conecte-se conosco

Cidades & Geral

ACITS reúne empresários e colaboradores em Palestra “Entendendo a Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD”

Publicado

Com o objetivo de esclarecer os principais conceitos da Lei Geral de Proteção de Dados – (LGPD), e analisar os impactos e desafios causados por ela, a Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra (ACITS), promoveu na noite da última terça-feira (24), a Palestra “Entendendo a LGPD”. O evento reuniu empresários e colaboradores tangaraenses de diversos segmentos, no auditório da ACITS.

A roda de conversa foi conduzida pelos membros da Assessoria Jurídica da ACITS, Dr. Luciano de Sales, Dr. Ayrton Freitas, Dr. Clésio Plates, juntamente com o TI Rodolfo Dias. Os especialistas puderam, durante a conversa, alertar os presentes sobre os ricos em não se cumprir a LGPD, como também, apresentaram soluções para que as empresas se adequem ao novo sistema.

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), já está em vigor desde o dia 18 de agosto de 2020 e prevê sanções de 2% do faturamento da empresa ou até multas de R$ 50 milhões. “O evento é uma maneira de proteger e preparar o empresariado para que ele não venha sofrer problemas futuros com a nova Lei.” Afirma, o Presidente da ACITS, Junior Rocha.

Leia mais:  Workshop Live apresenta estudos dos impactos de hidrelétricas na Bacia do Alto Paraguai; Com opinião

A palestra foi realizada seguindo todas as medidas de biossegurança contra a pandemia do Covid-19, como uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social obrigatório. Além disso, os participantes puderam confirmar presença através de um QR-Code, disponível na entrada do auditório, evitando aglomerações.

As caixas de leite arrecadadas no evento, serão destinadas a uma instituição carente de Tangará da Serra.

Assessoria de Comunicação ACITS

publicidade

Cidades & Geral

Tangará da Serra: Aulas da rede municipal começam dia 1º no formato online e apostilado

Publicado

Cerca de 13,8 mil alunos da rede municipal de ensino retornarão às aulas no próximo dia 1º, em Tangará da Serra. A informação foi repassada pelo secretário municipal de Educação, Vagner Constantino Guimarães, em entrevista coletiva concedida ao final da tarde desta segunda-feira (18), juntamente com o prefeito Vander Masson (PSDB).

As instruções serão na modalidade online e apostilada, no ensino infantil ao 9º ano. O calendário inicial deste ano letivo inclui as 76 horas remanescentes da carga de horas-aula de 2020, que ficaram pendentes em razão da pandemia do novo coronavírus.

Segundo o secretário, a modalidade híbrida de ensino – que combina o formato online e apostilado com o presencial – poderá ser adotado em março. “Para isso, vamos consultar o Comitê (Interinstitucional de Controle e Monitoramento ao Coronavírus) e, se possível, iniciar (o formato híbrido) em março”, disse Vagner Constantino, destacando que tudo irá depender da situação da pandemia.

A retomada das atividades dos 13,8 mil alunos representará o envolvimento de 990 profissionais (entre estes, 529 professores) da Educação lotados na rede municipal, que engloba 37 escolas.

Leia mais:  Site Clima Tempo indica possibilidade de chuvas a partir do próximo sábado na região de Tangará da Serra

As matrículas seguem em aberto, com expectativa de que mais de 90% das vagas nas escolas municipais estejam preenchidas até a próxima sexta-feira (22).

Outras medidas

Vagner: Consulta ao Comitê sobre modalidade híbrida a partir de março.

Além da retomada das aulas, a secretaria realizará a escolha dos novos diretores e coordenadores das escolas através de processo democrático. Haverá, também, uma reestruturação administrativa e readequação do transporte escolar. “Queremos atender a totalidade da nossa demanda, ou seja: todos os alunos que precisam de transporte escolar”, projetou o secretário.

A Secretaria Municipal de Educação trabalhará este ano no aumento da oferta de vagas na educação infantil, com reforma e ampliação de creches. Uma das novidades neste setor é que o município receberá do estado a devolução da estrutura da Escola Estadual Bento Muniz, que será destinada à educação infantil.

Também haverá reformas e ampliações de escolas nas áreas urbana e rural e a instalação da Escola Militar. Neste caso, o primeiro espaço será a Escola Emanuel Pinheiro, de onde a estrutura militar será transferida para a Escola Antônio Casagrande (atual CEJA), que será reformada e ampliada.

Leia mais:  Feriado nacional de Tiradentes terá todo comércio fechado, inclusive mercados

Por fim, para atender à demanda do ano letivo, a Secretaria de Educação do município pedirá o retorno de 50 profissionais da pasta atualmente cedidos à Secretaria Municipal de Saúde em razão do combate à pandemia.

Também será realizado processo seletivo para contratação temporária de aproximadamente 110 profissionais entre professores, merendeiras, agentes administrativos, serviços gerais, auxiliares de educação infantil e auxiliares de educação especial.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana