conecte-se conosco


Agronegócio & Produção

COP-26 com participação de Arioli pela CNA e entrevistas são destaques no Momento Agrícola

Publicado

A penúltima edição do Momento Agrícola neste mês de outubro traz como destaque a questão climática global, que será mais uma vez discutida numa conferência internacional.

De autoria do produtor rural, agrônomo e consultor Ricardo Arioli, o programa é veiculado aos sábados pela Rede de Rádios do Agro e repercutido em forma de notícias e com o link do Soundcloud pelo Enfoque Business, também aos finais de semana.

Arioli falará na COP-26, em nome da CNA e da sustentabilidade brasileira.

Ricardo Arioli será o enviado da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) para participar da 26ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP-26), principal cúpula da ONU para debate sobre questões climáticas. A COP-26 será realizada entre os dias 1 e 12 de novembro deste ano, em Glasgow, na Escócia.

Arioli discorre sobre a COP-26 em praticamente todo o primeiro bloco do Momento Agrícola deste sábado. Vale a pena ouvir.

Realização conjunta do governo britânico com parceiros da Itália, a COP-26 tinha seu cronograma originalmente previsto para novembro de 2020, mas a pandemia do novo coronavírus forçou o adiamento e acabou sendo remarcada para este ano. No entanto, independentemente da data, o evento tem grande relevância para que as ações de transição mundiais sejam colocadas em prática.

Leia mais:  Momento Agrícola: Pneu de soja, corte de impostos e ‘Famato Embrapa Show’ são destaques

Os itens em pauta da COP-26 estão relacionados às mudanças climáticas, aos acordos para redução de emissões, às negociações oficiais dos países signatários, às coalizões e alianças, entre outros tópicos.

Fonte de energia limpa e renovável, matriz hidráulica se exclui dos agentes emissores de gases de efeito estufa.

Ricardo Arioli destaca que a produção de energia responde por um peso de 73% entre os principais fatores globais de emissões de gases de efeito estufa. Esse fator engloba o cotidiano das pessoas, como a energia consumida nas residências, na indústria, no comércio, nos serviços em geral e nos transportes.

No Brasil, vale destacar, a produção de energia tem a matriz hidráulica como dominante, que é uma fonte limpa e renovável. As hidrelétricas compreendem, portanto, uma vantagem incontestável diante dos países da América do Norte, da Europa e da Ásia, onde predomina a matriz térmica, esta sim uma grande emissora de gases de efeito estufa.

Já a produção agropecuária (leia-se “produção de alimentos”) responde por 18% das emissões.

Leia mais:  Momento Agrícola: Pneu de soja, corte de impostos e ‘Famato Embrapa Show’ são destaques

Outras

As outras atrações do Momento Agrícola deste final de semana são as entrevistas. No segundo bloco, Arioli conversa com Nélson Ananias Junior sobre “As Propostas da CNA para a Conferência do Clima”.

No terceiro bloco, o tema é “A CPR Verde procura investidores na COP do Clima”, com Mauro Romani, da Brasil Mata Viva. No desfecho do programa, Arioli dialoga sobre “As Crises da Agropecuária”, com Cleiton Gauer, do IMEA.

Para ouvir o Momento Agrícola na íntegra, clique abaixo:

publicidade

Agronegócio & Produção

Momento Agrícola: Pneu de soja, corte de impostos e ‘Famato Embrapa Show’ são destaques

Publicado

O uso do óleo de soja na fabricação de pneus, as inovações da Embrapa e outros assuntos de interesse do Agro compõem o conteúdo do Momento Agrícola deste sábado (14.05).

De autoria do produtor rural, agrônomo e consultor Ricardo Arioli, o programa é veiculado aos sábados pela rede de rádios do Agro e repercutido em forma de notícias e com o link do Soundcloud pelo Enfoque Business, também aos finais de semana.

Pneu de soja

O primeiro destaque do Momento Agrícola deste sábado, no bloco inicial do programa, é o lançamento no mercado brasileiro, pela Goodyear, do primeiro pneu que leva óleo de soja em sua composição. Trata-se do novo Wrangler Workhorse, fabricado em Americana (SP) e voltado para picapes e SUVs.

Segundo a Goodyear, o óleo de soja substitui os derivados de petróleo na produção do pneu que, além de ser mais sustentável também tem desempenho superior ao seu antecessor, o Wrangler Armortrac. A indústria afirma que o pneu com soja é mais durável, oferecendo melhor dirigibilidade em piso molhado e mais tração em todos os tipos de terreno. Outra vantagem, segundo a Goodyear, é que o óleo de soja assegura melhor desempenho em diferentes temperaturas, com maior aderência na pista.

Leia mais:  Momento Agrícola: Pneu de soja, corte de impostos e ‘Famato Embrapa Show’ são destaques

Outras

O Momento Agrícola também destaca as inovações da Embrapa, a organização do ‘Famato Embrapa Show’, as tecnologias desenvolvidas para o Agro, notícias sobre fertilizantes (potássio) que poderão vir da Jordânia, os cortes em impostos de produtos importados, entre outros assuntos.

Para concluir a edição deste sábado, o Momento Agrícola traz entrevistas com os temas “Até o Berro do Boi”, com Sérgio Pflanzer, da Unicamp, e “Defensores do Agro”, com o aluno Vittorio Vieira.

Para ouvir o Momento Agrícola na íntegra, clique abaixo:

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana