conecte-se conosco


Cidades & Geral

Barra do Bugres: Mobilização em prol de hospital ganha força; Obra já conta com recursos [Vídeos]

Publicado

Lideranças políticas e a sociedade civil organizada de Barra do Bugres consolidaram na última sexta-feira (05.11) uma mobilização para reativar o hospital do município. A mobilização conta com os apoios de dois deputados estaduais Dilmar Dal Bosco (DEM) e Lúdio Cabral (PT) – e do senador Jayme Campos.

Barra do Bugres não possui hospital para atendimento da sua população, desde o fechamento do Hospital Regional, em julho do ano passado. A demanda do município é suprida por Cuiabá, Arenápolis e Tangará da Serra.

Reabertura do hospital mobiliza comunidade de Barra do Bugres.

Diante da gravidade da situação, a luta pela reabertura da unidade hospitalar tem amplo respaldo da sociedade civil organizada, incluindo o setor empresarial – através da Associação Comercial e Industrial de Barra do Bugres (ACIBB) – e dos clubes de serviços, com destaques para a Loja Maçônica Estrela da Barra e o Rotary. A Câmara Municipal também tem participação destacada na mobilização, enquanto o Executivo sofre críticas por fracassar na missão de manter a estrutura sob controle do município.

Leia mais:  Vereador teme por liberdade de expressão; Jornalistas e cidadão mostram temor em atos do STF

Semana passada, o vereador Arthur José Franco Pereira – popular Arthurzão (DEM) – angariou apoio do senador democrata Jayme Campos na mobilização. Na última sexta-feira (05), ao final da tarde, foi a vez do deputado estadual Dilmar Dal Bosco – líder do governo na Assembleia Legislativa também filiado ao DEM – conferir apoio ao município em prol da reativação do hospital, em reunião com lideranças políticas locais e representantes da sociedade.

Gestão e recursos

A ideia inicial ventilada na reunião de sexta-feira é organizar a reforma da estrutura física, reabrindo como hospital administrado pelo município, com especialidades e aporte de recursos pelo governo do Estado. O valor estimado das obras é de aproximadamente R$ 8 milhões.

Dal Bosco: “Vamos fazer uma reforma adequada, com aprovação da Vigilância Sanitária”.

O deputado estadual Dilmar Dal Bosco revelou que parte dos recursos já está assegurada, com R$ 2 milhões em emendas de sua autoria, R$ 1,5 milhão do governo, através da Secretaria de Estado de Saúde, e R$ 1 milhão em emenda parlamentar do deputado federal, Dr. Leonardo. “Vamos fazer uma reforma adequada, com aprovação da Vigilância Sanitária. Já conversei com o senador Jayme Campos (…) vou conversar com o deputado federal Neri Geller, com o senador Carlos Fávaro, com o deputado federal Juarez Costa, para que todos possam contribuir um pouco”, disse o parlamentar, que anunciou a formação de uma comissão para dialogar com o governador Mauro Mendes no sentido de acelerar a viabilização da obra através de um convênio a ser firmado ainda este ano.

Leia mais:  Invasões e queimadas no Assentamento preocupam e são de conhecimento do INCRA e MPF

(Abaixo, vídeos com as manifestações do ACBB e da Maçonaria em prol do hospital de Barra do Bugres)

publicidade

Cidades & Geral

Brasnorte: Ação na Justiça requer devolução de área e indenização de R$ 10 milhões da JBS

Publicado

O não cumprimento de um acordo entre uma indústria frigorífica e o município de Brasnorte (600 km de Cuiabá) está resultando numa batalha judicial. O município de Brasnorte entrou com uma ação contra a JBS para revogação de doação com pedido de reversão do imóvel.

O motivo seria o não cumprimento de atividade econômica de um frigorífico instalado pela empresa, que estaria operando com apenas 10% da capacidade, frustrando as expectativas do município de fomento à economia quando da doação da área.

Segundo o prefeito de Brasnorte, Edelo Marcelo Ferrari, a verdadeira intenção do pedido é que o frigorífico cumpra sua finalidade.

A ação inclui, ainda, multa de R$ 500 mil reais e R$ 10 milhões em indenizações por danos morais.

Segundo o prefeito de Brasnorte, Edelo Marcelo Ferrari (DEM), a verdadeira intenção do pedido é que o frigorífico cumpra sua finalidade, que é de realizar os abates previstos, gerar emprego e trazer renda para o município. “Nós também temos muito dinheiro investido naquela área, tendo em vista que o município fez toda a terraplanagem além da doação do terreno. Então, mais do que justo seria funcionar e isso não está acontecendo”, explica Ferrari.

Leia mais:  Região de Tangará da Serra poderá receber 150 milímetros de chuvas entre quarta e domingo

Desapontamento

Para o presidente do Sindicato Rural de Brasnorte, Cleber José dos Santos Silva, a classe produtora está muito desapontada com a subutilização da planta instalada no município e concorda com a ação imposta pela prefeitura para o cumprimento do TAC. “Hoje nós temos uma pecuária maior e mais forte, fartura de pasto – com a integração de agricultura e pecuária, temos mais de 400 mil cabeças de gado e condições para instalar grandes frigoríficos e confinamentos porque temos uma abundância de grãos dentro do nosso município. Então nós cobramos que haja a responsabilidade do frigorífico de cumprir com este compromisso que ele tem com nosso município ou então deixar a oportunidade para que outras empresas possam explorar o potencial que temos aqui em Brasnorte”, esclareceu Cleber.

(Fonte: Agronews; foto: prefeitura de Brasnorte)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana