conecte-se conosco

Agronegócio & Produção

Soja: Agrodinâmica já recebe inscrições para 11ª Jornada Técnica

Publicado

A Estação Experimental da Agrodinâmica, em Deciolândia, deverá receber mais uma vez um grande número de produtores rurais, profissionais e acadêmicos para a tradicional Jornada Técnica, que neste ano ocorre em sua 11ª edição, nos dias 14 e 15 de fevereiro.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site da Agrodinâmica (link: https://agrodinamica.net.br/11a-jornada-tecnica/), ou diretamente na empresa, com sede na Avenida Mauá nº 309 – Cidade Alta, em Tangará da Serra (telefones 65 3326-1008, 3329-1127 e 99962-3366).

Um dos mais esperados eventos do setor produtivo atrairá produtores, profissionais e acadêmicos de toda a região do Chapadão.

O primeiro dia (sexta-feira, 14/02) será destinado a produtores rurais e profissionais, enquanto que o sábado (15/02) será voltado a acadêmicos, com temas e abordagens direcionadas para cada público. A programação, tanto na sexta como no sábado, inicia às 07hs.

O evento é um dos mais esperados do ano pelo setor produtivo pela qualidade das palestras e pelas novidades apresentadas. Na 11ª Jornada Técnica, serão cinco estações para visitas a campo (a partir das 07h30) e apresentações de cultivares, ensaios sobre doenças como ferrugem asiática, mancha alvo, além de técnicas de manejo e novas coberturas de solo.

Leia mais:  Mercado chinês deverá representar negócios de US$ 4,5 milhões/ano em queijos

Já as palestras (a partir das 10h30), nos dois dias de evento, versarão sobre doenças da soja na safra 2019/2020 e sustentabilidade da cultura; gestão de propriedades rurais – esta ministrada pelo Senar/MT, um dos patrocinadores do evento; – agricultura digital e perfil do profissional de Agronomia.

Além das estações e das palestras, o participante poderá visitar e conhecer novidades em produtos, serviços e tecnologias nos plot’s e estandes das empresas patrocinadoras/ apoiadoras.

No link abaixo, página para inscrição e programação completa:

https://agrodinamica.net.br/11a-jornada-tecnica/

publicidade

Agronegócio & Produção

Momento Agrícola: Nova exportação de DDGs do MT, etanol, MP do Agro e risco de impacto de R$ 12 bi são destaques

Publicado

A edição deste final de semana do Momento Agrícola traz, como sempre, novidades e importantes informações sobre setor produtivo. O programa, veiculado pela cadeia rádios do Agro, é produzido e apresentado pelo engenheiro agrônomo, produtor rural e consultor Ricardo Arioli.

DDGs de Mato Grosso

Ricardo Arioli produz e apresenta o Momento Agrícola

O Porto de Paranaguá concluiu na última terça-feira (18) o segundo carregamento para exportação de DDGs, derivado do processamento do milho para a fabricação de etanol. O primeiro embarque aconteceu em dezembro último, no mesmo porto.

O navio M.Emir Aksoy é o transportador do produto produzido em Sinop, no Mato Grosso, pela Inpasa Agroindustrial S.A. A empresa chega a processar 3,6 mil toneladas de milho por dia, produzindo 1,5 milhão de litros de etanol e mil toneladas de DDGs diariamente.

Etanol

Enquanto isso, nos Estados Unidos, a meta de inserção no mercado de biocombustível para transportes foi fixada em 30% até 2050. Atualmente, o biocombustível participa de 10% do mercado americano, com meta para 2030 estabelecida em 20%. A nova meta irá triplicar a produção de milho nos EUA.

Leia mais:  Soja: Chapadão registra, em Tangará da Serra, primeira ocorrência de ferrugem na safra

Ainda sobre etanol, Ricardo Arioli destaca a que o governo federal irá insistir na mudança da tributação de ICMS. O presidente Jair Bolsonaro quer reduzir a carga do tributo sobre esse combustível. Outra insistência do governo será em relação à venda direta do etanol das usinas para os postos, eliminando as distribuidoras (atravessadoras) e, assim, reduzindo o preço ao consumidor.

MP do Agro

O Momento Agrícola também destaca a MP do Agro, aprovada dia 18 na Câmara Federal e que agora será votada pelo Senado. A MP poderá ampliar a oferta de crédito para atividade agropecuária em até R$ 5 bilhões, a juros mais baixos.

Ainda sobre crédito rural, Arioli destaca a disponibilização pelo Banco do Brasil de R$ 15 bilhões para custeio da safra 2020/2021. Os contratos serão assinados com juros a partir de 6% ao ano. “Ainda é um juro alto, se formos considerar os atuais 4,25% da Selic, mas ainda assim poderá haver vantagens em negócios à vista”, destaca o apresentador. Estes juros, ainda segundo Arioli, poderão baixar, mas somente quando do anúncio do Plano Safra, em julho.

Leia mais:  Momento Agrícola: Influência das tecnologias no Agro, hambúrguer sem carne e safra 2019-2020

Impacto

O Momento Agrícola também abordou o impacto financeiro que será gerado principalmente sobre pequenos produtores caso o STF acate a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) proposta pelo PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) contra a isenção sobre defensivos agrícolas. Se a ação for deferida pelo STF, os produtores rurais – em sua maioria familiares/pequenos –  terão de suportar um impacto de R$ 12 bilhões sobre a produção, o que inviabilizaria várias culturas brasileiras.

Outras

O Momento Agrícola também traz informações sobre o Show Safra 2020, o novo Centro de Pesquisas em Biológicas da Esalq/USP, as inovações da Embrapa e a Famato Embrapa Show 2020.

Para ouvir o Momento Agrícola  na íntegra clique abixo:

Continue lendo

Envie sua sugestão

Clique no botão abaixo e envie sua sugestão para nossa equipe de redação
SUGESTÃO

Empresas & Produtos

Economia & Mercado

Contábil & Tributário

Governo & Legislação

Profissionais & Tecnologias

Mais Lidas da Semana