TANGARÁ DA SERRA

Saúde Pública

Autoridades anunciam regulação de leitos de UTIs pediátricas em Tangará da Serra

Publicado em

A informação foi prestada pelo Prefeito Municipal Vander Masson em entrevista coletiva realizada na manhã desta segunda-feira (1º de agosto) no próprio Hospital Santa Ângela, no centro de Tangará da Serra. Os 10 leitos para tratamento intensivo de crianças estão disponíveis desde o dia 25 de julho e desde então são regulados pela Secretaria de Estado de Saúde (em 01/08/2022 três pacientes estão sendo atendidos).

Para chegar a este momento foi necessário muito empenho e dedicação das autoridades de saúde do município. A questão vinha sendo tratada desde o mês de março, quando ocorreu uma reunião na Secretaria de Estado de Saúde com a presença da Secretária Adjunta de Saúde do Estado de Mato Grosso, Fabiana Cristina da Silva Bardi, do Prefeito Municipal Vander Masson, do Deputado Estadual Dr. João José de Matos, da Diretora do Escritório Regional de Saúde Flávia Pizzolio Alves Fabrini e do Diretor Administrativo do Hospital Santa Ângela, Emílio Belai. Na ocasião, as autoridades tomaram ciência da Portaria 063/2022 da SES que estabeleceu os parâmetros para credenciamento das UTIs.

Vander: “O mais importante é que as UTIs estão abertas para atender as crianças que precisarem.

Estas mesmas autoridades realizaram uma segunda reunião aqui em Tangará da Serra, nas dependências do próprio hospital Santa Ângela na manhã de 18/07/2022 com o objetivo de fazer os últimos ajustes. As tratativas para a implantação dos leitos de tratamento intensivo avançaram significativamente desde então e culminaram com o anúncio oficial realizado nesta segunda-feira.

Leia mais:  Campanha da vacinação contra pólio começa dia 15; Rotary defende ampliação da cobertura

O diretor do HSA, Gervásio Brito elogiou o empenho dos envolvidos para habilitar a UTI pediátrica do hospital: “Essa parceria público-privada é muito interessante porque faz com que o município resolva o problema de internação, o hospital bota em funcionamento um atendimento que a população às vezes não pode pagar pelo atendimento e o Estado resolve também um grande problema porque nós recebemos pacientes de toda a região”. Além disso, o médico Gervásio Lima Brito, Diretor Proprietário do Hospital Santa Ângela, reconheceu que a UTI pediátrica da unidade hospitalar já estava pronta há algum tempo e as condições para seu funcionamento ainda não haviam sido reunidas, especialmente o quadro de profissionais “[…] profissionais da pediatria não são, vamos dizer assim, profissionais disponíveis em grande quantidade. Nós corremos o Brasil inteiro em busca de pediatras e conseguimos montar uma equipe bem interessante”, concluiu.

Os leitos da UTI pediátrica do HSA estão funcionando desde o dia 25 de julho. Nos dias 26, 27 e 28, uma equipe da Secretaria de Estado de Saúde fez a vistoria na unidade e constatou que a mesma estaria apta a integrar o sistema de regulação estadual. O Prefeito Municipal Vander Masson destacou que o mais importante é que “[…] as UTIs estão abertas para atender as crianças que precisarem, de Tangará da Serra e do Estado de Mato Grosso”.

Leia mais:  Campanha da vacinação contra pólio começa dia 15; Rotary defende ampliação da cobertura

Gicelly Zanatta, Secretária Municipal de Saúde também presente à entrevista coletiva observou que os leitos de UTI pediátrica que agora estão disponíveis é uma grande conquista da população de Tangará da Serra, citando, por exemplo, o caso das crianças recém-nascidas que ao completar 29 dias precisavam ser transferidas para outro local caso tivessem que permanecer em UTI. A diretora do Escritório Regional de Saúde, Flávia Pizzolio destacou o hospital tem algumas pendências que não comprometem o atendimento: “[…] o prestador se comprometeu em saná-las o mais breve possível para entrar no processo de habilitação com o Ministério da Saúde e nós vamos acompanhar de perto. São questões de gestão e a maior parte é pendência documental”, disse, ao concluir sua participação na coletiva de imprensa.

(Assessoria de imprensa)

Comentários Facebook
Advertisement

Saúde Pública

Campanha da vacinação contra pólio começa dia 15; Rotary defende ampliação da cobertura

Published

on

Começa no próximo dia 15 (segunda-feira) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite no estado de Mato Grosso. A campanha, que estava prevista para começar no início dessa semana, foi adiada em razão do atraso na remessa das vacinas pelo Ministério da Saúde.

As doses da vacina são custeadas através de parceria de alcance mundial, em ação conjunta liderada pelo Rotary Internacional, através da Iniciativa Global de Erradicação da Pólio. Segundo o governador assistente da região 6 do Distrito 4440 do Rotary, Alfredo Acácio Nuernberg, a cobertura vacinal contra a poliomielite ainda está baixa em Mato Grosso. “Podemos ampliar esta cobertura e vamos levar esta campanha ao conhecimento do público através da Imprensa, das redes sociais e do trabalho dos nossos companheiros de Rotary, divulgando amplamente os dias de campanha de vacinação”, disse o membro rotariano.

Estimativa

De acordo com a secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), a estimativa é imunizar 227.559 crianças menores de cinco anos. Até o momento, chegaram 170 mil doses da vacina na Rede de Frio do Estado. Como houve o atraso na remessa, as equipes da Vigilância e Atenção à Saúde da SES não tiveram tempo hábil para organizar a logística e distribuir as doses aos municípios até ontem (segunda, 08). Porém, os trabalhos de recebimento das doses, de conferência da quantidade, na catalogação dos imunizantes e no encaixotamento estão em finalização e a distribuição das doses aos municípios está em vias de iniciar, criando condições para o início da campanha na próxima segunda-feira.

Leia mais:  Campanha da vacinação contra pólio começa dia 15; Rotary defende ampliação da cobertura

Multivacinação

Paralelamente à vacinação contra a poliomielite, o estado promoverá, a partir do dia 15, a campanha de multivacinação para atualização da caderneta da criança e do adolescente menor de 15 anos. Ao todo, serão aplicadas 700 mil doses de vacinas que integram o Calendário Nacional de Vacinação.

Também haverá vacinação, no mesmo período, contra a Covid-19. O Dia “D” de mobilização nacional das duas campanhas está previsto para ocorrer em 20 de agosto, mas os municípios terão autonomia para definir as datas de mobilização para a vacinação de acordo com a realidade local.

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana