas duas últimas sextas-feiras de 2021, dias 24 e 31, no tradicional horário das 06h00 ao meio-dia.

“Consideramos estas duas datas para que o consumidor possa ter produtos fresquinhos tanto na ceia de Natal como na virada de ano”, justifica Valdeci Ferraz Aquino.

publicidade

Cidades & Geral

Dia de Feira: Rica em água e complexo B, melancia é boa pedida para qualquer hora

Publicado

Quarta-feira, como de costume, é dia de feira em Tangará da Serra. A Feira do Produtor do Centro começa a atender a partir das 06h00, oferecendo o melhor da agricultura familiar.

No setor de hortifrutis, a Feira oferece grande variedade e fartura, com qualidade reconhecida e preços populares.

Nesta época do ano, a melancia é um dos destaques na Feira do Centro. Fruta rasteira em razão do seu peso e tamanho, a melancia é originária da África e é da mesma família do pepino, da abóbora e do melão.

Além do alto teor de água, a melancia contém açúcar, vitaminas do complexo B e sais minerais.

A polpa vermelha, doce, com alto de teor de água, é uma divertida e aprazível alternativa alimentar, ao natural ou na forma de suco, para qualquer hora do dia. Vai bem no café da manhã, no almoço, no lanche da tarde, ou à noite. “Difícil encontrar alguém que não goste de melancia”, observa o presidente da Associação dos Feirantes, Valdeci Ferraz Aquino.

Leia mais:  Barra do Bugres tem 30 dias para adequar projeto de reforma do HM; Estado garantirá R$ 8 milhões

Além do alto teor de água, a melancia contém açúcar, vitaminas do complexo B e sais minerais, como cálcio, fósforo e ferro.

Quem vende?

É fácil encontrar a melancia na Feira do Centro. No interior do maior mercado público de Mato Grosso, com uma rápida olhada é possível detectar a presença do grande fruto.

No box 59-C, do Roberto, a fruta ofertada é produzida na região do Joaquim do Boche. Já no box 53-C, Luiz Carlos oferece frutos que vem do Rio grande do Sul. Nos boxes 19 e 20-C, Leonilda oferece melancia vinda de São Paulo, Goiás e Tocantins, enquanto Dª Zeti, que é da região do Vale do Sol, comercializa o alimento no box 30-A.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana