conecte-se conosco

Cidades & Geral

Avenida Ismael José do Nascimento receberá iluminação em ‘led’ no trecho Lions-Anel Viário

Publicado

A aprovação unânime do projeto de lei 45/2021 na sessão de ontem (terça, 12) da Câmara de Vereadores possibilitará ao município licitar as obras de iluminação urbana na Avenida Ismael José do Nascimento, no trecho entre a rotatória de confluência com a Avenida Lions Internacional até o Anel Viário, em Tangará da Serra.

A matéria autoriza o Executivo Municipal a abrir crédito especial no valor de R$ 38.344,18, correspondente a contrapartida do município a uma sobra (economia) de aproximadamente R$ 543.302,26 advinda do convênio nº 861499/2017. Assim, o total para a obra na Avenida Ismael José do Nascimento é de R$ 581.646,44.

Rogério Silva comemorou aprovação da matéria, que possibilita abertura de licitação para as obras de iluminação.

O convênio 861499/2017 foi assinado com a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (SUDAM) há quatro anos e viabilizou a implantação de iluminação em led nas avenidas Lions Internacional e Inácio Bittencourt, num valor global de R$ 3.099.000,00.

Esses recursos foram destinados ao município através de emenda de autoria do vereador Rogério Silva (DEM), quando da sua atuação como deputado federal na Câmara dos Deputados de julho a novembro de 2017.

Leia mais:  Eventos: Comitê analisará alteração de decreto para retomada; Promotores preveem dificuldades

Rogério comemorou a aprovação da matéria, que, embora de pequeno valor, possibilita a abertura de processo licitatório e a consequente execução da obra. Ele destaca que seis localidades urbanas – Vila Alta 3, Jardim Monte Líbano, Jardim Presidente, Jardim Vitória, Jardim San Diego e Vila Esmeralda – serão beneficiadas com a iluminação daquele trecho da avenida Ismael José do Nascimento. “Há um grande fluxo de moradores naquele trajeto, com trabalhadores se locomovendo à noite, de madrugada, além de um bom trânsito intenso de veículos de todos os portes. A iluminação evitará acidentes e outras ocorrências negativas”, observou o vereador democrata.

Trecho apresenta grande fluxo, atendendo a seis localidades urbanas entre a Lions Internacional e o Anel Viário.

 

publicidade

Cidades & Geral

Anvisa alerta que testes de covid não detectam anticorpo, nem eficácia das vacinas

Publicado

A Anvisa divulgou esta semana um alerta reforçando que testes de covid -19 não comprovam a proteção da vacina. A Agência lembra que estes testes não devem ser usados para medir o nível de proteção contra o coronavírus após as pessoas se vacinarem.

O alerta da Anvisa informa que os testes de identificação da covid-19 registrados no país, vendidos até em farmácia, não tem a finalidade de indicar se a pessoa está protegida do vírus. Só confirma se a pessoa foi infectada ou não. Segundo a agência, esses testes não verificam o nível de proteção que cada pessoa tem contra a doença.

A Anvisa reforça que nenhum teste que detecta a presença de anticorpo (seja neutralizante, IGM, IGG ou outro) dão a garantia de imunidade e nem atestam qualquer nível de proteção contra a covid.

O professor da Universidade de Brasília, Wender Silva diz que, como estes testes não identificam a presença da proteína do coronavírus que a vacina combate, não conseguem medir a eficácia dos imunizantes. O professor Wender Silva reforça que, uma vez aprovadas, não é necessário se preocupar se as vacinas são eficazes e seguras.

Leia mais:  Em Tangará da Serra, comércio poderá abrir das 12 às 18hs, com regras sanitárias e organização de fluxo

A Anvisa ainda alerta que não existe, até o momento, estudos indicam a quantidade de anticorpos neutralizantes necessária para garantir a proteção contra a covid-19. Esses anticorpos são os que evitam a entrada e multiplicação do coronavírus. E que também é preciso desenvolver outras pesquisas científicas para avaliar qual o grau de proteção é necessário contra a doença.

Para a Agência, ainda é preciso adotar as medidas preventivas contra o coronavírus, com uso de máscaras, higienização das mãos e o distanciamento social, mesmo após a vacinação.

(Agência Brasil)

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana