conecte-se conosco


Cidades & Geral

Feira de domingo: Opção para a carne do tradicional churrasco e seus complementos

Publicado

A boa costela, a tentadora ponta de peito ou, quem sabe, uma bela alcatra. Esses cortes bovinos, com sal grosso, sobre o braseiro de um bom carvão, sempre são a grande atração do almoço de domingo.

Na Feira do Produtor do Centro, em Tangará da Serra, essas carnes podem ser encontradas no ‘Açougue da Feira’ (foto do topo), no setor de carnes, na esquina das ruas José Cândido Melhorança (24) com Antônio José da Silva (07). Clodoaldo Borges é quem atende. “Quanto mais cedo vier, melhor. Mas tem carne de qualidade a manhã inteira, para todos”, avisa, enquanto afia sua eficiente faca na chaira.

O presidente da Associação dos Feirantes de Tangará da Serra, Valdeci Ferraz Aquino, lembra: “Nem só de cortes bovinos se faz um bom churrasco”. Ele observa que a churrasqueira fica ainda mais bonita quando, junto aos espetos de carne bovina, se acrescenta uma boa costelinha ou lombinho suíno marinados no tempero. Ou, talvez, aquela fatia generosa de pernil ou paleta. Também, a linguicinha… “Fica bom demais!”, diz Valdeci, empolgado, imaginando uma boa churrascada.

Tradição na Feira do produtor: Francisco Ávila e Luzinete comercializam carnes de muito boa qualidade no box 09.

Carne suína e derivados

Leia mais:  ACITS realiza nesta quinta-feira sorteio da campanha “Natal Legal é no Comércio Local”

O casal Francisco Ávila e Luzinete comercializa carnes de muito boa qualidade no box 09, do setor de carnes e embutidos. São pioneiros, moradores de Tangará da Serra há 46 anos, e são especialistas em carne suína, conhecendo muito bem o gosto do consumir.

Bons cortes suínos também são encontrados no box 12, de Silvana Castelli e sua filha, Daniela.

Bons cortes suínos também são encontrados no box 12, de Silvana Castelli e  sua filha, Daniela, ambas igualmente experientes no segmento de carnes. Silvana também é pioneira, residente em Tangará da Serra há 35 anos, e oferece, além dos cortes, derivados como a banha.

Complementos

Muito procurados pelo consumidor, temperos são outra atração da Feira do Produtor.

E a Feira do Centro fornece aquele complemento que, na verdade, não pode faltar para se churrasquear num domingão em família. Tem a mandioca para ser cozida. Tem o tomate, a cebola e a alface para a salada. Os ovos caipiras para aquela maionese com batatas. E tem os temperos, dos mais variados, que podem ser encontrados com vários feirantes.

Leia mais:  Meteorologia prevê mudança brusca de temperatura na região oeste-sudoeste do MT

Verdade ‘verdadeira’ é que fica ‘pra lá’ de especial quando aquele ‘caldo’ vai pigando no braseiro e levantando aquele vapor, enquanto a carne, bovina ou suína (ou as duas), vai sendo assada lentamente. Uma cena assim proporciona aquele conjunto mágico de aroma e ruído que toma conta do lar e se alastra pela vizinhança. Coisas de domingo!

publicidade

Cidades & Geral

Brasnorte: Ação na Justiça requer devolução de área e indenização de R$ 10 milhões da JBS

Publicado

O não cumprimento de um acordo entre uma indústria frigorífica e o município de Brasnorte (600 km de Cuiabá) está resultando numa batalha judicial. O município de Brasnorte entrou com uma ação contra a JBS para revogação de doação com pedido de reversão do imóvel.

O motivo seria o não cumprimento de atividade econômica de um frigorífico instalado pela empresa, que estaria operando com apenas 10% da capacidade, frustrando as expectativas do município de fomento à economia quando da doação da área.

Segundo o prefeito de Brasnorte, Edelo Marcelo Ferrari, a verdadeira intenção do pedido é que o frigorífico cumpra sua finalidade.

A ação inclui, ainda, multa de R$ 500 mil reais e R$ 10 milhões em indenizações por danos morais.

Segundo o prefeito de Brasnorte, Edelo Marcelo Ferrari (DEM), a verdadeira intenção do pedido é que o frigorífico cumpra sua finalidade, que é de realizar os abates previstos, gerar emprego e trazer renda para o município. “Nós também temos muito dinheiro investido naquela área, tendo em vista que o município fez toda a terraplanagem além da doação do terreno. Então, mais do que justo seria funcionar e isso não está acontecendo”, explica Ferrari.

Leia mais:  Semana do Brasil: Comércio abre neste sábado até às 18hs; Baixa renda receberá máscaras

Desapontamento

Para o presidente do Sindicato Rural de Brasnorte, Cleber José dos Santos Silva, a classe produtora está muito desapontada com a subutilização da planta instalada no município e concorda com a ação imposta pela prefeitura para o cumprimento do TAC. “Hoje nós temos uma pecuária maior e mais forte, fartura de pasto – com a integração de agricultura e pecuária, temos mais de 400 mil cabeças de gado e condições para instalar grandes frigoríficos e confinamentos porque temos uma abundância de grãos dentro do nosso município. Então nós cobramos que haja a responsabilidade do frigorífico de cumprir com este compromisso que ele tem com nosso município ou então deixar a oportunidade para que outras empresas possam explorar o potencial que temos aqui em Brasnorte”, esclareceu Cleber.

(Fonte: Agronews; foto: prefeitura de Brasnorte)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana