conecte-se conosco


Cidades & Geral

Em entrevista coletiva, Associação Nosso Lar se pronuncia sobre óbito de idoso

Publicado

A Associação Nosso Lar, mantenedora do Lar do Idoso, em Tangará da Serra, concedeu entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira para esclarecer a ocorrência de falecimento de um interno, ontem (quinta, 10).

O presidente da entidade, Rubens Jolando, destacou que a direção veio a público após a repercussão do fato entre os órgãos de Imprensa, que consideraram a possibilidade de ter ocorrido um homicídio.

Na realidade, o idoso, identificado como Arnaldo Alves, de 92 anos, teve óbito constatado por uma enfermeira da casa, que solicitou ao Samu a remoção do corpo até o IML e registro de boletim de ocorrência.

Fato que chamou atenção foi o desentendimento entre o idoso Arnaldo e outro interno, motivado por uma discussão, no dia 25 de fevereiro. Em meio à discussão, Arnaldo – que convivia na casa desde setembro de 2010 e era temperamental, usando de frequentes xingamentos aos demais – recebeu empurrões do agressor. A equipe técnica do Lar do Idoso interviu, impediu que a situação se agravasse e repreendeu o agressor, enquanto o outro interno, sem lesões aparentes, foi recolhido aos seus aposentos.

Leia mais:  Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

No dia seguinte ao incidente, Arnaldo queixou-se de dores e foi encaminhado à UPA 24 Horas, ficando internado até 04 de março, quando recebeu alta e retornou ao lar do Idoso. “Permaneceu aqui sem apresentar problemas até ontem, quando veio a falecer”, relatou Rubens Jolando, durante a coletiva.

As causas do óbito de Arnaldo serão apontadas em laudo a ser emitido pelo Instituto Médico Legal.

O agressor, por sua vez, convive no lar do Idoso desde 2020 e também tem problemas de relacionamento. Aos 78 anos, é egresso do Albergue Municipal, tendo antes cumprido pena no Centro de Detenção Provisória (CDP) local. Foi admitido na casa por solicitação da Secretaria de Assistência Social do município em função da idade.

O idoso agressor também tem histórico de mau comportamento, proferindo agressões verbais aos demais idosos, especialmente as mulheres. A direção da casa, segundo Jolando, encaminhou ofício ao Ministério Público com relatos sobre o comportamento do interno.

publicidade

Cidades & Geral

Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

Publicado

Uma forte e extensa massa de ar frio atinge o Brasil a partir de domingo (15) causando acentuada queda de temperatura em diversas regiões. A partir do dia (16), a massa de ar frio se desloca rapidamente pelo Sul avançando para áreas das regiões Centro-Oeste e Sudeste e, durante à noite, chega aos estados de Rondônia e Acre, causando o segundo episódio de friagem.

Em Mato Grosso, o frio poderá ser recorde a partir da noite de quarta-feira (18), com mínimas de 7°C na capital, Cuiabá, e de 5° C em Tangará da Serra. Na quinta-feira, os termômetros poderão apontar 4°C na cidade da Serra de Tapirapuã (Veja imagem abaixo).

A friagem deverá persistir por até uma semana, segundo previsões nos principais sites especializados em meteorologia do país, como o Clima Tempo, o Cptec/Inpe e o Inmet.

A figura a seguir, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), apresenta a previsão de temperatura mínima no início da manhã dos dias 18 e 19 (quarta-feira e quinta-feira).
Tons em azul e roxo indicam áreas com previsão de temperatura mínima menor que 12°C. Destaque para áreas das Serras Gaúcha e Catarinense e no Planalto Sul do Paraná, sudeste de Minas Gerais e Serra da Mantiqueira onde as temperaturas deverão ser negativas.

Leia mais:  Meteorologia prevê onda de frio intenso no país; Tangará da Serra poderá ter mínimas de 5°C

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana