conecte-se conosco

Saúde Pública

Tangará da Serra: Com 17 casos suspeitos de COVID-19, município tem barreiras sanitárias e toque de recolher

Publicado

O município de Tangará da Serra possui 17 casos suspeitos de contaminação pelo COVID-19 (coronavírus). A informação consta em boletim divulgado na manhã deste domingo pela Vigilância Epidemiológica do município (ver imagem do boletim ao final do texto).

Em meio a este quadro, o poder público municipal endureceu ainda mais as medidas de prevenção ao COVID-19 neste final de semana. A cidade conta com barreiras sanitárias nos acessos ao perímetro urbano (foto) para o controle do trânsito de pessoas desde ontem (sábado) e hoje pela manhã foi decretado toque de recolher.

No caso das barreiras sanitárias, as pessoas que pretendem entrar na cidade terão suas condições de saúde aferidas, além de explicar suas procedências, destinos e atividades. Quanto ao toque de recolher, consiste na proibição do trânsito de pessoas nas ruas da cidade a partir das 20hs, sob pena de recolhimento coercitivo mediante ação policial.

As medidas foram anunciadas pelo prefeito Fábio Martins Junqueira e (especialmente o toque de recolher) que fez pronunciamento no início da tarde deste domingo. Ouça o áudio a seguir:

Leia mais:  Johnson & Johnson anuncia potencial vacina para a Covid-19, com testes ainda este ano

(*) Abaixo, o Boletim Epidemiológico divulgado na manhã deste domingo.

publicidade

Saúde Pública

Com 13,7 mil casos e 667 mortes, Brasil é o 14º país mais afetado pela COVID-19; MT registra 78 infectados

Publicado

O Ministério da Saúde contabilizou, nesta terça-feira (07), 667 mortes causadas pelo novo coronavírus. Os casos confirmados de Covid-19 em todo o país chegam a 13.717. Nas últimas 24 horas, foram notificados 1.661 novos casos (13,78% a mais), incluindo 114 mortes (20,61%) pela doença. Mais uma vez, o ministério não informou o número de pacientes curados.

(*) Ao final do texto, veja quadro completo com os números por estado

Há pessoas infectadas em todos os estados brasileiros. Só Tocantins não registrou nenhuma morte por Covid-19. São Paulo e Rio de Janeiro continuam com os maiores números de óbitos e casos confirmados. A taxa de letalidade da Covid-19 no Brasil é de 4,9%, abaixo da média mundial: 5,67%.

Em Mato Grosso, dados oficias revelam dois novos casos confirmados de COVID-19. O estado, que ontem tinha 76 casos, passa a ter 78, ainda com um único óbito.

Em Tangará da Serra, o quadro de infectados segue inalterado, com quatro casos confirmados. Entre os 76 casos já notificados, sete foram descartados, restando, portanto, 65 casos suspeitos. O município não possui pacientes internados com a COVID-19.

Leia mais:  Johnson & Johnson anuncia potencial vacina para a Covid-19, com testes ainda este ano

Quadro global

Com os novos números do coronavírus revelados no boletim do Ministério da Saúde desta terça-feira, o Brasil se configura no 14º país com mais casos de infecção pela COVID-19. Em número de mortes, o Brasil figura em 12º lugar. (Veja foto no cabeçalho da matéria)

A taxa de letalidade entre os infectados brasileiros – 4,9% – é a 8ª entre todos os países, enquanto a taxa de mortalidade por cada grupo de 100 mil habitantes – 0,3 – é a 16ª.

Os Estados Unidos é o país com maior número de casos no mundo (367,6 mil e 10,9 mil mortos), com taxa de letalidade de 3%. Em seguida, vem a Espanha, com 140,5 mil casos e 13,7 mil óbitos, numa taxa de letalidade de 9,8%.

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana