TANGARÁ DA SERRA

Agronegócio & Produção

Em visita ao MT, americanos do USDA conhecem sistema Famato-Senar e destacam sustentabilidade

Publicado em

Uma delegação internacional composta por representantes do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), entre eles o economista-chefe Seth Meyer, esteve em Mato Grosso para conhecer mais de perto o Sistema Famato, os trabalhos desenvolvidos pelo Imea e as ações do Instituto AgriHub.

Em parceria com o Instituto Farmum, a comitiva também conheceu algumas das fazendas do grupo Bom Futuro, em Campo Verde-MT.

(*) Ao final do texto, vídeo sobre a visita dos norte-americanos do USDA

Meyer deixou claro sua excelente impressão sobre o sistema produtivo local e, a exemplo de outros visitantes estrangeiros que conheceram o Agro mato-grossense, mencionou o aspecto da sustentabilidade.

Meyer: “Só esse esforço, pensamento e consideração dados ao meio ambiente já me impressionaram”.

“Para mim, o que me chamou atenção foi a aplicação da tecnologia e de como isso é feito de forma sustentável (…), em um processo de produção sustentável, totalmente sustentável economicamente também”, observou, destacando o cuidado ambiental no sistema produtivo local. “Só esse esforço, pensamento e consideração dados ao meio ambiente já me impressionaram”, completou o economista-chefe do USDA.

Imea: Credibilidade internacional despertou interesse dos norte-americanos.

O presidente do sistema Famato-Senar, Normando Corral, recepcionou o grupo norte-americano e enalteceu o interesse dos estrangeiros em conhecer o sistema sindical mato-grossense e o Imea. “São os que mais conhecem a produção agropecuária no mundo e vieram aqui nos visitar… Para nós é motivo de orgulho, porque vieram visitar principalmente o Imea, que tem hoje uma credibilidade internacional”, destacou,

Normando Corral: “Importância de levar daqui para os Estados Unidos o que realmente a gente faz”.

Normando citou, também, a visita à fazendo do Grupo Bom Futuro, em Campo Verde, onde os americanos também tiveram uma amostra das atividades produtivas realizadas em Mato Grosso. “Tivemos a oportunidade de trazê-los para uma área de atividade agropecuária (…), com a importância de levar daqui para os Estados Unidos o que realmente a gente faz”, acrescentou.

Na sequência, vídeo sobre a visita dos norte-americanos do USDA

Comentários Facebook
Advertisement

Agronegócio & Produção

Momento Agrícola: ‘Renovar’, glifosato, desconto em multas e entrevistas são destaques

Published

on

Renovação da frota rodoviária, redução do imposto sobre importação do glifosato, redução de multas ambientais pela Sema, notícias comentadas, safra do Paraguai e entrevista com o economista-chefe do USDA são os destaques da primeira edição do Momento Agrícola deste mês de agosto.

De autoria do produtor rural, agrônomo e consultor Ricardo Arioli, o programa é veiculado aos sábados pela rede de rádios do Agro e repercutido em forma de notícias e com podcast Soundcloud pelo Enfoque Business, também aos finais de semana.

Renovar

Projeto Renovar pretende tirar de circulação caminhões com mais de 20 anos de uso.

Logo na abertura da edição, o Momento Agrícola traz informações sobre a aprovação pelo Senado e pela Câmara Federal, na última quarta-feira (03), da Medida Provisória (MP) 1.112/2022 que cria o Programa de Aumento da Produtividade da Frota Rodoviária no País (Renovar) e tem entre seus objetivos tirar de circulação ônibus e caminhões no fim da vida útil.

A MP, agora na do PLV 19/2022, que segue para sanção presidencial. Com a destinação à sucata dos veículos antigos, o Renovar tem como objetivo a redução dos custos de logística, a inovação e criação de novos modelos de negócios, e a melhoria da qualidade de vida dos profissionais de transporte. O programa também busca o cumprimento das metas do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans).

Ricardo Arioli comenta sobre o assunto.

Menos imposto

Outra pauta explorada no Momento Agrícola é a redução, por um ano, no imposto de importação de cinco produtos usados como insumos industriais e na agricultura. A medida foi aprovada na última quarta-feira (03), em reunião extraordinária do Comitê-Executivo de Gestão (Gecex) da Câmara de Comércio Exterior (Camex).

A medida abrange glifosato e quatro tipos de resina plástica usadas na produção. O glifosato e seu sal de monoisopropilamina foram os insumos usados na agricultura que tiveram suas alíquotas reduzidas. No caso específico do herbicida, a redução foi de 9,6% para 3,8%.

Desconto e outras pautas

O Momento Agrícola traz, em seus dois primeiros blocos, uma série de assuntos de amplo interesse do Agro, como a regulamentação do programa de redução das multas ambientais da Sema.

Os descontos podem chegar a 90% nas multas aplicadas pelo órgão. As novas regras constam no decreto nº 1436/2022, que, em seu artigo 68, regulamenta o Programa de Conversão de Multas em Serviços de Preservação, Melhoria e Recuperação da Qualidade do Meio Ambiente, com o objetivo de fazer conciliação entre a Sema e os infratores.

Além de outras notícias comentadas, o Momento Agrícola traz uma abordagem sobre a Safra 22-23 no Paraguai, e uma entrevista com Seth Meyer, Economista-chefe do USDA, que esteve em visita ao Mato Grosso.

Para ouvir o Momento Agrícola na íntegra, clique no podcast abaixo:

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana