conecte-se conosco


Cidades & Geral

Esportistas amadores pedem liberação de práticas esportivas coletivas em Tangará da Serra

Publicado

Clubes e entidades ligadas aos esportes coletivos formalizaram na manhã desta segunda-feira (21) pedido de revisão das suspensões das práticas esportivas em Tangará da Serra por força da pandemia Covid-19, conforme o decreto municipal 248/2021.

O ofício, assinado pelo esportista Hoffmann Aparecido de Oliveira em nome de 28 grupos praticantes de futebol amador na cidade, foi entregue ao prefeito Vander Masson e protocolado junto ao Comitê Interinstitucional de Prevenção e Monitoramento ao Coronavírus. O pedido deverá ser apreciado na próxima reunião do órgão.

Rogério Silva, com Hoffmann: “Pleito é legítimo, mas depende de análise do Comitê”.

O ofício foi protocolado, também, na Câmara Municipal, com cópia entregue ao vereador Rogério Silva (DEM), que entende ser válida uma análise pelas autoridades sanitárias. Ao vereador, Hoffmann Aparecido afirmou que os esportistas se comprometem a cumprir as práticas de prevenção, como assepsia e observância de todas as recomendações e exigências que vierem a ser impostas pelas autoridades sanitárias, em caso de liberação das atividades.

Leia mais:  Comprometidos com safra, caminhoneiros descartam greve no MT; Movimento é fraco no país

“O pedido é legítimo, considerando que a contaminação está em queda no município e as atividades nas academias estão liberadas. Mas, cabe ao comitê (interinstitucional) avaliar a possibilidade e decidir se é possível ou não”, disse o vereador.

No ofício, os 28 grupos argumentam ser fundamental a prática dos esportes coletivos em razão da qualidade de vida que proporcionam, ao mesmo tempo em que observam que nem todos os praticantes têm condições, por motivos diversos, de frequentar uma academia para a prática de atividades físicas.

publicidade

Cidades & Geral

Barra do Bugres: Maternidade tem recursos de R$ 500 mil, com obras previstas para março

Publicado

As obras da maternidade pública de Barra do Bugres deverão iniciar no mês de março. Ao menos é esta a expectativa após o anúncio de uma verba do Estado, no valor de R$ 500 mil, que será assegurada através de emenda parlamentar.

A emenda parlamentar foi anunciada pelo deputado estadual Paulo Araújo (PP) durante reunião no auditório da Câmara Municipal com a prefeita de Barra do Bugres, Maria Azenilda Pereira (MDB), vereadores e secretários. Também participaram da reunião o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Marcos Aurélio da Silva, e o presidente da Associação Comercial e Industrial de Barra do Bugres (ACIBB), Iandro Almicci.

A pauta da reunião foi a construção da maternidade de Barra do Bugres. O município, que não conta com nenhum hospital público ou privado, se obriga a encaminhar gestantes para partos em maternidade no município vizinho de Arenápolis, o que significa, também, aumento de custos.

Segundo o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Marcos Aurélio da Silva, o projeto da obra já está em análise para que as obras tenham início o mais rápido possível, já que se trata de uma demanda urgente do município.

Leia mais:  Barra do Bugres: PM apreende 550 kg de pescado irregular com provável origem em área indígena

Segundo informações do município, em se confirmando o depósito dos recursos prometidos pelo deputado, as obras terão início já em março próximo.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana