TANGARÁ DA SERRA

Cidades & Geral

Caso Edinho: Em carta aberta, entidade cita 03 meses do crime e afirma crer em justiça

Publicado em

O assassinato do servidor público e advogado Edson Vicente da Costa, popular Edinho, completa três meses amanhã (sábado, 06/02) e as investigações continuam no sentido de apurar a autoria e a motivação do crime.

Nesta sexta-feira (05), a Sociedade Alternativa La Comuna – da qual Edinho era sócio fundador e ex-presidente – encaminhou ao Enfoque Business carta aberta à sociedade de Tangará da Serra demonstrando profunda consternação com a perda de Edinho, morto na noite de 06 de novembro, quando chegava em casa, após um evento político.

No documento, a Sociedade La Comuna relembra a pessoa de Edinho e diz estar atenta quanto à apuração do caso, afirmando acreditar no trabalho da Polícia e, também, na Justiça. “Estamos vigilantes para que a justiça seja feita. Rogamos que esta justiça seja fria e cega, como foi a perversidade daqueles que tiraram a vida do nosso sempre lembrado e querido amigo Edinho”, consta na carta. (Ao final do texto, íntegra da carta aberta)

O crime

Após participar de um evento político na cidade, Edinho chegava em sua residência, por volta das 22hs de 06 de novembro, no Jardim Itália, quando foi surpreendido por um bandido armado, escondido na garagem.

Leia mais:  Com aeroporto em obras, Tangará da Serra deixa de ter voos comerciais regulares

O servidor estava em sua motocicleta Honda Bros e foi alvejado por quatro disparos, sendo atingido na cabeça, tórax e braços. Ele foi encontrado pela esposa, Carla Fernanda, que chegou à residência, no carro da família, logo após o ataque.

Vizinhos ouviram os disparos e acionaram a Polícia Militar via 190. Edinho chegou a ser socorrido pelo Samu, mas não resistiu e veio a óbito logo em seguida.

As linhas de investigações seguidas pela Polícia consideram as hipóteses de latrocínio e execução. O bandido, após o crime, fugiu com a moto da vítima. Nenhum outro pertence foi levado.

Edson Vicente da Costa tinha 56 anos e trabalhava no Departamento Jurídico da prefeitura de Tangará da Serra. Em meio a um clima de grande comoção, o corpo de Edinho foi velado na sede da Sociedade Alternativa La Comuna, da qual era um dos fundadores e associado dos mais atuantes. Ele foi sepultado no dia 07 de novembro, um sábado, ao final da tarde, no Cemitério Jardim da Paz.

Leia mais:  Tangará da Serra: Membros do Conselho Fiscal do PSA foram empossados na última quinta

Leia, a seguir, a íntegra da Carta Aberta da Sociedade Alternativa La Comuna:

 

Comentários Facebook
Advertisement

Cidades & Geral

Feira do Centro: Com preço atrativo e qualidade, abacaxi é opção em fruta para o consumidor

Published

on

As frutas de estação sempre são destaque na Feira do Produtor do Centro e o abacaxi já desponta, a partir deste mês de agosto, com suas primeiras colheitas realizadas pelo pequeno produtor.

O abacaxi é uma tradição em Tangará da Serra. É opção de sabor e fonte de energia para a saúde de quem consome esta fruta tipicamente sul-americana. Pode ser consumido in natura, em sucos e drinques. É ingrediente rico para doces, compotas, geleias, bolos e tortas. Vai muito com um bom churrasco, assado na brasa, com canela e outras especiarias. (Veja receitas ao final do texto)

O abacaxi ocorre em toda região de planície da América do Sul, sendo historicamente apreciada pelos povos indígenas. É considerada uma “superfruta” por estudiosos e profissionais de nutrição em virtude da sua ampla gama de benefícios, sendo uma grande fonte de vitaminas, minerais e substâncias funcionais, como compostos bioativos, água e fibras.

De sabor marcante e exclusivo, ricamente adocicado, o fruto ajuda a evitar o desenvolvimento de doenças graves, combate estresse, melhora a saúde mental, fortalece os músculos, reduz inchaços e contribui para o bom funcionamento do organismo. De quebra, fortalece a imunidade, melhora a digestão, previne infecções, diminui e retarda o envelhecimento.

Leia mais:  Startups selecionadas no programa de inovação aberta do AgriHub terão primeiro encontro

“É uma fruta que temos em abundância aqui na Feira, é produzida por muitos dos nossos feirantes com a qualidade de sempre e preço muito em conta”, diz o presidente da Associação dos Feirantes de Tangará da Serra (Asfet), Valdeci Ferraz Aquino.

Nos boxes

Produzido em Tangará da Serra no Assentamento Antônio Conselheiro – agrovilas 04 e 07 e nos 40 lotes – e também em Progresso, São Joaquim e na região das Cabeceiras do Queima Pé, o abacaxi é facilmente encontrado na Feira do Centro, no setor de hortifruti.

Veja 65 receitas com abacaxi no link abaixo:

65 receitas com abacaxi adocicadas e azedinhas na medida certa

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana