conecte-se conosco


Cidades & Geral

Dia de Feira: Frutas cítricas são destaque da época; Estrutura física recebe nova pintura

Publicado

Hoje é dia de feira! A quarta amanhece em alto astral com o ambiente agradável da Feira do Produtor, na área central de Tangará da Serra, e a semana parece ganhar novos ares com o vai e vem de consumidores entre as bancas do mais tradicional mercado de alimentos da cidade.

Estrutura física da Feira já recebe nova pintura. Diretoria prevê novas melhorias e ações administrativas.

Cheiro da terra molhada, o aroma do café e dos condimentos, o cheirinho inspirador do salgado sendo preparado, o vozerio animado do público e os reencontros de velhos amigos formam o peculiar cenário urbano tangaraense.

As sacolas cheias que saem das bancas com seus balcões abarrotados e coloridos vão, dali, para a mesa dos cidadãos com inigualável qualidade que, convenhamos, apetece. Em muitos lares, o almoço da quarta-feira é, de longe, o mais saboroso da semana.

Da época

Frutas cítricas são típicas da época de inverno e, por isso, saem mais barato. Verduras e hortaliças despontam pela qualidade.

Nessa época do ano, os mais vistosos produtos oferecidos na Feira do Produtor são as frutas cítricas – principalmente a laranja, o limão, a tangerina e a ponkan. Elas são típicas do inverno, período de maior importância da vitamina C para a saúde humana, pois ajudam, entre outros benefícios, a prevenir a gripe. Além disso, por serem da época, ficam mais baratas para o consumidor.

Leia mais:  Feira do Centro oferece duas atrações típicas do Brasil e valiosas para a saúde e a culinária

Mas há outras frutas, como a banana, rica em potássio e que se mostra disponível ao consumidor o ano inteiro, assim como o maracujá, o mamão e a melancia.

Carnes e seus derivados são tradição e representam atrativo extra na Feira do Produtor do Centro.

Tem, ainda, as hortaliças e as verduras, com destaque para a abobrinha, o rabanete, o jiló e o indispensável tomate. Alface, almeirão, couve-flor, couve-verde, nabo, rúcula, cheiro verde… Não esquecendo, também, do puro café, dos doces, dos produtos lácteos e seus derivados, das carnes e embutidos… Enfim, a Feira do Produtor oferece uma enorme variedade de produtos que consolidam essa tradição de Tangará da Serra, tudo à disposição para esta quarta-feira, da madrugada ao meio-dia.

Pintura

Presidente da Associação dos Feirantes, Valdeci Ferraz Aquino: Diretoria busca melhorias estruturais e promove ações administrativas.

Algumas melhorias estruturais começam a ser implantadas na Feira do Produtor do Centro. Segundo o presidente da Associação dos Feirantes de Tangará da Serra, Valdeci Ferraz Aquino, a estrutura física da feira recebe uma nova pintura, que já pode ser percebida nos pilares internos que sustentam a cobertura.

Leia mais:  Sinal 5G começará a funcionar em Brasília na quarta-feira; No MT, prazo é para setembro

A diretoria mantém conversações com o poder público municipal e os próprios feirantes para implementar outras melhorias estruturais – como a instalação de novos bebedouros, a reforma do piso e a reorganização do estacionamento – além de procedimentos administrativos.

(Assessoria Especial)

publicidade

Cidades & Geral

Sinal 5G começará a funcionar em Brasília na quarta-feira; No MT, prazo é para setembro

Publicado

Brasília será a primeira capital do país a ter a rede 5G em funcionamento na telefonia móvel. Segundo o conselheiro e vice-presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Moisés Moreira, o sinal será liberado em Brasília nesta quarta-feira (6).

Em participação no evento Teletime Inc, em São Paulo, o grupo técnico da Anatel encarregado de avaliar a desocupação da faixa de 3,5 gigahertz (GHz) aprovou a ativação do sinal 5G na capital federal no fim da tarde de hoje (4). Segundo Moreira, as próximas capitais a terem a tecnologia liberada serão Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo, sem data prevista por enquanto.

Moreira preside o grupo da Anatel responsável pela liberação das frequências 3,5 GHz, por onde transitará o sinal da telefonia 5G. Atualmente, essa faixa ainda está ocupada por empresas de antena parabólica que operam com a tecnologia Banda C e estão atrasadas com a migração para outra frequência, chamada de Banda Ku.

Originalmente, o edital do leilão do 5G, realizado em novembro do ano passado, previa que todas as capitais deveriam ser atendidas pela telefonia 5G até 31 de julho. No entanto, problemas com a escassez de chips e com atrasos na produção e na importação de equipamentos eletrônicos relacionados à pandemia de covid-19 provocaram atrasos no cronograma.

Leia mais:  Sinal 5G começará a funcionar em Brasília na quarta-feira; No MT, prazo é para setembro

O prazo para o funcionamento do 5G em todas as capitais passou para 29 de setembro. Segundo Moreira, o lançamento da rede 5G em Brasília servirá como teste, com a Anatel e as operadoras instalando filtros anti-interferência. Também está prevista a distribuição de decodificadores da Banda Ku à população de baixa renda que usa antenas parabólicas antigas que operam na Banda C.

(Agência Brasil)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana