conecte-se conosco


Política & Políticos

Apoiado por pequenos produtores, Rogério Rio é cotado para assumir Agricultura

Publicado

Um dos próximos anúncios do prefeito eleito Vander Masson para composição do seu secretariado para administrar Tangará da Serra a partir de 1º de janeiro poderá ser o advogado, contador e pequeno produtor rural Rogério Rio (foto acima, em imagem registrada na Feira do Produtor).

Ele, que disputou uma cadeira na Câmara Municipal nas eleições de 15 de novembro pelo PODE, mas não obteve êxito, é um dos cotados para assumir a secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA) do município.

Segundo apurado pelo Enfoque Business, Rio – popular ‘Rogério Café’ – tem apoio de pelo menos 120 pequenos produtores e feirantes, que teriam se manifestado formalmente, em documento assinado, junto a Vander Masson.

Pesa em favor de Rogério Rio a sua formação – advogado e contador – e a proximidade que tem com a classe dos agricultores familiares, por ser de família com tradição na atividade.

Outra informação é que o anúncio já poderia ter ocorrido ontem (quinta, 10), quando Vander informou sobre os nove primeiros titulares dos cargos da sua equipe de governo. Porém, Vander optou por incluir o anúncio da pasta da Agricultura para os próximos dias.

Leia mais:  Redução de biodiesel à mistura do diesel é errada e prejudica setor, afirma senador

Equipe

O secretariado de Vander Masson para a gestão 2021-2024 do município deverá ser anunciado até o Natal.

Até o momento, Vander Masson anunciou os nomes dos titulares das secretarias de Administração (Arielzo da Guia e Cruz), Educação (Vagner Constantino Guimarães), Fazenda (Ângela Nascimento da Silva) e Planejamento (Adão Leite Júnior).

Também foram anunciados os titulares do SAMAE (Alceu Grapeggia), da Superintendência de Governo (Alysson Rodrigues Vargas), da Superintendência do Escritório de Projetos (Letícia Teixeira Nunes), Ouvidoria Municipal (José Maria Barbosa) e Procuradoria do Município (Ruy Ferreira Júnior).

publicidade

Política & Políticos

Porto Estrela: Prefeito critica Barranco sobre áudio e diz que deputado do PT “mentiu”

Publicado

O deputado estadual Valdir Barranco (PT) foi alvo de duras críticas do prefeito de Porto Estrela, Eugênio Pelachim (PSC), por um áudio encaminhado pelo parlamentar a correligionários da região com declarações sobre as obras de uma ponte de concreto sobre o rio Jauquara, na comunidade de Vão Grande, divisa com Barra do Bugres.

Pretensa “paternidade”: Barranco disse que enviou ofício solicitando obra que já está contratada.

Barranco disse que protocolou ofício junto à SINFRA-MT solicitando a construção da ponte na localidade. Afirmou, também, que aprovou indicação ao governador Mauro Mendes para construção da estrutura de concreto sobre o Jauquara. “Hoje protocolei um ofício na Secretaria de Infraestrutura do governo do Estado de Mato Grosso e também aprovei aqui na Assembleia Legislativa, na sessão desta terça-feira, uma indicação para que o governador Mauro Mendes possa construir uma ponte de concreto aí na comunidade de Vão Grande, sobre o rio Jauquara… Eu conheço lá, nós sabemos da situação, há anos interditada essa comunidade…”, consta no áudio do parlamentar.

Leia mais:  TSE decide recalcular divisão do Fundo Eleitoral entre partidos

(*) Ouça, na sequência, áudio do deputado:

Reação

Porém, o ofício e a indicação citados pelo deputado do PT chegaram à SINFRA-MT e à Assembleia Legislativa atrasados. Afinal, as obras da ponte já foram licitadas e os recursos já estão na conta do município, com empresa – CIBE Pré-Moldados, Concretos e Minerais – já contratada.

Prefeito reage: Ele (Barranco) não pode mentir assim pro povo (…) Foi lá mentir pra comunidade”

Ao ouvir o áudio e tomar conhecimento do ofício, o prefeito de Porto Estrela reagiu com indignação e disse que o petista Barranco mentiu à comunidade. “Esse deputado aí tá mentindo (…) Um deputado não pode fazer isso, não! (…) O dinheiro já tá na conta e o cara fazendo isso… (…) Ele não pode mentir assim pro povo (…) é muito feio, demais… Foi lá mentir pra comunidade… Nós, tem quatro anos que trabalhamos para essa ponte aí”, disse, em áudio que chegou à redação do Enfoque Business.

(*) Ouça, na sequência, áudio do prefeito de Porto Estrela:

Leia mais:  Verde Amarelo: Tangaraenses participarão de ato pró-Bolsonaro no próximo dia 15, em Brasília

(*) Leia matéria publicada pelo Enfoque Business semana passada no link abaixo:

Em convênio com Estado, Porto Estrela construirá ponte de concreto sobre o rio Jauquara

Realidade

O próprio prefeito Eugênio Pelachim disse semana passada que as obras da construção da ponte iniciarão ainda neste mês de janeiro e será uma estrutura de concreto, viabilizada através de recursos de R$ 2.506.757,40 do governo do Estado e R$ 51.178,77 do município, perfazendo um valor global de R$ 2.557.936,17.

A nova ponte, que terá uma extensão de 71,1 metros e largura de 4,5 metros – proporcionará a ligação do município com as comunidades de Vaca Morta, Baixio e Vão Grande.

A empresa responsável (CIBE – Pré-Moldados, Concretos e Minerais) já está contratada, após processo licitatório realizado em dezembro do ano passado. Enquanto isso, a travessia de populares na localidade é feita através de barcos.

Os recursos para as obras foram viabilizados junto ao governo estadual com a intermediação do senador Jayme Campos (DEM), do deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM) e da vereadora Eliane da Silva (PSC).

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana