conecte-se conosco


Cidades & Geral

Escondidos em hotel e fazenda, agressores de mecânico são presos pela Polícia Civil

Publicado

A Polícia Judiciária Civil prendeu no início da manhã desta terça-feira (08/12), Gustavo Henrique Albanez (foto acima – Imagem TV Cidade) e um comparsa que agrediram brutalmente um mecânico em Tangará da Serra, na última quinta-feira. O espancamento foi motivado por uma dívida de R$ 500,00.

A sessão de tortura aconteceu na quinta-feira (3), mas só chegou até a polícia no sábado (5), após a gravação viralizar nas redes sociais. A cena foi filmada por outra pessoa, que também fazia ameaças enquanto gravava, e que foi presa. A prisão preventiva da dupla de infratores foi determinada pela 2ª Vara Criminal de Tangará da Serra.

Brutalidade das agressões contra mecânico revoltaram comunidade e repercutiram em todo o estado.

Gustavo Henrique Albanez é o que aparece no vídeo agredindo a vítima. Ele foi preso em um hotel em Cuiabá. O outro rapaz que filmava foi preso em uma fazenda em Tangará da Serra.

Gustavo é o autor das agressões e estava hospedado num hotel de Cuiabá quando foi preso.

Ele chegou a gravar um vídeo se retratando, se identificando e confirmando que é o jovem que aparece nas imagens agredindo o trabalhador. Depois disso, fala sobre o motivo da agressão.

Leia mais:  Banana: Um rico alimento oferecido a preço baixo e qualidade notável na Feira do Centro

“Realmente foi por causa de dinheiro. O rapaz da filmagem, que foi prejudicado, não apanhou de graça, isso todo mundo sabe. Ele apanhou porque fez alguma coisa”, afirma no vídeo.

Em seguida, Gustavo admite que errou e pede desculpa.

“Nada justifica ter feito o que eu fiz, ainda mais ter gravado. Ele (a vítima) não reagiu, mas não foi porque tinha pessoas armadas, nem nada. Ele pode comprovar isso. Não tinha ninguém armado, não tinha um monte de gente, foi apenas eu e ele. E ele não reagiu, porque sabe que estava errado. Mas eu não tenho como justificar um erro com outro”, diz em outro trecho da postagem.

Gustavo Albanez e o cúmplice já estão detidos no cárcere do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) de Tangará da Serra, aguardando procedimentos. Eles deverão ser transferidos em seguida para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Tangará da Serra, onde ficarão à disposição da Justiça.

(Redação EB, com G1/TVCA)

Leia mais:  Com crise hídrica agravada, cidade terá abastecimento somente dois dias por semana

publicidade

Cidades & Geral

Barra do Bugres: Maternidade tem recursos de R$ 500 mil, com obras previstas para março

Publicado

As obras da maternidade pública de Barra do Bugres deverão iniciar no mês de março. Ao menos é esta a expectativa após o anúncio de uma verba do Estado, no valor de R$ 500 mil, que será assegurada através de emenda parlamentar.

A emenda parlamentar foi anunciada pelo deputado estadual Paulo Araújo (PP) durante reunião no auditório da Câmara Municipal com a prefeita de Barra do Bugres, Maria Azenilda Pereira (MDB), vereadores e secretários. Também participaram da reunião o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Marcos Aurélio da Silva, e o presidente da Associação Comercial e Industrial de Barra do Bugres (ACIBB), Iandro Almicci.

A pauta da reunião foi a construção da maternidade de Barra do Bugres. O município, que não conta com nenhum hospital público ou privado, se obriga a encaminhar gestantes para partos em maternidade no município vizinho de Arenápolis, o que significa, também, aumento de custos.

Segundo o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Marcos Aurélio da Silva, o projeto da obra já está em análise para que as obras tenham início o mais rápido possível, já que se trata de uma demanda urgente do município.

Leia mais:  Região de Tangará da Serra deverá receber cerca de 100 mm de chuvas até domingo

Segundo informações do município, em se confirmando o depósito dos recursos prometidos pelo deputado, as obras terão início já em março próximo.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana