TANGARÁ DA SERRA

Cidades & Geral

Aeroporto Regional: “Previ isso ano passado”, disse Mendes, sobre falta empreiteiras no MT

Publicado em

A grande quantidade de obras em andamento em todo o Mato Grosso – sob contrato do estado, dos municípios e da iniciativa privada – tem gerado um problema: a falta de empreiteiras disponíveis para contratação de outras obras. A situação foi apontada pelo governador Mauro Mendes, em coletiva de Imprensa (foto topo) concedida na última sexta-feira, no aeródromo do Big Master, em Tangará da Serra.

Mendes esteve no município para vistoriar e lançar diversas obras e assinaturas de convênios com Tangará na Serra e com municípios da região.

A chegada de Mendes num aeródromo particular expôs um dos gargalos da logística de transportes em Tangará da Serra. Em abril último, a licitação das obras do aeroporto regional da cidade, realizada pelo governo estadual através da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT), não teve proponentes (deserta), ficando, então, postergada a definição sobre as obras da unidade aeroportuária. Situação idêntica ocorreu com o aeroporto de Cáceres.

Indagado pela reportagem do Enfoque Business se o certame será refeito pelo governo, Mendes confirmou que sim. “A Sinfra-MT vai soltar de novo… É lamentável que isso esteja acontecendo, mas é um problema bom. Ano passado, há mais de um ano atrás, eu previ esse problema… Eu disse, uma vez, na Imprensa: Olha, vai faltar empreiteira em Mato Grosso. Muitos acharam que era uma frase de efeito, mas infelizmente eu estava certo”, disse.

Leia mais:  Censo 2022: Após dois anos de adiamento, IBGE inicia pesquisas em Tangará e em todo o Brasil

O governador justificou sua previsão afirmando que “o estado, hoje, contrata muita obra, os municípios contratam muitas obras e a iniciativa privada também… não é à toa que Mato Grosso tem a segunda menor taxa de desemprego do País”.

Mendes reiterou que, além de empreiteiras, também está faltando mão de obra. “Então, algumas licitações a gente publica, mas não aparece proponente. São casos, por exemplo, de licitações para obras de R$ 10 milhões que não aparece ninguém”, explicou, acrescentando que o estado faz um trabalho para atrair empreiteiras de outros estados, como a Augusto Velloso, de São Paulo, que construirá o Hospital Regional.

Para a região

Obras na MT-339: Rodovia conectará região de Tangará da Serra ao Oeste de Mato Grosso.

O governador Mauro Mendes autorizou, na última sexta-feira (24.06), investimentos na ordem de R$ 251,9 milhões para oito municípios da região Sudoeste de Mato Grosso.

O montante envolve a construção do Hospital Regional de Tangará da Serra e de 500 apartamentos populares, novos convênios, entrega de equipamentos, títulos de regularização fundiária e autorizações para licitações.

Leia mais:  Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília em visita à CNA, Senar e IPA

As assinaturas para os repasses ocorreram durante agenda no município de Tangará da Serra (240 km de Cuiabá). Na ocasião, Mauro também fez vistorias às obras de asfaltamento da MT-339 e da MT -240, que recebem investimentos de R$ 27,1 milhões e R$ 21,3 milhões, respectivamente.

O mandatário do Estado assinou a ordem de serviço do Hospital Regional de Tangará da Serra, que contará com 151 leitos, sendo 111 de enfermaria e 40 de UTI, 10 consultórios médicos, outros dois para atendimento às gestantes, seis salas de centro cirúrgico e espaços para bancos de sangue, de leite materno e espaço para a realização de exames como tomografia e colonoscopia.

Ainda, foi autorizado investimento para desenvolvimento de projetos de etnoturismo em cinco aldeias indígenas na Terra Indígena Pareci. O município também recebeu uma patrulha mecanizada para ser entregue à Associação Comunitária Vale do Sol II, e uma motoniveladora. Somados, os investimentos são de R$ 126.726.896,01.

Mendes também entregou 1.030 escrituras para moradores de bairros como o 13 de Maio, Tarumã, Bela Vista, Jardim dos Ipês, Jardim Morada do Sol, São Diego 2 e Vila Goiás.

Comentários Facebook
Advertisement

Cidades & Geral

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília em visita à CNA, Senar e IPA

Published

on

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram nesta quarta-feira (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia mais:  Censo 2022: Após dois anos de adiamento, IBGE inicia pesquisas em Tangará e em todo o Brasil

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue Reading

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana