conecte-se conosco


Cidades & Geral

Caso Edinho: Em carta aberta, entidade cita 03 meses do crime e afirma crer em justiça

Publicado

O assassinato do servidor público e advogado Edson Vicente da Costa, popular Edinho, completa três meses amanhã (sábado, 06/02) e as investigações continuam no sentido de apurar a autoria e a motivação do crime.

Nesta sexta-feira (05), a Sociedade Alternativa La Comuna – da qual Edinho era sócio fundador e ex-presidente – encaminhou ao Enfoque Business carta aberta à sociedade de Tangará da Serra demonstrando profunda consternação com a perda de Edinho, morto na noite de 06 de novembro, quando chegava em casa, após um evento político.

No documento, a Sociedade La Comuna relembra a pessoa de Edinho e diz estar atenta quanto à apuração do caso, afirmando acreditar no trabalho da Polícia e, também, na Justiça. “Estamos vigilantes para que a justiça seja feita. Rogamos que esta justiça seja fria e cega, como foi a perversidade daqueles que tiraram a vida do nosso sempre lembrado e querido amigo Edinho”, consta na carta. (Ao final do texto, íntegra da carta aberta)

O crime

Após participar de um evento político na cidade, Edinho chegava em sua residência, por volta das 22hs de 06 de novembro, no Jardim Itália, quando foi surpreendido por um bandido armado, escondido na garagem.

Leia mais:  Feira do Produtor do Centro recebe apresentação de fanfarra da Escola Antenor Soares (vídeo)

O servidor estava em sua motocicleta Honda Bros e foi alvejado por quatro disparos, sendo atingido na cabeça, tórax e braços. Ele foi encontrado pela esposa, Carla Fernanda, que chegou à residência, no carro da família, logo após o ataque.

Vizinhos ouviram os disparos e acionaram a Polícia Militar via 190. Edinho chegou a ser socorrido pelo Samu, mas não resistiu e veio a óbito logo em seguida.

As linhas de investigações seguidas pela Polícia consideram as hipóteses de latrocínio e execução. O bandido, após o crime, fugiu com a moto da vítima. Nenhum outro pertence foi levado.

Edson Vicente da Costa tinha 56 anos e trabalhava no Departamento Jurídico da prefeitura de Tangará da Serra. Em meio a um clima de grande comoção, o corpo de Edinho foi velado na sede da Sociedade Alternativa La Comuna, da qual era um dos fundadores e associado dos mais atuantes. Ele foi sepultado no dia 07 de novembro, um sábado, ao final da tarde, no Cemitério Jardim da Paz.

Leia mais:  Acidente envolvendo cinco motos deixa ao menos sete mortos na MT-358, em Tangará da Serra

Leia, a seguir, a íntegra da Carta Aberta da Sociedade Alternativa La Comuna:

 

publicidade

Cidades & Geral

Tangará da Serra: Covid-19 e H3n2 motivam decreto; Eventos até dia 06 são mantidos

Publicado

A escalada da pandemia do novo coronavírus e o surto de influenza (H3n2) resultaram em decreto com medidas de contenção das duas doenças em Tangará da Serra. O município é o terceiro da região – após Porto Estrela e Barra do Bugres – a impor medidas preventivas no intuito, principalmente, de conter a propagação da Covid-19.

Na tarde desta segunda-feira (17), o prefeito de Tangará da Serra, Vander Masson (PSDB), anunciou o decreto 006/2022, com 11 artigos que impõem, até o próximo dia 31, com uma série de medidas preventivas.

Decreto foi anunciado na tarde desta segunda-feira (17), pelo prefeito Vander Masson.

As atividades no Comércio e Serviços – incluindo bares, restaurantes, lanchonetes e congêneres -, além de academias, seguem autorizados, conforme horário dos alvarás e com medidas de biossegurança previstas no decreto.

Nas igrejas e templos, os cultos e celebrações seguem autorizados, também com obrigatoriedade de medidas de prevenção.

Os eventos sociais, artístico-culturais, técnicos, científicos, corporativos e outros que estejam marcados e já divulgados até 06 de fevereiro estão autorizados, devendo seguir os procedimentos de biossegurança. Novos eventos deverão ser comunicados com 30 dias de antecedência à Vigilância Sanitária.

Leia mais:  Em debate público sobre HR, opinião dominante é pela continuidade do processo em trâmite

Aulas e esportes

O processo de retomada das aulas estará baseado em análises e monitoramento das autoridades sanitárias e do Comitê Interinstitucional de Prevenção e Monitoramento do Coronavírus.

O decreto não faz menção específica à questão dos esportes coletivos e atividades esportivas em geral.

O decreto será publicado ainda hoje (segunda, 17) e estará disponível no site do município, no link a seguir:

https://tangaradaserra.mt.gov.br/?tipo_legislacao=decreto

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana