conecte-se conosco


Cidades & Geral

Covid-19: Decreto prorroga medidas restritivas em Tangará da Serra até dia 30

Publicado

As medidas restritivas para contenção da Covid-19 previstas no decreto municipal 269/2021, em Tangará da Serra, estão prorrogadas até o dia 30 de junho. O anúncio ocorreu logo após reunião do Comitê Interinstitucional de Prevenção e Monitoramento ao Coronavírus realizada ontem (quarta, 23), ao final da tarde, e consta em novo decreto, de número 284/2021 (ver abaixo, ao final do texto).

Assim, fica prorrogada por uma semana (até dia 30), com o comércio podendo funcionar de segunda a sábado das 05hs às 21hs, com toque de recolher a partir das 22hs. Nos bares, restaurantes e similares, consumo de bebidas volta a ser permitido a partir da publicação do decreto, que ocorrerá ainda hoje.

Na área educacional, as aulas presenciais seguem permitidas, porém com os limites e restrições estabelecidas anteriormente. Eventos e visitações a pontos turísticos, assim como prática de esportes coletivos, seguem proibidos.

Abaixo, o decreto 284/2021:

Leia mais:  Orçado em R$ 75 milhões, Hospital Regional será denominado ‘Deputado Saturnino Masson’
publicidade

Cidades & Geral

Brasnorte: Ação na Justiça requer devolução de área e indenização de R$ 10 milhões da JBS

Publicado

O não cumprimento de um acordo entre uma indústria frigorífica e o município de Brasnorte (600 km de Cuiabá) está resultando numa batalha judicial. O município de Brasnorte entrou com uma ação contra a JBS para revogação de doação com pedido de reversão do imóvel.

O motivo seria o não cumprimento de atividade econômica de um frigorífico instalado pela empresa, que estaria operando com apenas 10% da capacidade, frustrando as expectativas do município de fomento à economia quando da doação da área.

Segundo o prefeito de Brasnorte, Edelo Marcelo Ferrari, a verdadeira intenção do pedido é que o frigorífico cumpra sua finalidade.

A ação inclui, ainda, multa de R$ 500 mil reais e R$ 10 milhões em indenizações por danos morais.

Segundo o prefeito de Brasnorte, Edelo Marcelo Ferrari (DEM), a verdadeira intenção do pedido é que o frigorífico cumpra sua finalidade, que é de realizar os abates previstos, gerar emprego e trazer renda para o município. “Nós também temos muito dinheiro investido naquela área, tendo em vista que o município fez toda a terraplanagem além da doação do terreno. Então, mais do que justo seria funcionar e isso não está acontecendo”, explica Ferrari.

Leia mais:  Região de Tangará da Serra poderá receber 150 milímetros de chuvas entre quarta e domingo

Desapontamento

Para o presidente do Sindicato Rural de Brasnorte, Cleber José dos Santos Silva, a classe produtora está muito desapontada com a subutilização da planta instalada no município e concorda com a ação imposta pela prefeitura para o cumprimento do TAC. “Hoje nós temos uma pecuária maior e mais forte, fartura de pasto – com a integração de agricultura e pecuária, temos mais de 400 mil cabeças de gado e condições para instalar grandes frigoríficos e confinamentos porque temos uma abundância de grãos dentro do nosso município. Então nós cobramos que haja a responsabilidade do frigorífico de cumprir com este compromisso que ele tem com nosso município ou então deixar a oportunidade para que outras empresas possam explorar o potencial que temos aqui em Brasnorte”, esclareceu Cleber.

(Fonte: Agronews; foto: prefeitura de Brasnorte)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana