conecte-se conosco


Infraestrutura & Logística

BR-163: Governo e Via Brasil formalizam concessão; Rodovia terá 03 praças de pedágio

Publicado

Governo Federal assinou na última sexta-feira (01.04), em Brasília, o contrato de concessão da BR-163/230/MT/PA, numa extensão de 1.009,52 quilômetros. A cerimônia foi no Ministério da Infraestrutura (MInfra), entre a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a Via Brasil, vencedora do leilão realizado em julho do ano passado.

A nova concessão prevê a construção e três praças de pedágio, sendo que nas praças P1 e P2, o valor da tarifa está previsto para R$ 8,56; enquanto na P3, destinada exclusivamente a veículos com quatro ou mais eixos, o valor deve ficar em R$ 65,93. As demais categorias de veículos são isentas do pagamento.

Sistema rodoviário que integra as regiões Sul, Centro-Oeste e Norte do Brasil, importante eixo de escoamento de produção da região, além da ligação a terminais portuários do Arco Norte, a BR-163 foi recuperada pelo Governo Federal e depois concedida à inciativa privada para novas melhorias e ampliação da capacidade.

O trecho rodoviário vai fomentar a economia de 13 municípios em duas unidades federativas. A expectativa é que com a concessão sejam gerados, ao longo do contrato, cerca de 29 mil novos postos de trabalho. “A BR-163 foi um dos principais projetos do Minfra desde 2019. Foi feita uma promessa que iríamos pavimentar a rodovia, e fechamos os pouco mais de 50 quilômetros que faltavam para concluir. A pavimentação colocou, de forma inédita, o Brasil e os nossos produtores do Centro-Oeste brasileiro mais competitivos do que os produtores do meio oeste americano”, destacou o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio.

Leia mais:  Obras autorizadas na 358, no Chapadão, consolidam uma solução para os gargalos logísticos do MT

Projeto

Por 10 anos, a concessionária será responsável pela prestação do serviço público de recuperação, conservação, manutenção, operação, implantação de melhorias e ampliação de capacidade das rodovias BR-163/230/MT/PA. O contrato poderá ser prorrogado por mais dois anos. (Ver obras na imagem ao lado)

O projeto prevê obras nos trechos: trecho da Rodovia BR-163/MT, entre a divisa PA/MT ao entroncamento MT-220, no município de Sinop; trecho da Rodovia BR-163/PA, entre a BR-230/PA e a divisa PA/MT; trecho da Rodovia BR-230/PA, no encontro da Rodovia BR-163/PA e a travessia do Rio Tapajós.

As principais melhorias promovidas deverão ocorrer até o 5º ano da concessão, incluindo 42,87 km de faixas adicionais, 30,24 km de vias marginais, acessos definitivos aos terminais portuários de Miritituba, Santarenzinho e Itapacurá, oito novos dispositivos de interconexão em desnível, sete passarelas de pedestres, implantação de 340 quilômetros de acostamentos, entre outros.

“Um pouco mais de 1000 quilômetros que muda a vida dos brasileiros. A gente sabe que as viagens ali demoravam mais de 10 dias para acontecer, agora depois da pavimentação completa passou pra 3 dias. Isso é eficiência na veia, logística de ponta”, enfatizou Sampaio.

Leia mais:  MT-358: Trecho entre Tangará e Serra dos Parecis segue em reparos pela concessionária

Além do atendimento ao usuário da via com Centro de Controle de Operações (CCO) e Bases do Serviço Operacional (BSO) para apoio das equipes de atendimento médico de emergência, atendimento mecânico e atendimento aos demais incidentes na via, o projeto de concessão tem uma série de inovações como: desconto de 5% para usuários de dispositivos de pagamento eletrônico e pontos de parada para caminhoneiros.

(Redação EB, com Assessoria MINFRA e outros)

publicidade

Infraestrutura & Logística

MT-358: Trecho entre Tangará e Serra dos Parecis segue em reparos pela concessionária

Publicado

O trecho da MT-358 entre o perímetro urbano de Tangará da Serra e a Serra dos Parecis está recebendo trabalhos de restauração pela Via Brasil, concessionária responsável pela rodovia. Os trabalhos consistem na recuperação do pavimento para posterior aplicação de capa asfáltica.

A MT-358, vale lembrar, está concessionada para o Consórcio Via Brasil já há um ano, deste maio do ano passado O trecho da rodovia entre Tangará da Serra e a Serra dos Parecis sofreu grave deterioração com o último período chuvoso. Acidentes foram registrados em razão do mau estado da pista.

Simultaneamente aos trabalhos de recuperação da estrada, a concessionária já constrói as praças de pedágio, cuja cobrança acontecerá a partir do ano que vem.

A tarifa atual para cada uma das quatro praças de pedágio é de R$ 9,40, mas deverá sofrer reajuste a partir de 2023.

Ao longo do trecho Itanorte-Jangada – que inclui as MTs 358, 343 e 246 até o entroncamento com a BR-163 – serão quatro praças de pedágio, sendo uma no alto da Serra dos Parecis, uma nas proximidades do distrito de São Joaquim (antes do trecho em declive da Serra de Tapirapuã) e duas entre Nova Olímpia/Barra do Bugres e a rodovia federal já citada.

Leia mais:  Obras autorizadas na 358, no Chapadão, consolidam uma solução para os gargalos logísticos do MT

A tarifa atual para cada uma das quatro praças de pedágio é de R$ 9,40, mas deverá sofrer reajuste a partir de 2023 para reposição de perdas inflacionárias.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana