conecte-se conosco


Saúde Pública

Agravamento da pandemia aumenta demanda por recursos e motiva suplementação de R$ 4,2 milhões

Publicado

A Câmara Municipal de Tangará da Serra aprovou, por unanimidade (13 votos), o projeto de lei 027/2021, de autoria do Executivo, para suplementação de R$ 4.286.178,17 para custeio de despesas da Secretaria Municipal de Saúde.

O recurso será destinado ao custeio do enfrentamento emergencial da pandemia do novo coronavírus no município para, ao menos, até o final do ano. As despesas referem-se principalmente a profissionais, obrigações patronais e encargos trabalhistas.

Internações em UTIs representam altos custos para a saúde pública.

Com o aporte, a meta financeira desta rubrica orçamentária de enfrentamento da pandemia fica ampliada de R$ 9,06 milhões para R$ 13,34 milhões.

O pedido de suplementação expõe a realidade incontestável de que a pandemia exige equipamentos médicos de alto custo, profissionais especializados, medicamentos, logística, e um sem-número de despesas acessórias.

Números locais

Segundo os números divulgados através dos boletins epidemiológicos do Comitê Interinstitucional de Prevenção e Monitoramento ao Coronavírus, os índices da pandemia são preocupantes em Tangará da Serra.

Apesar do alto índice de cura (superior a 97%), as internações nos leitos públicos de enfermaria e de UTI, dos tratamentos de pacientes em isolamento domiciliar e de outros tantos que procuram a URA (Unidade Respiratória Ambulatorial) do município resultam em grande mobilização da estrutura pública de saúde. Isso implica em altos custos.

Leia mais:  MPE pede proibição de eventos e medidas restritivas em Tangará da Serra e outros seis municípios

Veja matéria com os números atualizados da pandemia em Tangará da Serra no link:

Taxa de Ocupação de leitos de UTIs está acima de 80% desde início do mês em Tangará da Serra

 

 

 

publicidade

Saúde Pública

Tangará da Serra divulga 1ª lista de crianças de 5 a 11 anos para vacinação

Publicado

A Secretaria Municipal de Saúde de Tangará da Serra divulgou na tarde desta quinta-feira, dia 20/01, a 1ª Lista de Convocação de crianças com idade entre 05 e 11 anos, com comorbidade ou deficiência permanente, para receberem a vacina contra a COVID-19.

A vacinação ocorrerá entre as 8h e as 10h30 da manhã desta sexta-feira, dia 21/01, na Escola Especial Raio de Sol (APAE).

A secretária municipal de Saúde, Gicelly Zanatta, explica que nesta primeira etapa serão vacinadas as crianças atendidas pela APAE e outras 40 crianças cujos nomes estão na lista ao final do texto.

Documentos necessários

Para vacinar as crianças, os pais devem ficar atentos aos documentos necessários:
– Cartão de vacinação da criança;
– Comprovante da comorbidade (pode ser laudo, receituário, pedido médico de vacina);
– Documento de identificação da criança (pode ser a certidão de nascimento ou RG) ;
– CPF ou cartão SUS;
– Documento do adulto comprovando que é responsável legal pela criança.

Xepa

Leia mais:  Incentivo: Governo de MT vai destinar R$ 65 milhões para que municípios acelerem imunização

A Secretaria de Saúde também passará a adotar uma “xepa” para atender o máximo possível de crianças com a vacinação. “Caso haja alguma criança, que não está nesta lista, que tenha alguma comorbidade ou deficiência permanente e que possa ir na APAE das 8h às 10h30, mesmo que não tenha cadastro, que faremos uma xepa para atender essas crianças”, disse.

(Assessoria de Comunicação)

Veja a lista:

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana