conecte-se conosco


Saúde Pública

Covid-19: Descentralização do atendimento é primeira medida para conter avanço

Publicado

Com o súbito aumento do número de casos positivos de Covid-19 e a alta procura de pacientes com sintomas respiratórios na UPA, o município de Tangará da Serra descentraliza o atendimento a partir da próxima segunda-feira (10), redirecionando o público para os postos de saúde nos bairros.

A informação foi confirmada na manhã desta sexta-feira (07), durante coletiva concedida à Imprensa pelo prefeito Vander Masson (PSDB) e por representantes da secretaria de Saúde do município.

A partir de segunda-feira, o atendimento ocorrerá, pela manhã, das 07h00 às 11h00, para os pacientes com sintomas respiratórios. A medida vale para todos os postos, exceto as unidades do Centro, Altos do Tarumã e Santa Isabel, onde os profissionais médicos estão em férias ou em afastamento. “Queremos desafogar a UPA, evitar que ocorra aglomerações. Aumentou demais a procura”, explicou o prefeito Vander Masson.

Leia mais:  COVID-19: Tangará tem nove confirmados e recuperados; Sete foram ‘importados’
publicidade

Saúde Pública

Tangará da Serra divulga 1ª lista de crianças de 5 a 11 anos para vacinação

Publicado

A Secretaria Municipal de Saúde de Tangará da Serra divulgou na tarde desta quinta-feira, dia 20/01, a 1ª Lista de Convocação de crianças com idade entre 05 e 11 anos, com comorbidade ou deficiência permanente, para receberem a vacina contra a COVID-19.

A vacinação ocorrerá entre as 8h e as 10h30 da manhã desta sexta-feira, dia 21/01, na Escola Especial Raio de Sol (APAE).

A secretária municipal de Saúde, Gicelly Zanatta, explica que nesta primeira etapa serão vacinadas as crianças atendidas pela APAE e outras 40 crianças cujos nomes estão na lista ao final do texto.

Documentos necessários

Para vacinar as crianças, os pais devem ficar atentos aos documentos necessários:
– Cartão de vacinação da criança;
– Comprovante da comorbidade (pode ser laudo, receituário, pedido médico de vacina);
– Documento de identificação da criança (pode ser a certidão de nascimento ou RG) ;
– CPF ou cartão SUS;
– Documento do adulto comprovando que é responsável legal pela criança.

Xepa

Leia mais:  Covid-19: Agentes visitarão pacientes em isolamento; Tangará tem 251 casos ativos e 263 óbitos

A Secretaria de Saúde também passará a adotar uma “xepa” para atender o máximo possível de crianças com a vacinação. “Caso haja alguma criança, que não está nesta lista, que tenha alguma comorbidade ou deficiência permanente e que possa ir na APAE das 8h às 10h30, mesmo que não tenha cadastro, que faremos uma xepa para atender essas crianças”, disse.

(Assessoria de Comunicação)

Veja a lista:

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana