conecte-se conosco

Cidades & Geral

Campo Novo do Parecis: Candidata e empresário foram alvos da PF em esquema de R$ 4,8 milhões

Publicado

A servidora do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) e candidata a vereadora de Campo Novo do Parecis (a 150 km de Tangará da Serra), Samila Dalva de Jesus Silva (foto acima), e o empresário Maurício Souza de Menezes, foram alvos da Operação Circumitus – em latim, significa ‘desvio’, ‘descaminho’), deflagrada pela Polícia Federal ontem (quarta, 21), para investigar o desvio de R$ 4,8 milhões.

Samila é candidata a vereadora em Campo Novo do Parecis pelo partido ‘Patriota’, com bens declarados de mais de meio milhão. Segundo divulgado pelo site de notícias ‘Olhar Direto’, consta no sistema Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais que a servidora pública declarou R$ 589.799 em bens materiais. Na lista, o bem mais caro é um imóvel avaliado em R$ 300 mil, seguido de um Jeep Compass de R$ 119 mil, uma empresa de Auto Escola, avaliada em R$ 100 mil e um terreno de R$ 70 mil.

A candidata possuía um mandado de busca e apreensão em seu nome, enquanto Maurício foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, no município de Cuiabá. Maurício é proprietário de uma empresa de energia.

Leia mais:  Possibilidade de chuvas no domingo é mantida por site de meteorologia para região de Tangará da Serra

A “Operação Circumitus” foi deflagrada pela PF na manhã desta quarta-feira e visa desarticular esquema criminoso com indicativos de fraudes e desvio de recursos públicos no instituto nas áreas da educação e infraestrutura. O montante dos recursos envolvidos é de aproximadamente R$ 4,8 milhões.

Segundo dados divulgados pelo IFMT, havia, em 2015, aproximadamente 750 alunos matriculados no campus de Campo Novo do Parecis. Segundo a PF, desvios em área tão estratégica, como é a educação, têm a capacidade de afetar diretamente o desenvolvimento de jovens, com consequências que podem ser sentidas por toda a sociedade.

A Operação Circumitus consiste no cumprimento de 12 mandados de busca e apreensão em residências, sedes de empresas e órgão público, sendo cinco em Cuiabá e sete em Campo Novo do Parecis. Além disso, a justiça decretou o sequestro de valores de dois investigados. O trabalho conta com a participação de 44 policiais federais e com três servidores da CGU.

(Com informações de Olhar Direto)

publicidade

Cidades & Geral

ACITS reúne empresários e colaboradores em Palestra “Entendendo a Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD”

Publicado

Com o objetivo de esclarecer os principais conceitos da Lei Geral de Proteção de Dados – (LGPD), e analisar os impactos e desafios causados por ela, a Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra (ACITS), promoveu na noite da última terça-feira (24), a Palestra “Entendendo a LGPD”. O evento reuniu empresários e colaboradores tangaraenses de diversos segmentos, no auditório da ACITS.

A roda de conversa foi conduzida pelos membros da Assessoria Jurídica da ACITS, Dr. Luciano de Sales, Dr. Ayrton Freitas, Dr. Clésio Plates, juntamente com o TI Rodolfo Dias. Os especialistas puderam, durante a conversa, alertar os presentes sobre os ricos em não se cumprir a LGPD, como também, apresentaram soluções para que as empresas se adequem ao novo sistema.

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), já está em vigor desde o dia 18 de agosto de 2020 e prevê sanções de 2% do faturamento da empresa ou até multas de R$ 50 milhões. “O evento é uma maneira de proteger e preparar o empresariado para que ele não venha sofrer problemas futuros com a nova Lei.” Afirma, o Presidente da ACITS, Junior Rocha.

Leia mais:  Clima: Estiagem de 2019 foi a mais severa da década em Tangará da Serra

A palestra foi realizada seguindo todas as medidas de biossegurança contra a pandemia do Covid-19, como uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social obrigatório. Além disso, os participantes puderam confirmar presença através de um QR-Code, disponível na entrada do auditório, evitando aglomerações.

As caixas de leite arrecadadas no evento, serão destinadas a uma instituição carente de Tangará da Serra.

Assessoria de Comunicação ACITS

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana